Fatos & Fotos – 13/01/2021

Sua zona de conforto, questão de tempo e lugar, haverá de esgarçar seus sonhos.

O Fotógrafo Alexander Khimushin passa 6 meses viajando sozinho para fotografar povos indígenas da Sibéria. Foram milhares de registros de mais de 40 etnias.

Os frutos da jornada de um homem usando a fotografia para imortalizar culturas remotas pelo mundo.


As primeiras doses das vacinas contra a covid serão destinadas às ‘prioridades’. Como num primeiro momento não haverá doses suficientes para atender todas as ‘prioridades’, será necessário estabelecer as ‘prioridades’ das ‘prioridades’. É aí que mora o perigo.


Design – Anel


Olha aí, pijama incompetente. Sorte sua que você já se escafedeu de Manaus. Se bem que eu não acredito que essa sanção seja aplicda aos bundões.
“Governo do Amazonas aprova lei que prevê multas para quem divulgar notícias falsas sobre a pandemia


Ernesto Araújo – Ministro das Alucinações Exteriores de Southern Banânia – tira férias para não ir à posse de Biden. Hahahahaha. As Bolsas De Tóquio, NY, e Xangai fecharam por causa da relevância dessa notícia. Hahahahaha.


A fotografia desconcertante de Chema Madoz


Cores da Índia


Vacinas e automóveis: ou temos os nossos ou não temos nenhum.
O mais confuso do Bolsonaro é o fato dele falar verdades a serviço de mentiras. É inacreditável. Há de ser algum tipo de plano muito bem executado. Ninguém pode ser tão estúpido assim e chegar onde chegou.
A Coreia, quando começou a produzir automóveis, era um país muito atrasado industrialmente frente ao Brasil. Idem a Índia em matéria de indústria farmacêutica. O mercado interno serviu-lhes de plataforma de exportação mundial.
O nosso projeto, porém, é despejar minério de ferro e soja nos porões de navios, por esteiras rolantes.


Li, e espero que não seja verdade, que o Ronaldo Caiado sancionou lei que proíbe a obrigatoriedade da vacina contra a covid-19 no estado de Goiás. Isso, no dia em que morre, da mesma doença, o prefeito da capital, Maguito Vilela.
Adjetivos? Além de francamente ilegal, esse decreto é um escárnio.



Cumaéquié? Paulo Jegues Guedes quer quer os chineses assumam as fábricas da Ford aqui em “Southern Banânia”? E o que é que o Ministro das Alucinações Exteriores, Arnesto Lambe-rabo do Orvalho de Cavalo Araujo está achando disso tudo? Ele “subirá nas tamancas” ao saber que ficaremos mais expostos ao demônio comunista! Hahahaha
Esse arremedo de país é do carvalho!


Foto do dia – Flickr


Pintura de Inos Corradin
Marinha ao luar com casa branca, 2007


Especialistas são unânimes ao prever catástrofe econômica e social causada pela extinção do benefício pelo governo Bolsonaro. Bancadas do Partido dos Trabalhadores no Congresso Nacional lutam pela manutenção do auxílio enquanto perdurarem os impactos da pandemia do coronavírus.


A Ford e Olívio Dutra, o profeta. Lembro muito bem. Vinte anos se passaram desde que o então governador Olívio Dutra (PT), atacado pelos adversários por “ter mandado a Ford embora” – os baianos correram a abrir os cofres para a montadora – fez uma espécie de profecia (sem estudos técnicos, naturalmente): “Essa empresa quer incentivos fiscais que as nossas não têm. O dia que achar que o Brasil não serve mais, vai embora e não dá nem tchau”. A saída da Ford do Brasil (levando no bagageiro R$20 bilhões em subsídios) traz à tona questões ignoradas por sucessivos governos que aceitam o atraso tecnológico das montadoras, e desprezam o aparecimento de uma cultura que já não idolatra o carro como antes.


 

Mais artigos