Bolsas da China sofrem baque com novas preocupações sobre a economia


A Bolsa de Xangai encerrou o pregão desta sexta-feira (15) com uma queda de 3,6%, aos 2.900,97 pontos, chegando ao menor nível em quase cinco meses.

“As oportunidades não têm precedentes, mas os desafios também não”, disse o responsável máximo pelos negócios estrangeiros do gigante asiático nesta quinta-feira
“As oportunidades não têm precedentes, mas os desafios também não”, disse o responsável máximo pelos negócios estrangeiros do gigante asiático nesta quinta-feira

O mercado, com perdas acumuladas de 20,6% desde a máxima de dezembro, entrou no chamado “território baixista”. Em Shenzhen, o índice local caiu 3,4%, a 1.796,13 pontos.

O movimento foi motivado por indicadores de crédito que frustraram o mercado e também com a notícia, do jornal chinês International Finance News, de que bancos do gigante asiático estariam negando ações de empresas como garantia para empréstimos. [ad name=”Retangulo – Anuncios – Direita”]

De acordo com números do Banco do Povo da China (PBoC, o Banco Central chinês), os bancos do país liberaram 597,8 bilhões de yuans (US$ 90,7 bilhões) em empréstimos em dezembro do ano passado, contra os 708,9 bilhões de yuans de novembro.

Analistas contavam com um resultado bem melhor, em torno dos 700 bilhões de yuans.


Você leu?: Facebook e Google são investigados por práticas antitruste


Nas bolsas asiáticas, também houve baixas. No Japão, o Nikkei fechou com queda de 0,54%, aos 17.147,11. Em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 1,50%, aos 19.520,77 pontos. Em Seul, o índice Kospi se desvalorizou 1,11%, aos 1.878,87 pontos.

Em Sydney, o S&P/ASX 200 teve queda de 0,34%, a 4.892,80 pontos. Em Manila, contudo, o PSEi teve alta de 0,64%, a 6.449,50 pontos.

O conselheiro de Estado da China Yang Jiechi alertou nesta quinta-feira (14) para a possibilidade de uma nova crise financeira global.

“Não é possível descartar por completo a possibilidade de vermos acontecer uma nova crise econômica, e o problema não devia ser negligenciado”, destacou em evento.

>> Conselheiro de Estado da China diz que mundo pode enfrentar nova crise

O índice de Xangai tinha registrado alta de quase 2% nesta quinta-feira, enquanto as bolsas asiáticas tiveram recuo, afetadas pela desvalorização em Wall Street em meio a temores em relação à economia global, e também pelas baixas na cotação do petróleo.

Um dia antes, havia sido registrado um movimento contrário, uma queda superior a 2% nas bolsas chinesas e alta em torno de 1% nas asiáticas.
JB

Postado na categoria: Economia - Palavras chave: , , , , , , , , ,

Leia também:

A poderosa 'távola redonda' de megaempresas que quer redefinir a regras do capitalismo americano
A poderosa 'távola redonda' de megaempresas que quer redefinir a regras do capitalismo americano

A Business Roundtable foi criada em 1972

August 27, 2019, 1:00 pm
Por que o futuro do agronegócio depende da preservação do meio ambiente no Brasil
Por que o futuro do agronegócio depende da preservação do meio ambiente no Brasil

Desmatamento afeta o regime de chuvas e o clima

August 24, 2019, 2:15 pm
O PIB Pífio e desculpas amarelas
O PIB Pífio e desculpas amarelas

nesse patamar de ruínas chamado Brasil...

August 30, 2019, 5:00 pm
Na França, acordo entre UE e Mercosul enfrenta oposição e protestos
Na França, acordo entre UE e Mercosul enfrenta oposição e protestos

Produtores agrícolas e ecologistas franceses afirmam que o Brasil

August 24, 2019, 1:30 pm
Facebook e Google são investigados por práticas antitruste
Facebook e Google são investigados por práticas antitruste

Autoridades americanas apertam o cerco às empresas de tecnologia

September 15, 2019, 1:16 pm