Delator diz que comitê de Richa teve verba suja

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Sempre que se depara com um descalabro petista, o tucanato federal fala duas vezes antes de pensar. Quando o escândalo tem plumas e bico, o ninho silencia sem raciocinar.

Acusado de trocar propinas por redução ou até cancelamento de multas, um auditor da Receita estadual do Paraná decidiu endurecer o dedo.

Após assinar um acordo de delação premiada com o Ministério Público, Luiz Antônio de Souza disse em depoimento prestado nesta sexta-feira que repassou cerca de R$ 2 milhões em verbas sujas para o comitê de campanha do governador tucano Beto Richa.

[ad name=”Retangulo – Anuncios – Esquerda”]Preso em Londrina, Luiz Antônio é acusado de fraudar o fisco paranaense junto com outros 14 auditores e funcionários do Estado.

Segundo ele, o esquema era comandado por um ex-inspetor-geral de fiscalização da Receita estadual.

Chama-se Márcio Albuquerque de Lima. Também está preso.

O delator sustenta que Márcio agia como preposto de Luiz Abi Antoun.

Que, por sua vez, apresentava-se como primo do governador Beto Richa.

Procurado, Richa limitou-se a dizer que assuntos de campanha deveriam ser tratados com o partido.

E o diretório do PSDB no Paraná soltou nota.

Nela, utilizou os mesmos argumentos que o PT usa para defender o tesoureiro preso João Vaccari.

Diz a nota que a arrecadação foi feita por um comitê financeiro. As contas estão “dentro da legalidade”.

E foram “aprovadas integralmente pela Justiça Eleitoral.”

Nessa toada, o PT ainda acusa o PSDB de plágio. E vice-versa.
Blog Josias de Souza

José Mesquita

José Mesquita

Nasceu em Fortaleza,Ce. Pintor, escultor, gravador e "designer". Bacharel em Administração, Ciências da Computação e bacharel em Direito. Pós-graduado em Direito Constitucional. É consultor em Direito Digital. Participou de mais de 250 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior. Design Gráfico, já criou mais de 35 marcas, logotipos, logomarcas, e de livrosa de arte para empresas no Brasil e Exterior Criador e primeiro curador do Prêmio CDL de Artes Plásticas da Câmara de Dirigentes Lojista de Fortaleza e do Parque das Esculturas em Fortaleza. Foi membro da comissão de seleção e premiação do Salão Norman Rockwell de Desenho e Gravura do Ibeu Art Gallery em Fortaleza, membro da comissão de seleção e premiação do Salão Zé Pinto de Esculturas da Fundação Cultural de Fortaleza, membro da comissão e seleção do Salão de Abril em Fortaleza. É verbete no Dicionário Brasileiro de Artes Plásticas e no Dicionário Oboé de Artes Plásticas do Ceará. Possui obras em coleções particulares e espaços públicos no Brasil e no exterior. Foi diretor de criação da Creativemida, empresa cearense desenvolvedora de portais para a internet e computação gráfica multimídia. Foi piloto comercial, diretor técnico e instrutor de vôo da Ecola de Aviação Civil do Ceará. É membro da National American Photoshop Professional Association - NAPP, Usa. É membro da Academia Fortalezense de Letras e Membro Honorário da Academia Cearense de Letras. Autor de três livros de poesias - e outros quatro ainda inéditos; uma peça de teatro; contos e artigos diversos para jornais; apresentações e prefácios de publicações institucionais; catálogos e textos publicitários. Ministra cursos gratuítos de Arte e de Computação Básica para crianças e adolescentes em centros comunitários de comunidades carentes na periferia das cidades.

Gostou? Deixe um comentário

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e “designer”.

Bacharel em administração e bacharelando em Direito.

Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior.

Mais artigos

Siga-me