Almandrade – Versos na tarde – 25/02/2015

Poema
Almandrade¹

O texto é o mesmo
repetição
um beijo pousa
uma saudade decola
o amor sugere
a incerteza se instala
indiferente
o vento passa
o olhar procura
na fresta da roupa
a pele oculta da mulher.

¹ Antônio Luiz M. Andrade


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

Share the Post: