Tópicos do dia – 03/04/2012

08:02:45
Prossegue a cachoeira de corrupção
Denúncia da PF mostra que Cachoeira tinha negócios com o governo do DF. A denúncia apresentada pela Polícia Federal na Justiça de Goiás, envolvendo Carlinhos Cachoeira, mostra a transcrição de conversas gravadas entre o bicheiro e seus comparsas, como Idalberto Nunes, o Dadá, sobre a regularizacão de terras que teriam sido griladas no DF. A suspeita envolve dois órgãos do governo do DF, a Terracap e o Instituto Brasília Ambiental (Ibram). Em uma das conversas, aparece o nome de Cláudio Monteiro, chefe de gabinete do governador Agnelo Queiroz (PT) que tem status de secretário de Estado, como um dos destinatários de um rádio do tipo Nextel, para conversas que supostamente não poderiam ser grampeadas pela PF. Na sexta-feira passada, Monteiro afirmara a este site que seu nome não aparecia, mas apenas “um Cláudio”, que seria outra pessoa, um empresário ligado a Cachoeira. Mas a transcrição menciona Monteiro explicitamente, que estaria a serviço de interesses do grupo do bicheiro. Cláudio Monteiro nega as suspeitas e desafia a PF e o Ministério Público Federal a apresentar “um segundo que seja” de qualquer conversa com Cachoeira.

08:17:31
Demóstenes começa a armar a estratégia para evitar ser cassado. Será que conseguirá?
Como já se esperava, o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) começou a lutar para manter o mandato, que vai até 2018, caso não seja cassado. Seu primeiro passo foi entregar a carta de desfiliação ao presidente nacional do DEM, José Agripino (RN).
Com isso, Demóstenes tenta eliminar uma grande fonte de matérias negativas, pois a desfiliação significa que não mais haverá o já anunciado processo de expulsão, que iria render uma sucessão de reportagens e artigos depreciativos, nume verdadeiro festival.

No texto, Demóstenes argumentou que discorda das afirmações de que tenha se desviado do programa partidário da legenda, vejam que cara-de-pau. “Diante do prejulgamento público que o partido fez, comunico minha desfiliação do Democratas”, disse.
Ao fazer tais afirmações, Demóstenes citou no ofício declarações de Agripino à imprensa de que seria inevitável instauração de processo para expulsão do senador goiano do partido. Mas Agripino nega que tenha havido prejulgamento. Segundo ele, foi dado a Demóstenes prazo de uma semana para defesa.
“Coisa que ele nunca fez”, destacou o presidente da legenda. E nem fará, pode-se acrescentar.
Carlos Newton/Tribuna da Imprensa

08:25:35
Thomaz Bastos e honorários de Cachoeira
O bicheiro Carlos Cachoeira estaria pagando ao ex-ministro da Justiça Marcio Thomaz Bastos para defendê-lo: R$ 18 milhões.

09:01:12
Judiciário ficará com aviões que forem apreendidos de traficantes
O Poder Judiciário terá a sua disposição, a partir desta segunda (2) os aviões que forem apreendidos pela polícia em operações contra o tráfico de drogas. A Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) estava com dificuldades para definir a destinação dos bens apreendido e, agora, terá de agilizar a doação das aeronaves. Os aviões ainda serão periciados pela Polícia Federal e serão usados, de forma compartilhada, pelos Estados, pelo Tribunal Regional Eleitoral, Tribunal de Justiça, Tribunal do Trabalho e Tribunal Federal. Os órgãos vão dividir o custo da manutenção das aeronaves. “Aumentamos a velocidade do processo e isso é sinônimo de evitar que aviões que custam mais de R$ 1 milhão virem sucata; o que mais temos no Brasil é sucata”, explicou o presidente da comissão executiva do Programa Espaço Livre, juiz Marlos Melek.

09:03:29
Rio adere ao Cidade Livre de Pirataria
“A prefeitura do Rio passa a integrar a partir de amanhã o projeto Cidade Livre de Pirataria, por meio do qual as prefeituras se comprometem com o Ministério da Justiça a adotar medidas locais de prevenção e repressão a esse tipo de crime.”

Agora conte aquela do papagaio fanho!

09:11:52
Demóstenes, blogs e a moral
Pelo que leio em alguns blogs, claramente petistas, a turma do mensalão não quer somente acabar com Demóstenes Torres – que já está politicamente morto, embora insepulto – mas, liquidar com o conceito de moralidade.

09:13:35
Marconi Perillo e Lei da compensação
Temendo o alcance da Operação Monte Carlo, Marconi Perillo (PSDB-GO) procurou petistas com acesso ao Palácio do Planalto para sinalizar que não disputará a reeleição em 2014. O governador busca fôlego para se defender das acusações de envolvimento com Carlinhos Cachoeira.
A PF suspeita que o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) atuava para ajudar o empresário na indicação de assessores para o governo de Goiás.
Apesar do gesto, nada indica que o PT se moverá para blindar o tucano no caso. O partido não digeriu o fato de Perillo ter dito, em 2005, que havia alertado o ex-presidente Lula sobre o esquema do mensalão.
Vera Magalhães/Folha de São Paulo

09:19:13
Denúncia atinge tucano que Lula detesta
Considerado pelo ex-presidente Lula seu maior adversário e a quem detesta, o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), teve seu nome envolvido pela Operação Monte Carlo, da Polícia Federal. Segundo a PF, Cachoeira usaria policiais ligados a ele para obter informações sobre investigações e as repassava à chefe de gabinete do governador, Eliane Pinheiro. Em nota, ela confirma que conhece o empresário de jogos, mas garantiu que não recebeu dele informações do gênero, e ainda destaca que a Eliane mencionada pela PF pode ser outra pessoa, uma advogada ligada aos investigados. O governador também divulgou nota afirmando desconhecer ligações de sua chefe de gabinete com Cachoeira. As informações são do jornal O Globo. Depois do senador Demóstenes Torres, Perillo é o segundo político de oposição aos governista petistas alcançado pelas investigações.

Lula sabia, sim – Marconi Perillo era detestado por Lula porque foi ele quem mostrou que o então presidente mentiu, ao afirmar que “não sabia” da coprrupção em seu governo batizada de escândalo do Mensalão. Senador na ocasião, Perillo contou que Lula sabia, sim, porque ele próprio se encarregou de avisá-lo do esquema de corrupção supostamemte chefiado pelo então ministro da Casa Civil José Dirceu, quando o ex-presidente visitava Goiânia e ele o recepcionara, na condição de governador. Perillo inclusive ofereceu a Lula o tstemunho de uma deputada federal goiana que que recebeu proposta de suborno para aderir ao esquema. Apesar disso, o ex-presidente jamais tomou qualquer providência para acabar o esquema que mais tarde disse desconhecer. Ele desenvolveu ódio pelo político tucano e fez de tudo para impedir sua vitória ao governo de Goiás.


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

Cid Gomes, Governador do Ceará poderá ser cassado por doações ilegais

Cid Gomes pode ser cassado por haver recebido doações ilegais na campanha

CID: ABUSO DE PODER, CORRUPÇÃO, FRAUDE, DOAÇÕES ILEGAIS…

O governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), pode ter o mandato cassado por haver recebido doação de duas empresas que têm autorização da Antaq (Agência Nacional de Transporte Aquaviários) para funcionar.

A lei proíbe empresas concessionárias ou permissionárias de serviço público de doarem recursos para campanhas eleitorais.

Cid Gomes agora é réu em ação de cassação de mandato, no Tribunal Regional Eleitoral.

Curiosamente, a ação corre em “segredo de Justiça”, sabe-se lá porquê.

Só a empresa CNA (Companhia de Navegação da Amazônia) doou ilegal e oficialmente R$ 500 mil, enquanto a Aliança Navegação e Logística contribuiu com R$ 200 mil.

As doações foram questionadas pela coligação PR/PPS, que ingressou com pedido de impugnação de mandato, apontando ainda outros fatos que indicariam abuso de poder econômico, corrupção e fraude na campanha do governador, como o uso de um jatinho da mesma empresa que tem contrato com o governo do Estado para transportá-lo.

A campanha informou à Justiça Eleitoral haver arrecadado R$ 28,9 milhões.

Coluna Claudio Humberto

Marconi Perillo: mais uma vestal do PSDB envolvido em caixa2 e mensalão

Nada se cria. Tudo se copia. Desde a descoberta de Marcos Valério pelo Senador Azeredo no mensalão mineiro, vire e mexe, aparece alguma vestal do PSDB envolvida no cínico “Delubiano” recursos não contabilizados.

Certamente os iracundos Tucanos irão argumentar que caixa 2 é diferente de mensalão e coisa e tal, e que o caso é diferente da quadrilha do PT, ou Perillo virá a público dizer que não sabia de nada.

A impressão que fica é que a corja petista tem quintas colunas infiltrados em todos os partidos. Todos “trabalham” a favor do apedeuta de Garanhuns. O grande chefe dos Tupiniquins e sua (dele) turma do PT devem estar rindo “à socapa” como diria Machado. O Assis.

Tenho a convicção que no Brasil o fundo do poço é somente um estágio

Argh!

O Editor


Gravação indica compra de apoio político por Perillo

Senador tucano afirma que conversas se referem a doações legais para a sua campanha em 2006

[ad#Retangulo – Anuncios – Direita]Gravações inéditas em poder do Supremo Tribunal Federal (STF) indicam que o vice-presidente do Senado, Marconi Perillo (PSDB-GO), montou esquema de compra de apoio político para garantir sua eleição, em 2006. Os diálogos, aos quais o Estado teve acesso, foram gravados pela Polícia Federal com autorização da Justiça. Perillo, que antes da campanha havia deixado o cargo de governador de Goiás, é alvo de inquérito no STF para apurar suposto caixa 2 e suspeitas de uso da máquina pública durante a eleição.

Nos relatórios, investigadores afirmam que os diálogos “demonstram a movimentação do alvo (Perillo) para obter dinheiro, visando o pagamento de dívidas de campanha e compra de apoio político”. A lista dos que teriam garantido apoio ao tucano em troca de dinheiro inclui vereadores e deputados federais e estaduais de Goiás.

As conversas sobre pendências financeiras prosseguiram após a eleição. De acordo com a investigação, o senador teve de recorrer a empréstimos para cumprir as promessas. Passado o pleito, telefonemas para cobrar pagamentos eram frequentes. Num deles, Francisco Sobrinho de Oliveira, que perdera a disputa por uma cadeira de deputado federal pelo PSDB, reclama dizendo que estava endividado.

“O “trem” seu todo dá uns quatrocentos?”, pergunta Perillo, segundo o relatório. Oliveira responde que suas dívidas já somavam R$ 750 mil. Perillo, então, diz que tem uma pessoa que vai “arrumar” parte do dinheiro. Em outra ligação, o senador diz ter conseguido R$ 100 mil emprestados, e avisa que não poderia dar mais porque precisava cumprir promessas feitas a outros políticos: “Eu posso ajudar mais se você arrumar quem queira ajudar.”

Ao ex-deputado Nédio Leite, que também lhe telefonara cobrando valores prometidos na campanha, Perillo garante que tentaria “resolver a totalidade ao invés de ser só aquela parte”. Ele pergunta se Nédio Leite, à época no PP, não sabia de alguém que pudesse lhe emprestar dinheiro e diz que poderia dar um cheque como garantia.

As cobranças se estendiam ao tesoureiro da campanha de Perillo, Lúcio Fiúza. Num telefonema, de acordo com o relatório da PF, o então deputado federal Pedro Canedo (PP), candidato à reeleição, cobra de Lúcio um “caminhão de arroz” . Em outro, Canedo reclama do atraso no pagamento e diz que o próprio Marconi lhe havia dito que “ontem ou hoje ia me passar”.

O então presidente da União de Vereadores de Goiás, Wolmer Tadeu Arraes, também ligou para cobrar. Usando o telefone do comitê de Perillo, o tesoureiro Fiúza fala com um pastor evangélico, identificado como César. Diz que precisava marcar encontro para “encomendar umas orações”. Em seguida, deixa de falar em código. “Metade agora e metade na outra semana”, afirma o tesoureiro ao pastor.

O senador foi gravado em conversas com juízes pedindo favores e recebendo pedidos. Uma juíza pede que Perillo interceda para evitar a transferência do marido, funcionário do governo. Em outro diálogo, é Perillo quem repassa a uma desembargadora pedido que recebera de uma prefeita.

A investigação detalha o que a PF classificou como uso da máquina pública na campanha. Assessores reservam aviões e helicópteros do governo para viagens de Perillo pelo interior goiano. Há registro, ainda, de voos para buscar Perillo em Búzios e Cabo Frio (RJ). As viagens eram tão frequentes que Perillo diz que pararia de usar aeronaves do Estado: “Podem usar isso no futuro.” A PF também acusa o tucano de utilizar policiais militares, pagos pelo Estado, para fazer sua segurança pessoal. As gravações foram autorizadas por uma juíza do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Goiás e, depois, pela ministra Ellen Gracie, do STF.

Outro lado

Ao Estado, Perillo disse ter resposta para todas as suspeitas lançadas pela PF e chanceladas pela Procuradoria Geral da República, que já ajuizou denúncia contra ele no STF. “Minha defesa está 95% pronta e no momento apropriado a apresentaremos”, afirmou. O senador diz que as conversas com políticos sobre dinheiro referem-se a doações legais. “Pedi a empresas doações para vários candidatos, algumas viabilizaram, outras não, e por isso que eles ligavam cobrando”. Ele nega o uso da máquina. “Se usei aviões do Estado depois que deixei o governo, foi a convite do governador.”

O ex-deputado Nédio Leite, nega ter vendido apoio político a Perillo em 2006 e diz não lembrar de conversas sobre dinheiro com o senador. “Tenho muita afinidade com ele”, afirmou. Wolmer Arraes e Francisco Sobrinho não foram localizados. O ex-deputado Pedro Canedo, hoje presidente da estatal Indústria Química de Goiás (Iquego), não deu retorno ao contato.

Rodrigo Rangel/Estadão
siga o Blog do Mesquita no Twitter

Partidos políticos. Todos chafurdam na mesma lama

Não adiantam furibundas atuações nas tribunas nem ante câmeras e microfones. A canalha é a mesma.

Toda a tralha, viciada em mamar nas têtas da nação brasileira, frequenta as mesmas ilicitudes e, somente quando a panela de pressão está prestes a estourar, suas (deles) ex-celências, deixam, a nós povinho da planície, contemplarmos um pouco da sujeira.

Argh!

Campanhas em SP ocultam R$ 42,7 milhões em doações

O eleitor paulistano jamais poderá identificar a origem de R$ 42.767.802,25 gastos nas principais campanhas à Prefeitura de São Paulo neste ano.

Essa é a soma de recursos repassados diretamente pelos partidos para os comitês municipais ou contas de campanha na eleição. Como na prestação apresentada ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral) são registrados como contribuição partidária, o verdadeiro doador não é revelado.

Na eleição, os comitês financeiros municipais do DEM, PT, PSDB, PPS e PP arrecadaram, juntos, R$ 71.226.669,87. Desses, R$ 37.110.204,51 – 52,10% – foram registrados como doações partidárias. Com isso, a origem de pelo menos metade dos gastos de campanhas à Prefeitura está oculta.

Além de R$ 8.739.936,66 enviados para o comitê, o PT doou outros R$ 5,7 milhões diretamente para a campanha de Marta Suplicy. Daí, a soma de R$ 42,7 milhões.

Para omitir seus colaborares, os partidos recorrem a uma intrincada engenharia. Os doadores dão dinheiro ao comando nacional dos partidos, que repassam para os comitês financeiros, que, por sua vez, abastecem as contas dos candidatos.

Pela lei, os partidos políticos têm até o último dia de abril para prestar contas ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Mas nelas só será possível saber quem contribuiu para determinada sigla. Não o beneficiário final do dinheiro.

da Folha de São PauloCatia Seabra

Eleições 2008 – Lista dos Vereadores Eleitos em Fortaleza

Saiu o resultado oficial com a lista dos vereadores eleitos, suplentes e não eleitos da cidade de Fortaleza, Ceará.

Segue abaixo os 100 mais votados…

NÚMERO NOME VOTOS SITUAÇÃO PARTIDO
50050 JOÃO ALFREDO TELLES MELO 14917 Eleito PSOL
31640 WALTER LIMA FROTA CAVALCANTE 11759 Eleito PHS
17123 JOSÉ DO CARMO GONDIM 11662 Eleito PSL
13234 GUILHERME DE FIGUEIREDO SAMPAIO 11282 Eleito PT
31190 VITOR PEREIRA VALIM 10996 Eleito PHS
40456 ELPIDIO NOGUEIRA MOREIRA 10520 Eleito PSB
40100 ELIANE NOVAES ELEUTERIO TEIXEIRA 10308 Eleito PSB
17618 MARIA LEDA MOREIRA E SILVA 10029 Eleito PSL
33133 MÁRIO HÉLIO PORTELA REINALDO 9843 Eleito PMN
15678 MARIA MAGALY MARQUES DANTAS 9813 Eleito PMDB
10000 GELSON FERRAZ DE MEDEIROS 9584 Eleito PRB
43789 ROBERTO MESQUITA DA SILVEIRA JÚNIOR 9223 Eleito PV
17333 LUCIRAM GIRÃO SALES 9198 Eleito por Média PSL
13132 JOSÉ ACRÍSIO DE SENA 9147 Eleito PT
13121 ANTONIO RONIVALDO DA SILVA MAIA 8818 Eleito PT
11696 CASIMIRO LEITE DE OLIVEIRA NETO 8766 Eleito PP
40624 FRANCISCO ANTONIO MARTINS NOGUEIRA 8372 Suplente PSB
17800 MARCÍLIO CATUNDA FERREIRA GOMES 8205 Suplente PSL
15555 PAULO GOMES CAMINHA MUNIZ 8154 Eleito PMDB
23680 GLAUBER LACERDA SINDEAUX 8102 Eleito PPS
12345 JOSÉ IRAGUASSÚ TEIXEIRA 8013 Eleito PDT
15610 CARLOS ALBERTO GOMES MESQUITA 8011 Eleito PMDB
33789 TOMAZ HOLANDA DE LIMA 7976 Suplente PMN
33000 JORGE VIEIRA 7890 Suplente PMN
17678 FRANCISCO MANGUEIRA SOBRINHO 7712 Suplente PSL
23667 JOSE CARLOS BESERRA DE CARVALHO 7586 Suplente PPS
22622 JOSÉ ADELMO MENDES MARTINS 7573 Eleito PR
13500 JOÃO SALMITO FILHO 7534 Eleito por Média PT
15615 MARCUS SÁVIUS TEIXEIRA SOUZA 7389 Eleito por Média PMDB
33666 ANTÔNIO HELDER COUTO BEZERRA 7357 Suplente PMN
25000 MAIRTON FÉLIX FERREIRA 7252 Eleito DEM
12333 PLACIDO SOBREIRA FILHO 6827 Eleito PDT
43123 CARLOS MAGNO BEZERRA SIDOU 6675 Eleito PV
13813 DEODATO JOSE RAMALHO JUNIOR 6626 Suplente PT
43321 JOAQUIM BESERRA DA ROCHA FILHO 6528 Eleito por Média PV
28193 JOAO BATISTA GOMES DA SILVA 6524 Eleito PRTB
45333 CARLOS ALBERTO DUTRA DA SILVA 6478 Eleito PSDB
15122 ANTÔNIO ELBANO CAMBRAIA 6271 Suplente PMDB
33333 ERENYLSON FAGATA FERREIRA SILVA 6205 Suplente PMN
65123 FRANCISCA ELIANA GOMES DOS SANTOS 6181 Eleito PC do B
70111 LEONEL ALENCAR JÚNIOR 6176 Eleito PT do B
31213 MARIA DE FATIMA SANTANA ARRAIS LEITE 6115 Suplente PHS
43999 FRANCISCO ERON MENDES MOREIRA 6072 Suplente PV
19999 ALIPIO RODRIGUES DE OLIVEIRA NETO 6064 Eleito PTN
45666 ANTÔNIO IDALMIR CARVALHO FEITOSA 6036 Suplente PSDB
40000 PAULO BARRETO RIBEIRO MINDELLO 6021 Suplente PSB
13613 JOSÉ MARIA ARRUDA PONTES 5930 Suplente PT
43456 LUIZ ADEMAR DIAS ARRUDA 5797 Suplente PV
15613 JOSE MAURILIO ASSÊNCIO DE ARAÚJO 5701 Suplente PMDB
43400 FRANCISCO CARLOS DE SANTANA FERNANDES 5658 Suplente PV
40140 ROGERIO DE ALENCAR ARARIPE PINHEIRO 5563 Suplente PSB
40123 JOSE ADAUTO ELOI DE ALMEIDA 5554 Suplente PSB
33500 FRANCISCO ADDLER PINHEIRO GOMES 5490 Suplente PMN
45000 AGEU DA COSTA RODRIGUES 5383 Suplente PSDB
40400 ANTONIO ALMIR DE SOUSA 5372 Suplente PSB
31369 TEREZINHA DE JESUS LIMA 5333 Suplente PHS
31620 LAVOISIER FÉRRER LIMA 5327 Suplente PHS
28678 FRANCISCO JOSE ALVES 5292 Suplente PRTB
36888 MARCELO DE OLIVEIRA MENDES 5172 Eleito PTC
12300 MARCIO EDUARDO E LIMA LOPES 5072 Suplente PDT
31555 JOSÉ CARLOS VASCONCELOS 5026 Suplente PHS
13123 VICENTE DE PAULO PINTO DA COSTA 5023 Suplente PT
44235 ADAIL FERNANDES VIEIRA JUNIOR 4991 Eleito PRP
31777 JOSE ELSON DAMASCENO 4988 Suplente PHS
43334 ELPIDIO LUÍZ PEREIRA NETO 4914 Suplente PV
40840 ROBERTO RIOS NOGUEIRA 4857 Suplente PSB
65789 FRANCISCO EVALDO FERREIRA LIMA 4809 Suplente PC do B
36111 CIRO ALBUQUERQUE MARQUES 4770 Eleito PTC
19111 ANTONIO HENRIQUE DA SILVA 4702 Eleito PTN
70234 PAULO DE TARSO FACÓ BEZERRA 4657 Eleito PT do B
50111 ANTONIA GUEDES CABRAL AGUIAR ROCHA 4637 Suplente PSOL
45617 JOSÉ ALRI RODRIGUES NOGUEIRA 4508 Suplente PSDB
25678 ANTÔNIO DA SILVEIRA MACHADO NETO 4474 Eleito por Média DEM
43777 GERMANA LIMA FONTENELE SOARES 4341 Suplente PV
19000 JOSE DA SILVA FREIRE 4321 Eleito por Média PTN
19190 AUDIZIO OLIVEIRA SILVA 4137 Suplente PTN
65656 MARIANO ARAUJO FREITAS 3960 Suplente PC do B
43000 LAERTE PINHEIRO JÚNIOR 3841 Suplente PV
13131 RAIMUNDO JOVANIL PEREIRA OLIVEIRA 3728 Suplente PT
65444 JOÃO RICARDO FRANCO VIEIRA 3658 Suplente PC do B
13031 MOACIR TAVARES MARTINS FILHO 3655 Suplente PT
15190 DELADIER FEITOSA MARIZ 3641 Suplente PMDB
19100 FRANCISCO WELLINGTON SABOIA VITORINO 3503 Suplente PTN
33777 FÁBIO RUBENS MARQUES RAMOS 3481 Suplente PMN
70190 GERONCIO DE SOUSA COELHO 3456 Suplente PT do B
44678 BENZALIEL CONSTANT DO NASCIMETO 3434 Eleito por Média PRP
11000 JAIME CAVALCANTE DE ALBUQUERQUE FILHO 3428 Suplente PP
14333 FRANCISCO VALDETE VASCONCELOS ARAÚJO 3419 Eleito PTB
19777 MARIA AMELIA BEZERRA DE MOURA NUNES 3402 Suplente PTN
19333 JADAS REIS 3385 Suplente PTN
36220 EDSON NOGUEIRA BERNARDINO 3327 Suplente PTC
70789 JONH SANTOS MONTEIRO 3277 Suplente PT do B
36636 LUIS ÁTILA DE HOLANDA BEZERRA 3276 Suplente PTC
27633 RAIMUNDO PONTES FILHO 3257 Não eleito PSDC
36555 ANTONIO MAURICIO BEZERRA 3043 Suplente PTC
43611 JOÃO DA CRUZ SILVA 3030 Suplente PV
44810 IBERNON DA PAZ MONTEIRO 2991 Suplente PRP
44623 LUCIMAR VIEIRA MARTINS 2960 Suplente PRP
36001 SILVIO SÉRGIO ARAÚJO HOLANDA 2931 Suplente PTC
31222 FRANCISCO CUNHA SALDANHA 2863 Suplente PHS

