Tópicos do dia – 08/06/2012

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

08:18:06
Gilmar mendes. Verdades e Mentiras 

08:32:22
Polícia Federal apura o desvio de mais de R$ 100 milhões do Banco do Nordeste

Lembra o caso dos dólares escondidos na cueca? Uma investigação obtida por ÉPOCA revela desvio de dinheiro envolvendo o mesmo banco – e o mesmo partido político.
No auge do escândalo do mensalão, em julho de 2005, nenhum caso chamou tanta atenção quanto os “dólares na cueca”, que levaram à renúncia de José Genoino à presidência do Partido dos Trabalhadores. Um assessor parlamentar do então deputado estadual cearense José Guimarães (PT), irmão de Genoino, foi detido pela Polícia Federal, no aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Em suas roupas de baixo, havia US$ 100 mil em espécie. As investigações indicaram na ocasião que o dinheiro era propina recebida pelo então chefe de gabinete do Banco do Nordeste (BNB) e ex-dirigente do PT, Kennedy Moura, para acelerar empréstimos no banco. Passados sete anos, uma auditoria interna do banco e outra da Controladoria-Geral da União, obtidas por ÉPOCA, revelam um novo esquema de desvio de dinheiro. Somente a empresa dos cunhados do atual chefe de gabinete, Robério Gress do Vale, recebeu quase R$ 12 milhões. Sucessor de Kennedy, Vale foi o quarto maior doador como pessoa física para a campanha de 2010 do hoje deputado federal José Guimarães.
—>>>Mais aqui Revista Época

10:02:26
PT redundantemente – novamente, outra vez, como sempre – envolvido em maracutais e malfeitos diversos.

Dessa vez no Banco do Nordeste. Surpresa? Nenhuma! A impunidade favorece tudo isso.
A irracionalidade abdica da Ética e da Moral. Concordo. Abstraindo a utopia de Platão, a partir de Aristóteles, e alcançado a crítica mais dura em Hobbes, que entende ser o homem naturalmente mau, necessitando, a sociedade, de instrumentos de controle para evitar, ou minimizar, a barbárie. Rousseau imaginou um Estado mediador. Era um sonhador. Ou um demagogo mentiroso. Ou ambos. Hobbes, mais ciente da porcaria que é o ser humano, foi logo no porrete ao defender um Estado Leviatã pra colocar o “homínio” nos eixos na marra. Prova-se, com o inferno de Dante transposto da ficção para os dias atuais, que as teorias e ilações, filosóficas existenciais, de um ou de outro, não são capazes de evitar a autoextinção do homem, a mais predadora e autofágica das criaturas que perambulam por esse infelicitado planeta. De Amurabi a Obama. De Gengis Khan a Bin Laden. De Ricardo III ao prefeito da Xorroxó.

11:47:13
Também quero! Delta recebeu R$ 139 mi do BNDES

“A Planilha de financiamentos concedidos pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) à Delta Construções mostra que a empreiteira recebeu R$ 139 milhões entre 2010 e 2012, período das investigações que deram origem à Operação Monte Carlo. O valor representa mais da metade do total de empréstimos – R$ 249,7 milhões – obtido pela construtora, suspeita de envolvimento com integrantes da organização de Carlinhos Cachoeira. Só no governo da presidente Dilma Rousseff, segundo documentos, foram mais de R$ 119 milhões, sendo R$ 75,1 milhões em 2011. É o maior valor desde 2001, início das operações financeiras da construtora com o banco.”
Fonte: O Estado de São Paulo.


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

José Mesquita

José Mesquita

Nasceu em Fortaleza,Ce. Pintor, escultor, gravador e "designer". Bacharel em Administração, Ciências da Computação e bacharel em Direito. Pós-graduado em Direito Constitucional. É consultor em Direito Digital. Participou de mais de 250 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior. Design Gráfico, já criou mais de 35 marcas, logotipos, logomarcas, e de livrosa de arte para empresas no Brasil e Exterior Criador e primeiro curador do Prêmio CDL de Artes Plásticas da Câmara de Dirigentes Lojista de Fortaleza e do Parque das Esculturas em Fortaleza. Foi membro da comissão de seleção e premiação do Salão Norman Rockwell de Desenho e Gravura do Ibeu Art Gallery em Fortaleza, membro da comissão de seleção e premiação do Salão Zé Pinto de Esculturas da Fundação Cultural de Fortaleza, membro da comissão e seleção do Salão de Abril em Fortaleza. É verbete no Dicionário Brasileiro de Artes Plásticas e no Dicionário Oboé de Artes Plásticas do Ceará. Possui obras em coleções particulares e espaços públicos no Brasil e no exterior. Foi diretor de criação da Creativemida, empresa cearense desenvolvedora de portais para a internet e computação gráfica multimídia. Foi piloto comercial, diretor técnico e instrutor de vôo da Ecola de Aviação Civil do Ceará. É membro da National American Photoshop Professional Association - NAPP, Usa. É membro da Academia Fortalezense de Letras e Membro Honorário da Academia Cearense de Letras. Autor de três livros de poesias - e outros quatro ainda inéditos; uma peça de teatro; contos e artigos diversos para jornais; apresentações e prefácios de publicações institucionais; catálogos e textos publicitários. Ministra cursos gratuítos de Arte e de Computação Básica para crianças e adolescentes em centros comunitários de comunidades carentes na periferia das cidades.

Gostou? Deixe um comentário

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e “designer”.

Bacharel em administração e bacharelando em Direito.

Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior.

Mais artigos

Siga-me