Fatos & Fotos – 09/01/2021

Sua zona de conforto, questão de tempo e lugar, haverá de esgarçar seus sonhos.

Boa noite
O remorso
Jorge Luis Borges

Eu cometi o pior dos pecados
que um homem pode cometer. Eu não fui
feliz. Que o frio do esquecimento
arraste-me para baixo e me perca, implacável.

Meus pais me criaram para o jogo
arriscado e bonito de vida,
para terra, água, ar, fogo.
Eu os decepcionei. Eu não estava feliz. Realizado

não era sua jovem vontade. Minha mente
foi aplicado ao teimoso simétrico
da arte, que tece ninharias.

Eles me deram coragem. Eu não fui corajoso.
Não me abandona. Está sempre ao meu lado
A sombra de ter sido infeliz.


Claude Monet,Œillets et clématites dans un vase de cristal,1882 – 56X35cm


Laboratório brasileiro planeja começar a fabricar vacina russa na próxima semana. Os governos da Bahia, Paraná e Piaui farão parceria com a empresa na realização dos testes clínicos.

A farmacêutica brasileira União Química planeja começar a produzir a vacina russa Sputnik V para covid-19 no Brasil já na próxima semana e produzir até 8 milhões de doses por mês, disse o diretor de negócios internacionais Rogério Rosso nessa sexta-feira.

A empresa privada, com unidade de vacinação em Brasília, se prepara para solicitar autorização de uso emergencial do órgão regulador sanitário Anvisa para a vacina desenvolvida em Moscou.

A União Química solicitou na semana passada a aprovação para realizar os ensaios clínicos Fase III no Brasil, que é necessária para o licenciamento da vacina no país.


A arte de Artur Bispo do Rosário


Cidades com até 20 mil habitantes registram crescimento de 500% no número de mortes por Covid
O percentual de mortes no Brasil como um todo foi menos da metade no segundo semestre.


Pintura de Frank W Benson,1895


Foto do dia – Pierre Pellegrini


Reconheçamos: nem o Trump nem Bolsonaro se elegeram sem que os eleitores soubessem exatamente que tipo de b*sta estavam elegendo. Os dois tenebrosos não enganaram ninguém.


Espero que os eleitores, apoiadores, idólatras e também os insensatos, prestem atenção que tipo de governo estão cevando. Enquanto líderes mundiais se deixam fotografar recebendo a vacina contra a covid, Vácuo Mental decreta que sua(dele) caderneta de vacinação permaneça sob sigilo por 100 anos. A pergunta que não quer calar é: por quê?


Escultura de Mikhail Gubin


Arthur Lira presidente da Câmara dos Depufedes? Caso esse elemento, da gangue do Vácuo Mental, seja eleito Presidente da Câmara dos Deputados, ocupará o terceiro posto na hierarquia da República. No currículo: rachadinha: propina e violência doméstica. Só!


É hora de alugar, não comprar, eletrônicos? O lixo eletrônico é um problema crescente. Mas se os fabricantes mantivessem a propriedade de seus produtos e os alugassem para nós, a reciclagem poderia fazer sentido para os negócios. Em 2020, geramos um recorde de 53,6 milhões de toneladas métricas de lixo eletrônico.


Como está não dá. Ou esse general incompetente pede para passar para a reserva, ou deixa o Ministério da Saúde. Como está, o prestígio das FFAA continuará ladeira abaixo. O certo é que o Exército Brasileiro não pode continuar submetido a vexames e humilhações.


Pintura de Karen L Darling


O Vácuo Mental, Bolsonaro, é tão caótico que prefere agradar a parcela amalucada de seus apoiadores antivacina, do que tentar capitalizar em cima das vacinas que a imensa maioria da população aguarda. Isso tudo com a ideia de defender uma liberdade da qual ele nunca foi partidário.


Escultura de Francisco Rebajes
The Kiss,1940,aço


Motocicleta Steampunk

O movimento steampunk, misto de ficção científica e  arte, foi adotado por artistas no anos 80 e, para alguns, a partir da “atmosfera” do magnífico “ Blade Runner”.

Muito dos objetos desembocaram em peças que adornaram filmes como Mad Max e, mais sofisticadamente elaborados, na série Guerra nas Estrelas.
Quem quiser conhecer melhor o movimento “steampunk” há uma matéria no Boston Globe, que disserta sobre o movimento.

Como obra de arte o movimento steampunk faz uma especulação sobre o que aconteceria se a tecnologia da informação tivesse surgido no século XIX e, em vez da eletrônica, usasse o vapor.


Pintura de Odilon Redon


 

José Mesquita

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e designer gráfico e digital.

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e “designer”.

Bacharel em administração e bacharelando em Direito.

Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior.

Mais artigos

Siga-me