Avião fretado por Tasso é pago com dinheiro do senado


senador-tasso-jereissati-jato-aviao-dinheiro-senado

Da série “O tamanho do buraco”

Desde 2005, quase R$ 500 mil foram usados pelo tucano, que diz ter autorização especial

Ex-presidente do PSDB, que tem avião próprio, afirma que aproveita a verba não utilizada de passagens aéreas para fretar jatos

De Fernando Rodrigues e Fábio Zanini:


Você leu?: Mineração de pequena escala, impacto ambiental de grande escala


O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) tem o hábito de usar parte de sua verba oficial de passagens aéreas para fretar jatinhos que são pagos com recursos do Senado. O ato da direção da Casa que regula o benefício não permite esse tipo de procedimento, mas o tucano diz ter obtido autorização especial para fazer as suas viagens.

Entre 2005 e 2007, Tasso gastou R$ 335 mil. Depois, as despesas foram publicadas sem registro de seu nome. De lá para cá, foram mais R$ 134 mil, totalizando R$ 469 mil, segundo o Siafi (sistema de acompanhamento do Orçamento).

O senador confirmou à Folha que foi usuário de jatinhos fretados e bancados com o dinheiro do Senado nos últimos quatro anos, mas enviou documentos em que assume gastos menores: R$ 358 mil. Tasso tem o seu próprio avião, um jato Citation. Ele afirma que recorre a fretamentos quando o seu está indisponível.

Ele diz que a autorização foi obtida após o envio de ofícios para o então diretor-geral da Casa, Agaciel Maia. As brechas foram autorizadas pessoalmente pelo primeiro-secretário da Casa entre 2005 e 2008, Efraim Morais (DEM-PB), sem consulta à Mesa Diretora.

Há dois meses, o Senado enfrenta acusações em série contra congressistas e diretores. Agaciel foi o primeiro a cair, após a Folha revelar que ele mora numa casa de alto valor não declarada em Brasília. O jornal também mostrou que servidores receberam hora extra em janeiro, quando a Casa estava em recesso.

Tasso diz que aproveita o saldo de passagens não usadas para fretar jatos. Por mês, ele tem direito a R$ 21.230, o que daria para voar nove vezes entre Brasília e Fortaleza, pela tarifa mais cara da TAM (R$ 2.379).

O senador afirma que em 2005 e 2006 o uso de jatos fretados foi alto (há nove registros de pagamento) em parte porque na época ele presidia o PSDB. Admite, assim, ter usado a verba de passagens do Senado para viagens partidárias.

Foram pelo menos 16 pagamentos feitos pelo Senado desde 2005. A ONG Contas Abertas, especialista em analisar o Orçamento, fez pesquisa em todas essas despesas. Tasso só aluga jatinhos da empresa TAM. Nem sempre há a identificação dos trechos voados nem se os valores pagos se referem a uma ou a mais viagens.

Apesar de ele ser do Ceará, em três oportunidades os pagamentos do Senado foram para que o tucano viajasse no trecho “São Paulo-Rio-São Paulo”.

Não há uma tabela de preços para os chamados voos executivos no mercado. As empresas costumam fazer preços especiais para viajantes frequentes. Também depende do número de assentos do aparelho escolhido. Em geral, um voo de ida e volta de São Paulo ao Rio varia de R$ 15 mil a R$ 25 mil.

do Noblat

Postado na categoria: Brasil, Comportamento, Política, Transportes - Palavras chave: , , , , , , ,

Leia também:

Açaí; você prefere com granola, banana ou trabalho infantil?
Açaí; você prefere com granola, banana ou trabalho infantil?

A  profissão de peconheiro está entre as mais perigosas do país.

January 10, 2020, 12:20 pm
Fatos & Fotos - 19/01/2020
Fatos & Fotos - 19/01/2020

Officium mihi molestum sit

January 19, 2020, 12:07 pm
O que os deputados e senadores mais ricos do Brasil pensam sobre a desigualdade tributária
O que os deputados e senadores mais ricos do Brasil pensam sobre a desigualdade tributária

Dando vida à máxima de que dinheiro atrai dinheiro

January 15, 2020, 11:10 am
19 fatos que marcaram o clima em 2019
19 fatos que marcaram o clima em 2019

Grile, que o Jair garante

January 5, 2020, 12:28 pm
Mineração de pequena escala, impacto ambiental de grande escala
Mineração de pequena escala, impacto ambiental de grande escala

Os crimes contra o meio ambiente têm recebido cada vez mais atenção

January 16, 2020, 12:36 pm
Meio Ambiente: Degradação da Amazônia já chegou a ponto irrecuperável
Meio Ambiente: Degradação da Amazônia já chegou a ponto irrecuperável

16% da floresta serão queimados daqui para a frente

January 13, 2020, 5:00 pm