Poesia,BlogdoMesquita

Fátima Lima – Tirania – Poesia

Tirania
Fátima Lima

Antes onde era noite se fez um dia
E o que veio depois ninguém sabia
Apenas a luz fraca
A janela vazia
Apenas os recortes
De uma velha tirania
Agora….
Surge um véu na memória
E a desculpa é a mesma:
Recomece a estória…
Mas no fundo dos olhos
Uma cor pardacenta
Me delata a intenção
Do meu tempo inverter
Do meu reino tomar…
E tentar dominar outra vez!

Foto:Bone-Chilling