Cora Coralina – Poema de amor

É uma oferenda aos teus momentos de luta e de brisa e de céu...


Poema de amor
Cora CoralinaBG,Blog do Mesquita,Fotografias,Flickr (7)

Este é um poema de amor
tão meigo, tão terno, tão teu…
É uma oferenda aos teus momentos
de luta e de brisa e de céu…
E eu,
quero te servir a poesia
numa concha azul do mar
ou numa cesta de flores do campo.
Talvez tu possas entender o meu amor.
Mas se isso não acontecer,
não importa.
Já está declarado e estampado
nas linhas e entrelinhas
deste pequeno poema,
o verso;
o tão famoso e inesperado verso que
te deixará pasmo, surpreso, perplexo…
eu te amo, perdoa-me, eu te amo…

Postado na categoria: Literatura, Poesia - Palavras chave: ,

Leia também:

Cícero - Filosofia
Cícero - Filosofia

Aprenda para que não pensem por você.

November 24, 2019, 4:09 pm
Sócrates - As três peneiras
Sócrates - As três peneiras

Um rapaz procurou Sócrates e disse-lhe que precisava contar-lhe algo sobre alguém.

November 14, 2019, 8:09 pm
René Descartes - Os mortais são dominados por uma curiosidade
René Descartes - Os mortais são dominados por uma curiosidade

As meditações confusas obscurecem a luz natural

December 6, 2019, 8:26 pm
Mircea Eliade - O Sagrado e o Profano
Mircea Eliade - O Sagrado e o Profano

"Não nos cabe discutir, aqui, esta tomada de posição filosófica

November 30, 2019, 7:20 pm
Leon Tolstói - Ana Karenina
Leon Tolstói - Ana Karenina

Creio que o amor... essas duas classes de amor

December 5, 2019, 10:30 pm
Jorge Luiz Borges - O Nosso - Poesia
Jorge Luiz Borges - O Nosso - Poesia

Amamos o que não conhecemos, o já perdido.

November 29, 2019, 6:00 pm