Samrat Yantra: o maior relógio solar do mundo

Apaixonado por matemática e astronomia o marajá Jai Shing II, da Índia, tinha conhecimento do que os gregos da antiguidade haviam desenvolvido em instrumentos para fazer medições.

No princípio do século XVIII, mandou construir na Índia cinco grandes observatórios astronômicos em Jaipur, Mathura, Urjain, Varanasi e Nova Delhi. Dos cinco, ainda existem quatro, tendo sido destruído somente o de Mathura.

Vários instrumentos de grande escala, construídos em pedra, compunham esses observatórios. Os conjuntos de engenharia foram construídos de acordo com as posições e movimentos dos astros, sendo que o maior deles está em Jaipur, e possui quinze instrumentos, entre os quais um gigantesco relógio de sol – o Samrat Yantra.

A construção principal é composta de uma rampa de alvenaria, formando um triângulo retângulo com 25 metros de altura, e de um arco com 13 metros virado para cima.

O triângulo, alinhado com o meridiano do local, projeta a sua sombra sobre a superfície curva do arco.

Esta superfície, de 3 metros de espessura, é um mostrador construído em mármore polido onde foram feitas milhares de incisões correspondentes a unidades de tempo. O instrumento tem uma inacreditável precisão, registrando a hora através da posição do sol com uma variação de no máximo de 2 segundos.


[ad name=”Retangulo – Anuncios – Duplo”]

Share the Post: