Google ensina como manter reputação na WEB


Google Blog do MesquitaGoogle dá dicas sobre como manter boa reputação na web

A funcionária do Google Susan Moskwa fez nesta quinta-feira (15) um post no blog oficial da empresa com dicas sobre como manter uma boa reputação na internet.

Seus conselhos são úteis para os internautas não se arrependerem futuramente quando fizerem uma busca on-line e se depararem com informações que gostariam de deletar de suas vidas. Aquela foto horrorosa, um texto mal-escrito ou uma crítica da qual você depois se arrependeu, por exemplo.

A própria Susan relata no post uma situação desse tipo, pelo qual ela passou. “Há alguns anos, mal podia esperar para me casar. Porque eu estava apaixonada, claro, mas, mais importante, porque eu usaria o sobrenome do meu marido. Assim, as pessoas não encontrariam mais aquela foto ridícula da faculdade no topo dos resultados, quando me procurassem no Google”, contou.

Um terço dos adolescentes prefere conversar via web do que pessoalmente

‘Personal nerd’ ensina a usar internet e até iPhone


Você pode se interessar também sobre: Berlusconi coloca Brasil no G8


Segredos de anônimos transformam internet em confessionário virtual

Testamentos digitais revelam informações sigilosas em caso de morte

Curiosidade de internautas cria ‘vida após a morte’ nas redes sociais

Com base em sua experiência no Google, ela diz ter aprendido que não é necessário mudar de nome para evitar constrangimentos desse tipo. Confira abaixo as dicas de “gerenciamento de reputação: a influência de como você é percebido on-line e que tipo de informação relacionada a você está disponível”.

Informação pessoal

A funcionária do Google aconselha os internautas a pensarem duas vezes antes de colocarem qualquer informação pessoal na web. “Lembre-se que, apesar de algo ser apropriado para o contexto em que está sendo publicado, as ferramentas de busca tornam muito fácil encontrar essas informações depois, fora do contexto, inclusive por pessoas que normalmente não visitam o site onde os dados foram originalmente publicados”, diz o post.[ad name=”Retangulo – Anuncios – Direita”]

Ou como “traduz” a própria Susan: “não é porque sua mãe não lê seu blog que ele nunca verá o post sobre a nova tatuagem que você está escondendo dela”.

Delete

Se algo que você não gosta de algo sobre você, que aparece com frequência nos resultados das buscas, tente remover essa informação do site onde ela foi publicada. Se a foto horrorosa está em seu próprio blog, delete-a. Se aquela crítica agressiva estiver no blog de um desconhecido ou outra página, entre em contato e veja se é possível apagar o conteúdo. “O Google não é dono da internet. Os resultados das nossas buscas apenas refletem o que já foi publicado em algum lugar da rede”, diz o post.

Se as informações forem realmente deletadas, o internauta que se sentia prejudicado deve então entrar nesta página do Google e pedir para remover o conteúdo que já não está mais ativo.

Publique informação

É possível que o responsável pela página com as informações que o incomodam se recuse a deletar esse conteúdo. “Se não conseguir a remoção do site original, provavelmente você também não conseguira tirar essa informação das buscas do Google. Em vez disso, você pode tentar reduzir a visibilidade daquele conteúdo publicando informações úteis e positivas sobre você mesmo”, sugere Susan.

Segundo ela, se o internauta conseguir fazer com que as informações positivas se sobreponham às negativas, ele terá reduzido o impacto negativo em sua reputação ou constrangimento causado por aqueles dados disponibilizados na rede.
G1

Postado na categoria: Comportamento, Internet - Palavras chave: , , , , , , , , , , ,

Leia também:

Denúncia de caixa-dois contra Roriz envolve empresas do caso 'DEMsalão'
Denúncia de caixa-dois contra Roriz envolve empresas do caso 'DEMsalão'

O esquema de Roriz teria desviado R$ 13 milhões Continuam paralisadas na Justiça, até hoje, sete anos depois, as denúncias apresentadas pelo Ministério Público do DF contra o ex-governador Joaquim...

March 8, 2010, 10:35 am
Brasil: um país às avessas
Brasil: um país às avessas

Brasil: das séries "O Tamanho do Buraco!" e "Só dói quando eu rio!" Na televisão, jogo Brasil e Portugal. Na Tribuna de Honra: o quadrilheiro Zé Dirceu, no bem-bom do...

November 21, 2008, 11:44 am
Eleições no Rio: A vitória do preconceito e da subserviência política
Eleições no Rio: A vitória do preconceito e da subserviência política

Dora Kramer - Estado de São Paulo No Rio acontece o confronto mais interessante. Ali, a força bruta deu resultado. O candidato do PMDB, Eduardo Paes, abriu mão de qualquer...

October 25, 2008, 10:27 am
Diálogos da modernidade.
Diálogos da modernidade.

Recebido por e-mail - remetente identificado por iniciais ZBDEntreouvido nas ruas de uma grande cidade brasileira, na qual um garoto vendia, num sinal de trânsito, amendoim.Num dado momento, ele se...

July 10, 2007, 12:42 pm
Ética - Faça sua parte
Ética - Faça sua parte

Um outro tipo de violência tanto quanto! Você acha imoral o enriquecimento ilícito? Não o admire! [ad#Retangulo - Anuncios - Duplo]

June 12, 2013, 10:10 am
A marcha da insensatez
A marcha da insensatez

Síria, Aleppo, Fotografia de Steve McCurry [ad name="Retangulo - Anuncios - Duplo"]

April 14, 2017, 10:40 am