O Photoshop a serviço da fraude.

A foto original, sem retoques.

A foto “made in” Photoshop. Os rolos de fumaça são semelhantes.


Para aumentar a dramaticidade de sua foto retratando o atual conflito no Líbano, o
fotógrafo freelancer Adnan Hajj, da agência de notícias Reuters, utilizou o poder de edição de imagens do software Photoshop.

A fraude fotográfica obrigou a agência a pedir desculpas e retirar as imagens do fotógrafo do banco de dados da Reuters.

Trabalhando para a Reuters dese 1993, Hajj, sempre foi reporter de eventos esportivos.

A agência, declarou, que a partir de agora, parece coisa de Brasil, todas as fotos oriundas da região do conflito só serão publicadas após exame.

Uáu!, e eu pensava que era assim!
Share the Post:

Artigos relacionados

Anistia nunca mais

A História do Brasil está intoxicada por sucessivas anistias e conciliações. Como sequela impera a certeza da impunidade. O desprezo

Ler mais