Escrita,Literatura,Poesia,Filosofia,Textos

Manoel Caixa D’Água – Se as noites envelhecessem – Poesia

Se as noites envelhecessem
Manoel Caixa D’ÁguaJanela,Deserta,Blog do Mesquita
 
Se as noites envelhecessem,
se os meus olhos cegassem,
se as fantasmas danças
em blocos de neve
para que me ensinassem o caminho
por onde eu caminhei.
 
A cidade sem porta, as ruas brancas de
minha infância
que não voltam mais.
 
Se minha mãe se abruma,
se o mar geme,
se os mortos não voltam mais,
se as matas silenciosas
não recebem visitas,
se as folhas caem,
se os navios param,
se o vento norte
apagou a lanterna,
eu tinha nas minhas mãos somente sonhos!