Internet censurada pela justiça no Espírito Santo

Justiça censura site capixaba que publicou denúncias contra juízes

Depois de dar total cobertura jornalística às mazelas do Poder Judiciário do Espírito Santo, bem como a um suposto “esquema de perseguição judicial” a advogados e a cidadãos capixabas nos juizados estaduais, o site noticioso capixaba www.seculodiario.com.br sofreu esta semana, por meio de uma liminar judicial, “censura” à liberdade constitucional de imprensa. O site foi obrigado a tirar do ar matérias que tinham dois juízes capixabas como personagens centrais.

Cezar Britto, presidente do Conselho Federal da OAB, telefonou para o proprietário do site condenando a agressão às liberdades democráticas e “solidarizando-se” com seus jornalistas diante do retrocesso democrático no Espírito Santo.

Coluna Claudio Humberto

Olhe essa – Pena de morte

OAB: pena de morte não reduz criminalidade.

O presidente nacional da OAB, Cezar Britto, acha que a saída para o problema da criminalidade no Brasil não está relacionada à redução da maioridade penal e nem diretamente ao endurecimento das penas, como, por exemplo, a aplicação da pena de morte. Ele fez a afirmação ao comentar o resultado da Pesquisa Datafolha, onde 55% dos entrevistados se disseram favoráveis à pena de morte, enquanto 40% são contra a prática. Para Britto, a solução passa pela existência de um Estado muito mais presente e participativo, fornecedor de saúde, educação e segurança e que iniba a sensação de impunidade, hoje evidente no país. “Não é a dureza da pena que desestimula o bandido, é a sensação de impunidade que o estimula”, afirmou.