Golgona Anghel – Poesia – 25/11/2021

Boa noite
O desinteresse acumula-se à minha volta
Golgona Anghel

O desinteresse acumula-se à minha volta
como as camadas seculares
no tronco de uma sequóia.
Fico imune a queixinhas.
Lavo sozinho a minha roupa.
A minha língua está a ganhar uma espessura lenhosa.
No lugar do grito,
uma greta.
Mãos nos bolsos,
bico calado.
Evito vitrinas e espelhos.
Tenho medo que a verdade
me possa desfigurar o rosto.

Mais artigos

Florbela Espanca – 29/11/2021

Boa noite. Florbela Espanca Vim para os Teus Braços Chicoteada pela Vida Então tu pensas que há muitos casais como nós por esse mundo? Os