Aíla Sampaio – Poesia – 14/05/24

Boa noite.
Despedida
Aíla Sampaio¹

Desfiz as malas e a viagem.
É longe demais o teu destino
para quem tem pressa

Sigo outra rota,
vou por outro caminho

o amanhã não existe
a não ser no desejo de continuar
a estrada que dá no presente
com suas curvas e abismos

É hoje o momento. É agora o lugar.
Se não vens, vou sozinha:
a carne de que é feito o tempo
é perecível como a armadura do corpo
já não posso esperar

¹ Aíla Sampaio
Poetisa e Mestra em Literatura
Professora da Unifor – Universidade de Fortaleza, Ceará

Share the Post: