Aposentado briga por terras apropriada pelo rei da soja Blaro Maggipe re

O aposentado Aniz Bechara, 89 anos, move uma guerra jurídica contra a família Maggi, controladora de um dos maiores conglomerados de agronegócio do mundo, pela propriedade de 300 hectares nos arredores de Cuiabá. Até uma pista de pouso privada foi construída no local.

Bechara, que herdou as terras que foram loteadas por seu pai, briga para provar que empresas controladas pelo ex-ministro da Agricultura e ex-governador de Mato Grosso Blairo Maggi (fortuna de US$ 1,4 bilhão, segundo a Forbes) e por parentes dele estão utilizando um instrumento da lei destinado a proteger pessoas de baixa renda para se apossar dos terrenos.

Blairo Maggi é um dos sócios da Amaggi, principal produtor e exportador de soja de Mato Grosso. Eraí Maggi Scheffer, primo de Blairo, é dono do Grupo Bom Futuro.

Empresas controladas pelos dois ajuizaram uma série de ações de usucapião contra o espólio de Feres Bechara, pai de Aniz, que começou a comprar as terras no final dos anos 1950 e terminou de regularizar os títulos de propriedade em 1979.

Share the Post: