Francisco Carvalho – Versos na tarde – 29/03/2013

Dialética do poema
Francisco Carvalho ¹

Fazer um poema
não é dizer coisas profundas.
É ver as coisas como as coisas não são.

Fazer um poema não é viajar no espelho.
É ir à procura do rosto do homem
perdido na escuridão.

É descer às raízes do sangue e do mito.
Fazer um poema é estar em conflito
com os dedos da mão.

De O Silêncio é uma Figura Geométrica (2002)

¹ Francisco Carvalho
* Russas, CE. – 11 de Junho de 1927 d.C
+ Fortaleza, CE. – 5 de março de 2013 d.C


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

Share the Post: