Estrangeiros compram 6 Mônacos por dia no Brasil

Amazônia Brasil Blog do MesquitaBrasil: da série “Acorda Brasil”!

Enquanto a cigarra canta, as formiguinhas “verdes” vão trabalhando e comprando a “terras brasilis”.

Por dia, estrangeiro compra “6 Mônacos” de terra no Brasil.
De Eduardo Scolese:

A cada hora, fazendeiros e investidores estrangeiros têm comprado ao menos 0,5 km2 de terras brasileiras. Isso significa que, ao final de um dia, 12 km2 estarão legalmente em mãos de pessoas físicas ou jurídicas de outras nacionalidades.

Isso equivale a uma área semelhante a seis vezes o território de Mônaco (com área de 1,95 km2) ou a 7,5 vezes a extensão do parque Ibirapuera (área de 1.584 km2).

O ritmo da chamada “estrangeirização” de terras foi medido pela Folha a partir de dados do SNCR (Sistema Nacional de Cadastro Rural) num intervalo de seis meses, entre novembro de 2007 e maio de 2008.[ad#Retangulo – Anuncios – Direita]

Nesse período, estrangeiros adquiriram pelo menos 1.523 imóveis rurais no país, numa área somada de 2.269,2 km2.

No mesmo intervalo, eles se desfizeram de ao menos 151 imóveis rurais, que totalizam 216 km2.

Entre compras e vendas, o saldo é de 1.372 imóveis a mais na mão de estrangeiros -2.053,2 km2.
Fonte:Folha de S.Paulo

Belo Monte é um belo monte de encrencas

Brasil: da série “acorda Brasil!”

Como é que um empreendimento de 19 BILHÕES de reais não suscita o menor debate no Senado dessa infeliz República dos Tupiniquins?

A Usina de BELO MONTE é um Belo Monte de encrencas. PSDB cala, para PT em troca não remexer no caso da Vale do Rio Doce.

Acordo imoral. PT e PSDB são siameses!

Triste Brasil! Ficar resumido a José Serra ou Dilma Rousseff!

Argh!

PMDB vai meter a mão na verba de duas Argentinas

Brasil: da série “Acorda Brasil”!

Veja só, meu desavisado e caro, bote caro nisso, leitor. Você aí, ainda encantado com o gol que o Robinho enfiou na “azzura”, com o frangaço, ops, fracasso, do Filipão no Chelsea, nem desconfia quem, como e onde, mete a mãozona, a boca e tudo mais que servir, no seu, no meu, no nosso sofrido dinheirinho.

Com essa turma — quem sabe não acabem enquadrados no crime de formação de quadrilha?que está citada na reportagem aí abaixo, só gritando “Valha-me Deus”!

PMDB vai administrar mais de duas Argentinas
Orçamento nas mãos dos peemedebistas corresponde a mais do que o dobro do dinheiro público gasto pela Argentina em 2008

O dinheiro público administrado pelo PMDB em 2009 ultrapassa em mais de duas vezes o orçamento federal da Argentina. Sem contar as prefeituras, o partido controla cerca de R$ 258,9 bilhões, divididos em seis ministérios, sete governos estaduais, a Câmara e o Senado.

Com muito dinheiro na mão, os peemedebistas se fortalecem para a disputa de 2010. As eleições de José Sarney e Michel Temer para o comando do Legislativo têm o objetivo de assegurar também o domínio político.

A Argentina tem um orçamento federal correspondente a R$ 106 bilhões. O caixa bilionário administrado pelo PMDB equivale a 16,1% de todo o dinheiro previsto para ser gasto este ano pelo governo federal, R$ 1,6 trilhão, sem contar o corte de R$ 37 bilhões anunciado pelo Ministério do Planejamento.

Apesar do tesouro nas mãos, o partido quer mais. A voracidade do PMDB por cargos e verbas aparece nos sinais emitidos por senadores e deputados ligados aos grupos de Sarney, no Senado, e Temer, na Câmara. As duas alas travam, também, uma disputa interna por postos já ocupados por peemedebistas.

Na Infraero, por exemplo, o PMDB concorre com o PTB, partido do senador Gim Argello (DF), um dos articuladores da vitória de Sarney. Os petebistas estão de olho na diretoria comercial da estatal, mas os peemedebistas querem a presidência e demais diretorias da empresa, subordinada ao Ministério da Defesa, pasta sob o comando de Nelson Jobim, do PMDB.

Internamente, o nome mais cotado para o lugar do brigadeiro Cleonilson Nicácio é Rogério Abdala, atualmente na Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), também na cota do PMDB. O nome de Abdala já teria aval duplo de Sarney de Temer, além da aprovação de Jobim.

Câmara

Com a vitória de Temer, o grupo comandado pelo deputado Eduardo Cunha (RJ) ganhou força nas disputas para ocupar as presidências das comissões temáticas mais importantes da Câmara. Pela composição do bloco que elegeu Temer, o PMDB tem na sua mão as primeiras doze escolhas das vinte comissões permanentes.

Continue lendo

Ziraldo, mamatas e a Comissão de Anistia

Brasil: da série “Acorda Brasil”!

Um dos melhores negócios no Brasil é fazer parte da  bolsa “coitadinho-vítima-de-perseguição-do-regime-militar”.

[ad#Retangulo – Anuncios – Esquerda]O gestor desse baú sem fundo é uma tal, explorada pelos mamadores dessa terra varonil, de Comissão de Anistia.

Esse distrupiço (em cearencês é o mesmo que coisa mal feita, mostrengo, indecência) continua, inclusive por outros caminhos, fazendo a festa no bolso dos coitadinhos tipo Ziraldo, Carlos Heitor Cony, Jaguar, Chico Mendes — esse das profundas da Amazônia, propiciou a invenção da ‘bolsa viúva de perseguido político’ e outros que se dizem vítimas de perseguição política.

Claro que a grana sai do seu, do meu, do nosso sofrido dinheirinho. Agora, mais uma vez, o Ziraldo, que já recebeu uma bolada além de pensão vitalícia de 3mil e cacetada de reais, vai mamar mais uma vez nas têtas da pátria mãe indefesa.

Não cabe mais nem o indignado Argh! Só o bom e velho ARRE ÉGUA!!!

Olhem só, aí abaixo, a conta que os Tupiniquins terão que pagar pro “Menino Sabidinho”.

Papai Noel do Ziraldo

Após pagar R$ 1 milhão e 854 mil pelos direitos autorais do Ziraldão, a TV Pública deu mais um reforço às finanças do chargista: contratou o próprio Ziraldo por R$ 150 mil para apresentar a série televisiva.

coluna Claudio Humberto

Brasil cria a viúva verde

Brasil: da série “Acorda Brasil”!

Realmente…., como cantava a finada banda Blitz…

Na taba dos Tupiniquins, suas (deles) ex-celências, não nos deixa tomar fôlego, que perdemos, diuturnamente, espantados que ficamos ante as mais “criativas” e inacreditáveis normas paridas no planalto central.

Pronto! E cria-se a viúva verde

A Comissão de Anistia do Ministério da Justiça aprovou ontem (10), por unanimidade, o pedido de anistia política a Chico Mendes. Segundo Tarso Genro, que acompanhou o ato em Rio Branco, no Acre, a anistia de Mendes “é a confirmação de que existe processo democrático no Brasil”.

Izamar Mendes, a viúva verde, e seus dois filhos receberão uma indenização de R$ 337,8 mil e mais uma pensão mensal vitalícia de R$ 3 mil.

Adriana Vandoni – blog Prosa e Política

PT e PSDB: a corja é a mesma

Brasil: da série “Acorda Brasil!”

E ainda encontro quem acredita em Papai Noel, Mula sem Cabeça, e que “trabalhamos pelo bem do povo”…

Pilantropia e Pilantragem
Nada mais parecidos que petistas e tucanos.

Impressionante!!!

Pois não é que essa cambada – que diante das câmeras se entre devoram -, nas caladas das sarjetas onde habitam se macomunam para garfar os cofres públicos?

Às voltas com dívida monumentais com a Receita Federal, os mafiosos dirigentes das nefandas agremiações partidárias, os inefáveis PT e PSDB, trama um golpe: querem ser incluídos na medida provisória 446.

A imoral Medida Provisória, também conhecido como a MP da Pilantropia, urdida nas catacumbas solertes do Palácio do Planalto, concede graciosa anistia fiscal para entidades filantrópicas. A “boutade” com o seu, o meu, o nosso sofrido “guaraminguá”, implicará em uma renúncia fiscal – rombo, no popular – de “apenas” R$ 5 bilhões.

Argh!

Ongs – a farra continua

Brasil: da série “Acorda Brasil!”

Somente na Amazônia elas são 100 mil. Isso mesmo 100 mil Ongs operam na Amazônia.

Outras milhares atuam nas mais diversas áreas e regiões da taba dos Tupiniquins. Todas sem qualquer copntrole operacional e financeiro. A CPI que tenta identificar essas organizações e saber o destino de milhões de reais que são drenados do poder público para as caixas pretas destas medusas, não consegue decolar no Congresso Nacional.

E bate o bumbo!

Da coluna Claudio Humberto

Índios criam ONGs e faturam alto

Índios de diversos estados, e até do DF, criaram Organizações Não-Governamentais para arrancar dinheiro do governo: documento em poder desta coluna relaciona ONGs inadimplentes há anos, dirigidas por lideranças indígenas, como a Federação do Rio Negro (Foirn), que desde 2002 tomou quase R$ 40 milhões e ainda não prestou contas da grana. A média de repasse é de R$ 5 milhões por ONG.

Petrobras, pré-sal e capital americano

Brasil: da série “Acorda Brasil”!

A mesma turma de facínoras, mudaram os componentes, que nos anos 50 tentou inviabilizar a Petrobras, agora tenta colocar a mão na maior reserva de petrólio já descoberta nos últimos anos – as megabacias descobertas no pré-sal, na bacia de Santos, SP, têm reservas estimadas de até 50 ou 100 bilhões de barris.

Então, os Tupiniquins, temos que ficar atentos. E fortes!

Enquanto estiver embaixo da terra, o petróleo é da União. 62% do capital da Petrobras são privados e, desses, 50% são de americanos.