Saramar Mendes – Versos na tarde – 12/06/2016

Do leve fim
Saramar Mendes¹

Já se foi, para sempre.
De sua partida, sabem minhas pernas
que abraçam o ar.
De sua partida, sabem os olhos meus,
pela cinzenta hora que afasta a aurora.
De sua partida, sabem os espelhos
e a novidade do vazio.
De sua partida sabem já os livros
perdidos dos rabiscos costumeiros.
De sua partida, me disseram os cães,
andando por onde sua imagem
se desvanece.
Da gentileza do seu existir,
a última imagem que terei
é de ir-se assim,
mudo e leve.

¹ Saramar Mendes
Brasil, 1958 d.C
São escassas as informações sobre esta poetisa.


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

Share the Post: