Sylvia Plath – Versos na tarde – 16/02/2014

Eu sou vertical Sylvia Plath ¹ Mas não que não quisesse ser horizontal. Não sou árvore com minha raiz no solo Sugando minerais e amor materno Para a cada março refulgir em folha, Nem sou a beleza de um canteiro Colhendo meu quinhão de Ohs e me exibindo em cor, Desconhecendo que me despetalo em … Continued

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , , , ,