Clodovil piora e está em coma profundo

Parlamentar sofreu uma parada cardiorrespiratória de 5 minutos à tarde.
Ele mantém seus sinais vitais por aparelhos e medicamentos, diz médico.

O estado do deputado Clodovil Hernandes (PR-SP) piorou na tarde desta segunda-feira (16). De acordo com a equipe médica, ele teve uma parada cardiorrespiratória de cerca de cinco minutos por volta das 14h15. O neurocirurgião que cuida do caso, Benício Oton de Lima, afirmou que o parlamentar, caso sobreviva, terá sequelas graves.

O deputado, que tem 71 anos, foi levado ao hospital por um assessor parlamentar por volta das 8 horas da manhã após ter sido encontrado ao lado de sua cama, em seu apartamento. Clodovil teve um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico durante a madrugada e foi submetido a um procedimento de drenagem do sangue por meio de um cateter ainda pela manhã.

Um dos membros da equipe, o médico Alan Ricardo Coutinho Ferreira, que já havia classificado o risco de morte como “muito alto”, relatou a piora no quadro. “O quadro clínico se agravou durante o período da tarde. Por volta das 14h15 ele sofreu uma parada cardiorrespiratória que foi rapidamente revertida. Ele está em coma profundo e mantém seus sinais vitais por equipamentos e medicação.”

Para o neurocirurgião Benício, a chance de sobrevivência é pequena. “Em casos semelhantes, a taxa de mortalidade é muito elevada.” Ele afirmou que, caso isso ocorra, o deputado não deverá ter condições de falar ou andar. “O risco de sequela é muito elevado. Ele seria incapaz de tocar uma vida útil.”

Solidariedade
A assessoria de imprensa de Clodovil informou que os presidentes da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), e do Senado, José Sarney (PMDB-AP), telefonaram para o hospital para prestar solidariedade. O senador Arthur Virgílio ( PSDB-AM) também telefonou para ter notícias do colega.

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Arnaldo Versiani foi outro que telefonou para o hospital. Ele foi o relator do processo de infidelidade partidária contra Clodovil. Alguns assessores afirmam que o parlamentar havia passado mal na sexta-feira (13), dia posterior ao julgamento, no qual foi absolvido.

De acordo com a assessoria, o parlamentar tem uma relação distante com a família. Por isso, nenhum parente teria buscado informações. Amigos, no entanto, telefonaram com frequência para os assessores. De acordo com eles, a primeira a ligar foi a diretora de televisão Marlene Mattos.

do G1

Clodovil depois do AVC entra em coma

No primeiro boletim divulgado pelo Hospital Santa Lúcia sobre o estado de saúde do deputado federal Clodovil Hernandes (PR-SP), os médicos informam que o parlamentar se encontra em coma, no nível 5, em uma escala que vai de 3 a 15, em que os números menores correspondem a um quadro de maior gravidade.

De acordo com o médico intensivista Alan Ricardo Ferreira, o parlamentar sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico, com sangramento cabeça profundo e intenso na cabeça. Nesses casos, segundo Ferreira, não é indicada cirurgia para abrir a caixa craniana a fim de reduzir a pressão no cérebro. Ele explicou que, por isso, a equipe que atende o deputado optou por colocar um cateter para drenar o sangue na região.

Segundo o médico, o procedimento foi bem-sucedido e agora, é preciso esperar a reação de Clodovil. “Os procedimentos foram feitos da forma mais precoce possível, temos que esperar os efeitos”, afirmou Ferreira.

Ele disse ainda que, no momento não há como avaliar possíveis seqüelas, e que, apesar do estado grave e delicado, a equipe médica acredita na recuperação do deputado. O próximo boletim sobre o estado do parlamentar será divulgado às 17h desta segunda-feira (16).

do JC