(Obs.: Dados gerados em 06/10/08 sujeitos a alteração)

Resultado Final das Eleições 2008 de Fortaleza

Veja aqui o resultado oficial das eleições 2008 para prefeito da cidade de Fortaleza, Ceará.

NÚMERO NOME VOTOS SITUAÇÃO %VÁLIDOS PARTIDO
13 LUIZIANNE DE OLIVEIRA LINS 593.778 Eleito 50,160 PT
25 MORONI BING TORGAN 295.921 Não eleito 25,000 DEM
12 PATRICIA LUCIA SABOYA FERREIRA GOMES 183.136 Não eleito 15,470 PDT
50 RENATO ROSENO DE OLIVEIRA 67.080 Não eleito 5,670 PSOL
20 FLORENCIO NUNES NETO 22.874 Não eleito 1,930 PSC
36 JOSÉ RIBAMAR AGUIAR JÚNIOR 8.232 Não eleito 0,700 PTC
23 SERGIO BRAGA BARBOSA 6.235 Não eleito 0,530 PPS
22 ADAHIL BARRETO CAVALCANTE SOBRINHO 4.828 Não eleito 0,410 PR
21 JOSÉ CARLOS VASCONCELOS 1.636 Não eleito 0,140 PCB

Fonte: TRE-CE
(Obs.: Dados gerados em 06/10/08 sujeitos a alteração)

Acompanhe agora a apuração “ao vivo” em todo o país

Caso você não queira instalar o “DIVULGA 2008“, programa do TSE / TRE que possibilitar acompanhar, em tempo real, os resultados das eleições em todo o país, nossa dica é visitar a página especial do UOL, que possibilita acompanhar as apurações sem precisar instalar programas.

Clique no link abaixo para ver o
Painel dos resultados da apuração do 1º turno de todo o País

Baixe o Programa do TSE / TRE para acompanhar “ao vivo” os resultados das Eleições 2008

ATUALIZAÇÃO: Para quem deseja acompanhar “ao vivo” a apuração das Eleições 2010 pode baixar o programa do TSE Divulga2010

Para quem deseja ver e acompanhar em tempo real um de nossos maiores orgulhos na área de tecnologia da informação (apuração das eleições 2008 ao vivo), fica a nossa dica (ler mais abaixo) para o download do divulga 2008, software que permite o acompanhamento em tempo real os resultados da apuração das Eleições Municipais 2008.

A promessa, a exemplo das eleições anteriores, é termos computados até a meia-noite do domingo, ou seja, no mesmo dia, quase (senão todos) os votos.

Direto do Site do TSE

O Divulga 2008 é a aplicação desenvolvida pelo TSE, para acompanhamento dos resultados das Eleições 2008.

A aplicação permite o acompanhamento da votação dos municípios, estados e Brasil. Apresenta, ainda, dados estatísticos de candidatos e partidos.

As informações estarão disponíveis na manhã do dia da eleição.

Para maiores informações, baixe o instalador e acesse o help (ajuda) da aplicação.

Para baixar o programa, clique no link abaixo:

Instalador do Divulga 2008
(arquivo compactado em formato ZIP. 4,34 MB)

Ajuda (Help) do Divulga 2008
(arquivo compactado em formato ZIP. 381 KB)