Lula vira nome de poço de petróleo e DEM protesta na justiça

Para ser coerente o DEM, ex-PFL, deveria ajuizar ação contra o ex-governador de Sergipe, João Alves que é o DEM, cujo nome está espalhado naquele estado nomeando desde uma simples escola até o maior hospital público, batizando ainda o prédio da Assembléia Estadual de Sergipe.

Claro que a lei tem que ser isonômica e não deve haver exceção seja pro Lula seja pro político do DEM.

Coincidência ou não, a Petrobras costuma batizar alguns de seus poços com nomes de seres marinhos: Robalo, Enchova, Marlim Sul, Barracuda, Badejo, Siri, Lagosta, Baleia Branca, Cachalote, Jubarte, Golfinho, Mexilhão, etc.

Lula será um nome em homenagem ao chefe dos Tupiniquins ou apenas uma referência ao molusco que habita os oceanos?

O que se constata é que nenhum partido político brasileiro, por terem telhados de vidro, podem se arvorar em bastiões da moralidade.

Se e quando a lei que impede nome de pessoas vivas em prédios públicos for cumprida, quase todos eles ficaram sem nome. No Maranhão então, não há pra onde se possa olhar que não se veja algo com o nome Sarney.

Já na Bahia, ACM ainda em vida teve o nome batizando até viaduto. ACM, como todos os brasileiros sabem, foi um medalhão do DEM.
O Editor


DEM move ação contra rebatismo de Tupi, agora Lula

Horas depois de a Petrobras ter anunciado a troca de nome da primeira área do pré-sal, o DEM informou que recorrerá ao Ministério Público contra a decisão.

Descoberta em 2007, a área em questão havia sido batizada de Tupi.

Agora, sob a alegação de que o nome era provisório, foi rebatizada de Lula.

Os campos que compõem a megajazida Lula receberão nomes de espécimes da fauna marinha brasileira.

Coube ao deputado Ronaldo Caiado (GO), vice-líder do DEM na Câmara, anunciar a reação da legenda, hoje dividida entre oposicionistas convictos e envergonhados.[ad#Retangulo – Anuncios – Direita]

Em mensagem pendurada em seu microblog, Caiado anotou:

“Vamos fazer representação junto ao Ministério Público” contra Lula.

Caiado bateu: “Após defender mensaleiros e desrespeitar leis eleitorais, Lula rasga a Constituição e mais uma lei ao colocar seu nome na área de Tupi”.

Numa trinca de notas (aqui, aqui e aqui), o deputado reproduziu trechos do artigo 37 da Constituição.

Inclui entre os principíos que devem reger a administração pública o da “impessoalidade”.

Em seu parágrafo primeiro, o mesmo artigo prevê que a publicidade dos programas e obras oficiais deve ter “caráter educativo, informativo e de orientação social”.

No mesmo parágrafo, o texto proíbe o governo de lançar mão de “nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores”.

Noutra mensagem levada ao twitter, Caiado invoca os artigos 11 e 12 da lei 8.429, de 1992, contra “o senhor Lula-Tupi”.

Essa lei, escreve o deputado, sujeita os gestores públicos que incorrem em promoção pessoal à perda dos direitos políticos por período de três a cinco anos.

blog Josias de Souza

Mais artigos

Poesia – 19/00/2021

Boa noite. Ar de noturno Garcia Lorca:   “Tenho muito medo das folhas mortas, medo dos prados cheios de orvalho. eu vou dormir; se não

Artes Plásticas

𝘌𝘶𝘨𝘦𝘯𝘪𝘰 𝘙𝘦𝘤𝘶𝘦𝘯𝘤𝘰 – st sd.