• mqt_for@hotmail.com
  • Brasil

Tópicos do dia – 09/12/2011

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

09:20:39
Livro aponta corrupção e espionagem tucanas

O livro A Privataria Tucana, do jornalista Amaury Ribeiro Jr., fartamente documentado, está à venda a partir desta sexta-feira em todo o País revelando fortunas tucanas em paraísos fiscais, após as privatizações do governo FHC, e a rede de espionagem montada pelo ex-governador de São Paulo José Serra contra seu adversário interno no PSDB, o também tucano Aécio Neves, que era governador de Minas Gerais.

Monitoramento
O objetivo da espionagem, que não foi alcançado, seria o de flagrar em vídeo Aécio Neves consumindo bebidas alcoólicas ou até cocaína.

Acusações graves
Amaury acusa Verônica e Alexandre Bourgeois, filha e genro de Serra, de evasão de divisas, lavagem de dinheiro e recebimento de propina.

Fios desencapados
Ricardo Sergio de Oliveira, ex-diretor do Banco do Brasil, e Gregório Marin Preciado, primo de Serra, também são denunciados no livro.

Polêmica
Repórter investigativo muito talentoso, Amaury Ribeiro foi envolvido no suposto esquema de arapongagem a serviço da campanha de Dilma.

Editor revela que José Serra tentou intimidá-lo
O editor Luiz Fernando Emediato, da Geração Editorial, sentiu-se intimidado ao ser chamado para “uma conversa” com o ex-governador José Serra, que tomou conhecimento do iminente lançamento do livro A Privataria Tucana, de Amaury Ribeiro. Emediato contou à coluna que ofereceu seu cartão de visitas ao emissário tucano, sugerindo que, se Serra quisesse falar com ele, que o procurasse na sede da editora.

Cautela
Temendo ordem judicial de apreensão do livro, a Geração fez uma operação silenciosa para distribuir 15 mil exemplares em todo o País.

Compromisso
Ao receberem o livro A Privataria Tucana, as livrarias assumiram o compromisso de que não seria exposto nas vitrines antes desta sexta.

Nada a declarar
O ex-governador José Serra informou que, por enquanto, sua decisão é não comentar as acusações
Coluna Cláudio Humberto

09:31:16
Cinemas podem ser obrigados a higienizarem óculos 3D após uso
A Câmara aprovou nesta quarta (7) na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio um Projeto de Lei que obriga os cinemas a esterilizar os óculos que são usados em filmes 3D. A proposta é da deputada Bruna Furlan (PSDB-SP) e, pelo texto, os óculos terão ainda de ser acondicionados em embalagens plásticas estéreis e seladas a vácuo. “Comparados aos gastos que a ausência da higienização dos óculos pode ocasionar ao sistema de saúde brasileiro, consideramos a medida meritória tanto do ponto de vista sanitário como econômico”, disse o relator do projeto, deputado Dr. Ubiali (PSB-SP).

09:40:53
Tiririca preside sua primeira audiência
O deputado Tiririca (PR-SP) presidiu nesta quinta (8) pela primeira vez uma audiência pública na Câmara dos Deputados. Ele mesmo foi quem propôs a sessão a fim de discutir a concessão de alvarás para circos. Tiririca lembrou as dificuldades que enfrentou quando ainda criança. “Comecei aos 8 anos e fiquei até os 30. Sei da dificuldade. O circo é a maior cultura que temos, é cultura popular. Precisa de apoio do governo federal e dos governos estaduais”, disse. O deputado criticou ainda a burocracia exigida para tirar um alvará para circo e afirmou que só um palhaço como ele para sensibilizar os deputados para o tema. “Um palhaço de circo, sendo o deputado mais votado do país, está chegando e fazendo barulho”, disse. “O circo está vivo e não pode deixar de existir”, afirmou.

09:48:10
Brasil: da série “Só doi quando eu rio”!
Sarney participou de missa, celebrada no Salão Negro do Congresso – qual dependência alí não será negra? – de ação de graças pelo encerramento do ano legislativo.
Durante o ofíco, em pronunciamento público, o soba do Maranhão clamou a Deus para que “o ajude a preservar os valores morais do Congresso”.
É realmente um crente.

10:52:26
O fim das pretensões de José Serra? 
Veronica Serra é ré por quebra de sigilo financeiro.
Filha do eterno presidenciável tucano responde a processo, em segredo de Justiça; o genro, Alexandre Bourgeios, também foi executado por dívidas fiscais não pagas; origem da fortuna do casal, que gere fundos em Trancoso, é mal explicada.

247 – 2003.61.81.000370-5. Este é o número do processo judicial, que corre em segredo de Justiça, contra Veronica Allende Serra. Filha do ex-governador paulista e eterno presidenciável tucano José Serra, ela foi indiciada pelo crime de quebra de sigilo financeiro. Isso porque sua empresa de internet, a Decidir.com, já extinta, teve acesso a todos os dados de milhões de brasileiros, depois de um convênio firmado com o Banco do Brasil, no apagar das luzes do governo FHC.

Execução fiscal
2004.61.82.061807-5. Eis agora o número do processo de execução fiscal movido pelo INSS contra a empresa Iconexa e seu sócio majoritário Alexandre Bourgeois. Genro do presidenciável tucano e gestor de fundos em Trancoso, ele deixou uma dívida de R$ 309,3 mil, mas a execução não prosperou porque Bourgeois não possui bens em seu nome. Nem mesmo no Detran, o que indica que o genro de Serra não tem nem automóveis.
fonte: blog Brasil 247


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

José Mesquita

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e "designer". Bacharel em administração e bacharel em Direito. Pós-graduado em Direito Constitucional. Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior. Criador e primeiro curador do Prêmio CDL de Artes Plásticas da Câmara de Dirigentes Lojista de Fortaleza e do Parque das Esculturas em Fortaleza. Foi membro da comissão de seleção e premiação do Salão Norman Rockwell de Desenho e Gravura do Ibeu Art Gallery em Fortaleza, membro da comissão de seleção e premiação do Salão Zé Pinto de Esculturas da Fundação Cultural de Fortaleza, membro da comissão e seleção do Salão de Abril em Fortaleza. É verbete no Dicionário Brasileiro de Artes Plásticas e no Dicionário Oboé de Artes Plásticas do Ceará. Possui obras em coleções particulares e espaços públicos no Brasil e no exterior. É diretor de criação da Creativemida, empresa cearense desenvolvedora de portais para a internet e computação gráfica multimídia. Foi piloto comercial, diretor técnico e instrutor de vôo do Aero Clube do Ceará. É membro da National American Photoshop Professional Association, Usa. É membro honorário da Academia Fortalezense de Letras.

Gostou? Deixe um comentário

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e “designer”.

Bacharel em administração e bacharelando em Direito.

Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior.

Mais artigos

Siga-me