loader
Arte | Poesia | Literatura | Humor | Tecnologia da Informação | Design | Publicidade | Fotografia

Saramar Mendes – Teus lábios de navegar – Poesia sábado, 20 de abril de 2019

Teus lábios de navegar Saramar Mendes Refazem teus lábios minha pele lassa e rios traçam, de sangue em rebuliço de mar sem tempo marcado, teus lábios de me tomar. Tanto tempo desfazes com teus beijos e o sol tem outro alumiar de passeio e pipa, no ar e a pele que com teus beijos devassas, são rosas avermelhadas de amor, guardando o viço, o fogo de me queimar. Tanto tempo, tanto amor e conheço a saudade de cada pedaço meu…

Frase do dia sábado, 20 de abril de 2019

Nada que tenhamos que mendigar vale a pena Compartilhe a informação:

Max Aub – Da Imaginação sexta-feira, 19 de abril de 2019

Reflexão na noite Da Imaginação   A origem da decadência humana tem – em parte – a sua base numa estranha faculdade anti-racional a que chamam imaginação e que consiste em supor coisas diferentes das que existem. Traçando quimeras, são capazes de negar a evidência e quando dela têm conhecimento e a reconhecem, é para melhor se perderem em novas elucubrações.   Radicou nisto a maior dificuldade que tive para me entender com eles. Encontrei alguns capazes de se glorificarem…

Anibal Beça – Poesia – Literatura sexta-feira, 19 de abril de 2019

Quinta Estação Anibal Beça Não há recomeço possível. Senão um olhar para trás. A flor que murcha cai não torna para o galho. Por cima dos ombros o outono perde a primavera e as folhas secas são tapetes grados para amaciar pegadas. Um murmúrio bate à nossa porta e o vento inexorável escarifica cicatrizes no exato arrepio. No pressentido encontro – bandido convicto – assalto o canteiro dessa noite insone e agasalho a alba na gruta do sésamo.   Compartilhe…

Wislawa Szymborska – Poesia quarta-feira, 17 de abril de 2019

O fim e o início Wislawa Szymborska Depois de toda guerra alguém tem que fazer a faxina. As coisas não vão se ajeitar sozinhas. Alguém tem que tirar o entulho das ruas para que as carroças possam passar com os corpos. Alguém tem que abrir caminho pelo lamaçal e as cinzas, as molas dos sofás, os cacos de vidro, os trapos ensanguentados. Alguém tem que arrastar o poste para levantar a parede, alguém tem que envidraçar a janela, pôr as…

© Copyright 2018 Blog do Mesquita - Direitos Reservados. | POLÍTICA DE PRIVACIDADE | MBrasil