Eleições 2010: Ciro Gomes diz se sentir como o bobo da corte

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Ciro Gomes, com tantos anos de estrada, não percebeu a armadilha  engendrada pelo grande chefe dos Tupiniquins.

O esperto retirante de Garanhuns fez um pajelança e deixou o político cearense sem mandato nas próximas eleições, e sem sequer poder ser eleitor do irmão Cid, um vez que cometeu a tolice de transferir o título pra terra da garoa.
O Editor


Submerso desde que Lula o empurrou para fora do tabuleiro da sucessão, Ciro Gomes voltou à tona num ato político do Ceará.

Reapareceu em Fortaleza, na inauguração do comitê de campanha do irmão Cid Gomes, candidato à reeleição para o governo do Ceará.

Revelou seu plano mais imediato: “Eu tenho um projeto que é não fazer campanha pra ninguém. Eu vou fazer campanha para o Cid e para a chapa dele”.[ad#Retangulo – Anuncios – Direita]

Mas nem para Dilma Rousseff pedirá votos? “Não, não”. Repisou: vai “tomar conta” da campanha do irmão. E ponto.

Aparentemente, Ciro cansou de fazer papel de bobo: “Isso tudo que aconteceu comigo, nesses passos da vida nacional, me machucou profundamente…”

“…Eu passei um momento de grande tristeza pessoal. Cheguei a negar a minha própria vocação. Eu me senti feito de bobo, que é uma sensação terrível…”

“…Mas tudo isso já passou, não sou de cultivar mágoa nem de lamber ferida, estou inteiro, de volta”.

Resumiu assim sua condição política atual: “Eu sou um ninguém nesse momento. Nem candidato sou, a nada”.

Pelo menos o deputado já reconhece que o fizeram de bobo. Está a meio caminho de deixar de sê-lo.

blog Josias de Souza

José Mesquita

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e "designer". Bacharel em administração e bacharel em Direito. Pós-graduado em Direito Constitucional. Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior. Criador e primeiro curador do Prêmio CDL de Artes Plásticas da Câmara de Dirigentes Lojista de Fortaleza e do Parque das Esculturas em Fortaleza. Foi membro da comissão de seleção e premiação do Salão Norman Rockwell de Desenho e Gravura do Ibeu Art Gallery em Fortaleza, membro da comissão de seleção e premiação do Salão Zé Pinto de Esculturas da Fundação Cultural de Fortaleza, membro da comissão e seleção do Salão de Abril em Fortaleza. É verbete no Dicionário Brasileiro de Artes Plásticas e no Dicionário Oboé de Artes Plásticas do Ceará. Possui obras em coleções particulares e espaços públicos no Brasil e no exterior. É diretor de criação da Creativemida, empresa cearense desenvolvedora de portais para a internet e computação gráfica multimídia. Foi piloto comercial, diretor técnico e instrutor de vôo do Aero Clube do Ceará. É membro da National American Photoshop Professional Association, Usa. É membro honorário da Academia Fortalezense de Letras.

Gostou? Deixe um comentário

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e “designer”.

Bacharel em administração e bacharelando em Direito.

Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior.

Mais artigos

Siga-me