Collor usa PT como trampolin para reabilitação


Brasil: da série “Quem te viu, quem te vê”!

Até Zé Bêdêu — o derradeiro abestado crédulo da Praça do Ferreira, em Fortaleza — não imaginaria, um dia, o todo roxo e indignado Fernando Collor, ditando regras duras para “evitar” nepotismos e outras mazelas que infelicitam a taba dos Tupiniquins.

Mesmo Molière[1], o grande escritor de comédias francês, não ousaria se aventurar por tal ficção. Poi bem! Tal ópera bufa, está sendo encenado, ao vivo e a cores, pelo marajá das Alagoas, nesse instante, no palco hilário e despudorado do senado da república.

No momento sua (dele) ex-celência preside a Comissão de Infraestrutura do Senado.

A seguir nessa escalada pelos andaimes petistas, poderemos assitir, em breve, o “impichado” ex-presidente da república comandando, naturalmente de forma veemente e apoplética, um cruzada nacional contra a corrupção.


Você leu?: Brasil: reservas legais – elas geram R$ 6 trilhões por ano


Abaixo transcrevo matéria, inacreditável, pelo conteúdo, publicado no O Globo.

O editor

[1]Jean-Baptiste Poquelin, mais conhecido como Molière (Paris a 15 de Janeiro de 1622 – 17 de Fevereiro de 1673), foi um dramaturgo e ator francês.


Collor aprova ato que endurece aprovação de autoridades

De Maria Lima em O Globo:

Os integrantes da Comissão de Infraestrutura ficaram surpresos com o primeiro ato apresentado pelo novo presidente da Comissão de Infraestrutura do Senado, senador Fernando Collor (PTB-AL), ex-presidente da República que enfrentou processo de impeachment em 1992.

O ato número 1, aprovado pelos presentes, mas sem o voto da senadora Ideli Salvati (PT-SC), que deixou a sala na hora da votação, endurece a aprovação de nomeação de autoridades – feita atualmente por meio de sabatinas.

Os indicados para direção das 11 agências reguladoras, por exemplo, terão que ser aprovados ao cabo de um duro processo seletivo.

Segundo Collor, a ideia é que os candidatos comprovem eficiência e idoneidade para estar à frente de importantes órgãos da administração pública.

– Pelo que está no ato, não adianta só ter um padrinho forte. Queremos extrair o máximo dos candidatos. Além da idoneidade e isenção, que ele nos mostre a sua visão estratégica, seus objetivos, o que pretende fazer nessas agências. É importante que tenhamos a noção exata de quem é verdadeiramente o indicado – disse Collor.

O processo, dividido em duas etapas, requer que os indicados comprovem, com documentos, desde o saber da área até declarações de próprio punho, garantindo que não tem parentes, sócios ou laços de amizade com pessoas que exercem função relacionada ao setor.

O rol de exigências prevê ainda comprovação de regularização fiscal em todos os âmbitos, além de confissão de que o indicado é ou não alvo de ações judiciais, como autor ou réu.

Postado na categoria: Brasil, Comportamento, Política - Palavras chave: , , , , , , , , ,

Leia também:

Rodrigo Janot - Arroubo homicida de Janot se vira contra Lava Jato: “Combate à corrupção virou refém de fanáticos”
Rodrigo Janot - Arroubo homicida de Janot se vira contra Lava Jato: “Combate à corrupção virou refém de fanáticos”

Para a divulgação do seu livro admitiu pensamento homicida

September 29, 2019, 11:00 am
Brasil; reservas legais geram R$ 6 trilhões por ano
Brasil; reservas legais geram R$ 6 trilhões por ano

Estudo esclarece por que o Brasil precisa de suas reservas legais – elas geram R$ 6 trilhões por ano. Vegetação mantida dentro das propriedades rurais são importantes para o ecossistema...

September 27, 2019, 11:41 am
Reforma da Previdência
Reforma da Previdência

Estado Patrão? Ou Ladrão de esperanças?

October 7, 2019, 12:02 pm
Manchas de óleo atingem todos os estados do Nordeste
Manchas de óleo atingem todos os estados do Nordeste

Em 24/10, as primeiras manchas apareceram

October 8, 2019, 11:30 am
Censura, um efeito cascata que corrói a arte no Brasil
Censura, um efeito cascata que corrói a arte no Brasil

A decisão da Caixa Cultural em cancelar o espetáculo Abrazo

September 26, 2019, 12:49 pm
Brasil vê posição de fornecedor global de alimentos ameaçada
Brasil vê posição de fornecedor global de alimentos ameaçada

Empresas internacionais anunciam não comprar soja da Amazônia desmatada

September 19, 2019, 11:49 am