Nietzsche – Mais vale ser surdo que ensurdecido


Friedrich Wilhelm Nietzsche,Poesia,LiteraturaRefletir é preciso.
Mais vale ser surdo que ensurdecido
 
Antigamente as pessoas queriam criar-se uma reputação: isso já não basta, a feira tornou-se demasiado vasta; agora é necessário vender aos berros. A consequência é que mesmo as melhores gargantas forçam a voz e as melhores mercadorias não são oferecidas por órgãos enrouquecidos; já não há gênio, nos nossos dias, sem clamor e sem rouquidão. Época vil para o pensador: devemos aprender a encontrar entre duas barulheiras o silêncio de que se tem necessidade e a fingir de surdo até chegar a sê-lo. Enquanto não se tiver chegado a isso, corre-se o risco de perecer de impaciência e de dores de cabeça.
Nietzsche

Postado na categoria: Filosofia, Literatura - Palavras chave: ,

Leia também:

Schopenhauer - O Disfarce da dor - Filosofia
Schopenhauer - O Disfarce da dor - Filosofia

Nossos esforços para banir a dor de nossa vida...

September 27, 2019, 6:24 pm
Theodor Adorno - Falar Sempre, Pensar Nunca - Filosofia
Theodor Adorno - Falar Sempre, Pensar Nunca - Filosofia

O esclarecimento já pronto transforma a reflexão espontânea

October 12, 2019, 7:32 pm
Sêneca - O necessário não é propriamente um bem - Filosofia
Sêneca - O necessário não é propriamente um bem - Filosofia

Toda a vida, em meu entender, é uma mentira:

October 1, 2019, 7:01 pm
Karl Jasper; Precisamos do outro para encontrar a verdade
Karl Jasper; Precisamos do outro para encontrar a verdade

É preciso conhecer o que é possível ao homem

October 3, 2019, 7:30 pm
Hannah Arendt - Bondade e sabedoria devem ser inocentes
Hannah Arendt - Bondade e sabedoria devem ser inocentes

Filosofia:O amor à sabedoria e o amor à bondade

October 7, 2019, 6:16 pm
Arthur Schopenhauer - As limitações do interlocutor
Arthur Schopenhauer - As limitações do interlocutor

Ninguém pode ver acima de si

October 10, 2019, 8:43 pm