Fatos & Fotos – 03/06/2021

Sua zona de conforto, questão de tempo e lugar, haverá de esgarçar seus sonhos.

Renato Guttuso,Claro de Luna, 1985


Na trilha deste fim de noite desta quinta-feira Smoke Gets In Your Eyes com o insuperável Freddy Gardner


Boa noite.
Meus olhos
Maria Luise Weissmann

Quando tu vens,
meus olhos voltam-se
à escuridão
como à morte.

Desde que deixaram-te
entrar, (traidores!),
agora vivem sempre
sob a guilhotina.


Heil Heinze!


Nem parece que esse homem de boa fé foi colaborador do regime sanguinário de Pinochet, né?


A Yamaguchi é uma picareta bem mais nociva que a Capitã Cloroquina. Ela é uma senhora fofa, com currículo recheado e, por isso, consegue enganar muito melhor.


Anders Zorn,Swedish Artist,(1859-1919)
Our Daily Bread,Watercolour,1886


O Ranking dos Políticos consagrou Luiz Carlos Heinze como o melhor senador do seu estado e um dos 5 melhores do país. Lembre como são feitas as salsichas desse ranking picareta.


Da série: “Querido diário do Apocalipse”

  1. Nise Yamaguchi  disse que atuou em grupo que agiu contra a H1N1. Temporão afirma que ela não atuou.
  2. Bolsonaro nomeiou Pazuello a secretaria ligada à Presidência.
    Em outras palavras, Bolsonaro deu uma banana pro Exército.
  3. Henrique Meirelles quer ser vice de Lula
  4. A milícia segue matando, seja na bala ou nas construções irregulares. Bandido bom é bandido parça.
  5. Já, já, chamam o Heinze pra estrelar um pornô caseiro: Burned Ranch’s Cuckold.
  6. Senador Marcos do Val já pleiteando o título de imbecil do mês.
  7. Girão é chato pra caralho. Não desapega de toda a ladainha do tratamento precoce.
  8. Mais um prédio desabou em Rio das Pedras, quintal de Queiroz e da milícia do Rio de Janeiro?
  9. Estagiários da Educação, em Fortaleza, são impedidos de se vacinarem no Centro de Eventos.
  10. EUA: pesquisadores dizem ter descoberto potencial remédio para Covid. O antiviral Tempol poderia limitar a evolução da doença.
  11. Lembrando que a rachadinha do Flávio Bolsonaro financiou prédios da milícia em Rio das Pedras

No ano eleitoral de 2018, a imprensa normalizou os tuítes do então comandante do Exército, Eduardo Villas Bôas, pressionando o STF a manter Lula na prisão. O golpismo foi visto como “alerta”. Chocaram o ovo da serpente. É preciso ir além do choro agora no caso de Pazuello.


Mourão apoia Bolsonaro-Pazuello e fragiliza Exército


Juan Gris,Arlequin assis à la guitare,1919


Queria que explicassem esse mundo em que o presidente não é responsável pela pobreza das ruas mas é responsável pelo recorde de PIB e da Bolsa.


Ao ceder o genocida e não punir Pazuello, a partir de agora, o exército não terá moral para punir nenhum outro oficial. Virou zona, podem fazer o que quiser, tá liberado.

Não punir Pazuello foi um passo grave em direção à anarquia militar. Bolsonaro formando seu exército particular, que segue as suas ordens, acima de regulamentos e da Constituição.


Será que, além de tudo, a Copa América pode ser um tiro no pé do Bolsonaro? Jogadores ameaçando boicote, os riscos na pandemia não se restringirão aos brasileiros, já que pode haver tanto a importação, quando a exportação de variantes do COVID-19


Acreditar que o mundo inteiro está errado e que um ex-militar expulso, insano e desajustado está certo, é o último grau de imbecilidade.


Um ministro – Ricardo Salles, duplamente investigado pelo STF (uma das investigações chegou a ser chancelada pela Procuradoria-Geral da República) não tem autoridade moral para exercer a função aqui ou representar o país lá fora.


Vixi! Vai feder a madeira queimada? Salles entrega general Ramos ao tentar explicar lobby pró-madeireiros
O Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles afirmou à PGR que participou de uma reunião com empresários suspeitos de exportação ilegal de madeira atendendo a um pedido “feito pessoalmente” pelo ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos.


Renato Guttuso, Crocifissione,1940-41


Embalando a manhã desta quinta-feira com Blurred Lines – Vintage “Bluegrass Barn Dance” Robin Thicke Cover feat. Robyn Adele Anderson



Foto do dia – Flickr


László Konday s/t s/d


Senhores infectologistas, agora vocês entendem o que os juristas sentiam durante os tempos áureos da Lava Jato? Sergio Moro era a Nise Yamaguchi, Dallagnol a Mayra Pinheiro. Esse era o nível!


Conselho Federal de Medicina sobre remédios ineficazes: “autonomia do médico.” CFM sobre CPI da Pandemia: “tóxico. Inaceitável.


Sentiu o golpe. Esbravejou na casa de vidro. O barulhaço incomodou A Peste.


“Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nesta terça-feira, 1.º, mostram que o PIB avançou 1,2% no primeiro trimestre de 2021 ante o quarto trimestre de 2020”.
Crescimento a partir de um número merda é um número merda. Desenho Paulo Guedes?


Pedido de desculpas da família de Victor Sorrentino, o médico brasileiro detido no Egito por assediar uma vendedora de papiro


PANELAÇO REPERCUTIU NO PLANALTO- O que se comenta nos bastidores de Brasília é a preocupação do círculo mais próximo de Bolsonaro depois das manifestações de ontem durante o pronunciamento do presidente. O PANELAÇO aconteceu em várias capitais e com muita força em Brasília.


É pedagógico lembrar Dante Alighieri: “Os lugares mais sombrios do inferno são reservados àqueles que se mantiveram neutros em tempos de crise moral”.
No momento atual, neutralidade é covardia.


Desenho de Boris Schmitz s/t s/d


Na CPI da Covid, Luana Araújo observou que era questionada por uma comissão formada só por homens. Mesmo assim, combateu o negacionismo e deu o recado: “precisamos dar condições para as meninas chegarem onde quiserem”.


Quando um guardinha de rua se sente à vontade para enquadrar alguém na Lei de Segurança Nacional é porque o AI-5 que o bolsonarismo tanto defende já está valendo dentro das corporações militares.


Bolsonaro não quer e Pazuello, general da ativa que foi a comício, ainda não foi punido. E desmoralização do Exército avança com presidente dando novo emprego à Pazuello… A caminho de 500 mil mortos mete a Copa América no Brasil.


Nise Yamaguchi entregou a cabeça de um personagem central da trama da cloroquina: o tenente Luciano Dias Azevedo, da Marinha. Nunca deu certo militares envolvidos com política, agora, e em Southern Banânania, não haveria de ser diferente. Sempre termina mal.


É humilhante para qualquer um ver uma mulher,apresentando-se com mil títulos científicos, não orientados para produzir vida (como afirmava), mas para acobertar um claro inimigo da vida e um explícito charlatão que nada sabe de medicina e muito menos de compaixão pelos sofredores.


Nem meio milhão de mortos por pura perversidade do governo. Nem uma economia em queda livre.
Nem um país que virou piada mundial.Nem porra nenhuma.
Nada sensibiliza um canalha.

José Mesquita

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e designer gráfico e digital.

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e “designer”.

Bacharel em administração e bacharelando em Direito.

Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior.

Mais artigos

Siga-me