Fatos & Fotos – 28/02/2021

A biba chorona e a flordelixo continuam na impunidade da câmara dos depufedes. Olhem aí:
Cadeia e hospital, lugares inacessíveis para se notificar alguém pessoalmente. É a desculpa esfarrapada entrando numa nova era. “Conselho de Ética atrasa cassação do mandato de Danie Quem(?) e Flordelis por não conseguir notificá-los.
O meu mais sicero soda-se de hoje, vai para esse conselho de etitica.



“Votei no Cancro por causa do petê”, diz o cara que até anteontem gritava “Mito!” e fazia gesto de arminha. Essa gente vota tranquilamente no próximo fascista disponível.


As pessoas estao mergulhadas em pardoxos perigosos…misturam Deus com armas, trabalho com morte, presidente com mitologia. É preocupante demais…


Wioleta Rzążewska – s/t s/d


Um gênio da análise política. Uma lenda chamada Guga Chacra. Mais um seguidor do Istituto Barrichello de Atualidades Imediatas. Comentarista da Globo agora se dá conta: “Bolsonaro é o pior líder em décadas!”
A declaração do foi publicada no Twitter, sendo que o jornalista também disse não se “recordar de alguém tão incompetente e cruel”. Hahaha. Hahahaha. Agora conta aquela do papagai fanho!


Ballet – Sophia Barakett


Design Mobiliário Veículos


Um jornal que se omite, porque ajudou a eleger e no fundo apoia o Cancro Presidencial. Folha de São Paulo, na edição deste domingo (comemorativa do centenário do jornal), em pleno colapso da saúde, com UTIs lotadas, recorde na média de mortes e de infectados no país, estampa a seguinte manchete: ‘Inglês no Enem é obstáculo para aluno de escola pública’.
É do “garaio” esse jornalismo marrom!


Johnson & Johnson vendeu 509 milhões de vacinas: nenhuma para o Brasil.


Fotografia de Hari Sulistiawan


Rosa Weber deu ao governo cinco dias, expirados ontem, para justificar o pacote das armas. E daí? O governo não deu a mínima. O quê Rosa Weber fará? Nada?



Foto do dia – Fotografia de Vincent Peters



Bolsonaro precisa ser detido. Seu projeto é o caos, um país em choque, o golpe de Estado que o livraria da cadeia. Está vencendo. Estamos apáticos, divididos, acuados, iludidos com uma mágica eleitoral que não está no horizonte. Bolsonaro precisa ser detido. De qualquer maneira.


Pintura de Peder Mork Mønsted
(Danish painter) 1859 – 1941
A Peasant Woman and a Little Girl Working in the Garden, 1923 – 35 x 50 cm


 

Literatura,Poesia,Cultura,Filosofia,Frases,Blog do Mesquita (9)

Vergilio Ferreira – Reflexões

Ser Marginal

Não ser fora-da-lei por desprezo da norma comum. Por amoralidade, miserabilismo, ou abjeção. Ser apenas do lado da vida em que não passa muita gente, se é quase anônimo, fora do alvo que é visado pela notoriedade, curiosidade pública, grande reputação. Ser em humildade, na discrição de nós, na curta dimensão de nós. Não é por comodismo, orgulhosa modéstia, ressentimento.
 
Não por nada disso ou outras coisas disso, mas só para nos não perdermos de nós, não nos esbanjarmos na invasão da dissipação alheia. Não por nada disso mas só pela economia do pouco que nos pertence e mal dá para abastecer uma vida. Ser marginal – sê marginal. Afeta a ti próprio o espaço que é para ti e para ti te foi dado. Na intimidade de ti, na reserva de ti, na pobreza de ti.
 
O mais que viesse e te invadisse o teu espaço, que é que te dava? A ampliação do teu rumor na amplificação alheia dele, seria alheio e não teu. A tua voz é breve, não a amplies ao que não é. E o teu pensar, o teu sentir, o teu ser. Não os sejas mais do que és. E então verdadeiramente serás.

Vergilio Ferreira

Filosofia,Literatura,Blog do Mesquita 004

Vergílio Ferreira – Reflexões

O Ser
entre o Interior e o Exterior

Era um tipo estranho. Digo bem «um tipo». Olho um homem, uma mulher, e nem sempre me é possível tentar sequer abordar-lhe a pessoa por dentro. Porque há indivíduos que irresistivelmente reduzimos a «objetos». São os indivíduos «característicos» com tiques, com uma aparência de traços nítidos. Compreendo a tentação da caricatura: a um olhar sem mistério, os homens são a caricatura do homem. Por isso o romance tem ignorado a outra zona. Ah, escrever um romance que se gerasse nesse ar rarefeito de nós próprios, no alarme da nossa própria pessoa, na zona incrível do sobressalto! Atingir não bem o que se é «por dentro», a «psicologia», o modo íntimo de se ser, mas a outra parte, a que está antes dessa, a pessoa viva, a pessoa absoluta. Um romance que ainda não há… Porque há só ainda romances de coisas – coisas vistas por fora ou coisas vistas por dentro. Um romance que se fixasse nessa iluminação viva de nós, nessa dimensão ofuscante do halo de nós…

Pitura de Bruno Varatojo “Forms of being”

Vergílio Ferreira – Versos na tarde – 24/10/2017

Cai a Chuva Abandonada
Vergílio Ferreira¹

Cai a chuva abandonada
à minha melancolia,
a melancolia do nada
que é tudo o que em nós se cria.
 
Memória estranha de outrora
não a sei e está presente.
Em mim por si se demora
e nada em mim a consente
 
do que me fala à razão.
Mas a razão é limite
do que tem ocasião
 
de negar o que me fite
de onde é a minha mansão
que é mansão no sem-limite.
Ao longe e ao alto é que estou
e só daí é que sou.
 
Vergílio Ferreira, in ‘Conta-Corrente 1’
 
¹Vergílio António Ferreira
*Gouveia,Portugal – 28 de janeiro de 1916
+Sintra,Portugal – 1 de março de 1996