• mqt_for@hotmail.com
  • Brasil

Bolsonaro: o capacho dos USA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Em reunião no Rio, Bolsonaro bate continência para assessor de segurança dos EUA
Brasil,John Bolton,Bolsonaro,USA,Política InternacionalPresidente eleito recebeu John Bolton em sua casa no Rio de Janeiro; norte-americano é principal assessor para política externa de Donald Trump

O presidente eleito Jair Bolsonaro prestou continência para o assessor de segurança nacional dos Estados Unidos, John Bolton, ao recebê-lo para uma reunião nesta quinta-feira (29/11).

Bolton se reuniu com Bolsonaro no Rio de Janeiro, na casa do presidente eleito, antes de seguir para o encontro do G20, que irá acontecer nesta sexta-feira e sábado em Buenos Aires, na Argentina.

Em sua conta no Twitter, o norte-americano afirmou que apreciou a discussão com o presidente eleito e o convidou para visitar os EUA. “Apreciei a discussão ampla e muito produtiva com o presidente eleito do Brasil Bolsonaro e sua equipe de segurança nacional”, escreveu Bolton.

O norte-americano ainda estendeu um “convite do presidente Trump para Jair Bolsonaro visitar os EUA”, dizendo que Washington está ansiosa “para uma parceria dinâmica com o Brasil”.

Bolton é um dos principais conselheiros do presidente Donald Trump para política externa e possui posição ofensiva em relação aos governos da Venezuela, Cuba e Nicarágua, países que chama como “troica da tirania”.

Estavam presentes no encontro três futuros ministros de Bolsonaro. Ernesto Araújo, das Relações Exteriores, Fernando Azevedo e Silva, da Defesa, e Augusto Heleno, chefe do Gabinete de Segurança Institucional.

Após a reunião, o presidente eleito escreveu em sua conta no Twitter que o encontro foi “muito producente” e destacou a presença de seus futuros ministros.

“Uma muito producente e grata reunião com o Conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton”, afirmou Bolsonaro.

Venezuela e embaixada em Israel

Após evento na Vila Militar nesta quinta-feira (29/11), o presidente eleito afirmou que durante a conversa com o assessor de Trump foram discutidos temas como a situação política da Venezuela e a possível transferência da embaixada brasileira em Israel de Tel Aviv para Jerusalém.

“Venezuela é uma questão que vem lá de trás, temos de buscar soluções. Pela cláusula democrática a Venezuela sequer poderia entrar no Mercosul. Medidas precisam ser tomadas”, disse Bolsonaro.

O presidente eleito ainda afirmou que “vai ser difícil tirar a Venezuela dessa situação” e que o Brasil ira fazer “o possível pelas vias legais e pacíficas para resolver esse problema”.

Segundo Bolsonaro, a conversa com Bolton também passou pela mudança da embaixada brasileira em Israel.

“Essa possibilidade existe. Jerusalém tem duas partes. Uma parte não está em litígio. A embaixada [norte] americana está nessa parte”, disse.

Ainda de acordo com o mandatário eleito, “terrorismo não entrou na conversa. Mas a questão das barreiras, das taxas alfandegárias, as dificuldades de se fazer negócio aqui”.

“Transmiti a ele, junto com a equipe econômica, no sentido de facilitar o comércio com os Estados Unidos e o mundo tudo sem prejudicar a nossa economia”, disse Bolsonaro.

Continência à bandeira norte-americana

Durante pré-campanha, ainda em 2017, Bolsonaro chegou a bater continência à bandeira dos EUA em um comício que realizou para brasileiros que vivem no Estado norte-americano da Flórida.

O presidente eleito também fez o gesto em outras ocasiões, como quando encontrou, em 2017, o então juiz Sérgio Moro, hoje escolhido como ministro da Justiça, e durante reunião com a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, após as eleições.

José Mesquita

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e "designer". Bacharel em administração e bacharelando em Direito. Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior. Criador e primeiro curador do Prêmio CDL de Artes Plásticas da Câmara de Dirigentes Lojista de Fortaleza e do Parque das Esculturas em Fortaleza. Foi membro da comissão de seleção e premiação do Salão Norman Rockwell de Desenho e Gravura do Ibeu Art Gallery em Fortaleza, membro da comissão de seleção e premiação do Salão Zé Pinto de Esculturas da Fundação Cultural de Fortaleza, membro da comissão e seleção do Salão de Abril em Fortaleza. É verbete no Dicionário Brasileiro de Artes Plásticas e no Dicionário Oboé de Artes Plásticas do Ceará. Possui obras em coleções particulares e espaços públicos no Brasil e no exterior. É diretor de criação da Creativemida, empresa cearense desenvolvedora de portais para a internet e computação gráfica multimídia. Foi piloto comercial, diretor técnico e instrutor de vôo do Aero Clube do Ceará. É membro da National American Photoshop Professional Association, Usa. É membro honorário da Academia Fortalezense de Letras.

Gostou? Deixe um comentário

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e “designer”.

Bacharel em administração e bacharelando em Direito.

Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior.

Mais artigos

Siga-me