Fernando Pessoa – Versos na tarde – 05/07/2014


A água chia no púcaro que elevo à boca
Fernando Pessoa/Alberto Caeiro ¹

A água chia no púcaro que elevo à boca.
«É um som fresco» diz-me quem me dá a bebê-la.
Sorrio. O som é só um som de chiar.
Bebo a água sem ouvir nada com a minha garganta.

¹ Fernando Antonio Nogueira Pessoa
* Lisboa, Portugal – 13 de Junho de 1888 d.C
+ Lisboa, Portugal – 30 de Novembro de 1935 d.C

>> biografia de Fernando Pessoa


[ad name=”Retangulo – Anuncios – Duplo”]


Você leu?: Adriana Versin – O que sopra? – Poesia


Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , , , , , ,

Leia também:

Chico Buarque - Frase do dia
Chico Buarque - Frase do dia

Mudanças

November 20, 2019, 10:00 am
Leonardo Boff - A ternura: a seiva da amor
Leonardo Boff - A ternura: a seiva da amor

Mesmo no coração da atual crise social não podemos esquecer da ternura que subjaz a todos os empreendimentos que envolvem valores e afetam o coração humano.

December 8, 2019, 10:30 pm
Platão - O mito da caverna
Platão - O mito da caverna

Os prisioneiros vão o chamar de louco

November 26, 2019, 8:08 pm
Jorge Luiz Borges - O Nosso - Poesia
Jorge Luiz Borges - O Nosso - Poesia

Amamos o que não conhecemos, o já perdido.

November 29, 2019, 6:00 pm
Cora Coralina - Poema de amor
Cora Coralina - Poema de amor

É uma oferenda aos teus momentos de luta e de brisa e de céu...

November 24, 2019, 4:00 pm
Descartes - Métodos Racionais
Descartes - Métodos Racionais

O primeiro consistia em nunca aceitar como verdadeira qualquer coisa sem a conhecer evidentemente como tal

November 23, 2019, 8:06 pm