Dylan Thomas – Poesia – 27/10/2021

Boa noite. A luz irrompe onde nenhum sol brilha Dylan Thomas A luz irrompe onde nenhum sol brilha; onde não se agita qualquer mar, as águas do coração impelem as suas marés; e, destruídos fantasmas com o fulgor dos vermes nos cabelos, os objetos da luz atravessam a carne onde nenhuma carne reveste os ossos. […]

Leia mais… from Dylan Thomas – Poesia – 27/10/2021

Czeslaw Milosz- Poesia – 25/09/2021

Boa noite. A condição poética Czeslaw Milosz Como se tivesse em vez de olhos binóculos ao contrário, o mundo se distancia e pessoas, árvores, ruas, tudo diminui, mas nada, nada perde a clareza, fica mais denso. Já tive antes momentos assim, escrevendo poemas; conheço então a distância, a contemplação desinteressada, sei assumir um eu que […]

Leia mais… from Czeslaw Milosz- Poesia – 25/09/2021