Twitter: desabafo em post provoca demissão de passageiro por suspeita de terrorismo

Post no Twitter causa 2 demissões seguidas

Depois de desabafar no Twitter após atraso de vôo, homem foi preso e perdeu dois empregos.

A história chamou a atenção da mídia em janeiro deste ano.

O britânico Paul Chambers, 28 anos, deveria pegar um avião no dia 6 mas uma forte nevasca interrompeu seus planos de viajar para a Irlanda.

Irritado, ele postou em seu perfil do Twitter: “Aeroporto de Robin Hood (Doncaster) está fechado. Vocês têm uma semana e pouco para arrumar a **** das suas coisas, ou mandarei o aeroporto para os ares”.[ad#Retangulo – Anuncios – Direita]

A mensagem acabou chamando a atenção da polícia, que prendeu Chambers no dia 13 de janeiro e, depois de um longo interrogatório, o teria proibido de usar o aeroporto de Doncaster por toda sua vida.

Mas seus problemas não acabaram por aí…

Segundo informações do site The Register, mesmo depois que a equipe do aeroporto assegurou que o tuíte de Chambers não foi considerado uma ameaça real e em nada afetou as operações de pouso e decolagem daquele dia, um processo foi instaurado.

O resultado? Por estar sendo processado, o homem perdeu seu emprego antes mesmo de ser julgado.

O problema é que, quando foi condenado pela corte de Doncaster a pagar £1,000 pelo incidente, Chambers acabou demitido de um segundo emprego antes mesmo de recorrer da decisão.

Sua apelação está marcada para 24 de setembro.

Paula Rothman/Info OnLine