A camada pré-sal e a educação


Petróleo Pré Sal Educação Blog do MesquitaDo óleo à educação: uma alquimia possível

A qualidade superior do óleo, atribuída à preservação por uma extensa camada de sal, e a magnitude dos campos descobertos tornam o Brasil uma potência petrolífera.

Saltamos do 24º para o oitavo lugar entre os países com as maiores reservas de óleo e gás natural.

É inevitável, portanto, que as novas reservas provoquem um verdadeiro turbilhão de idéias com relação às oportunidades advindas das descobertas.

Os desdobramentos econômicos são importantes.

Os recursos energéticos são críticos na nova configuração da economia global.


Você leu?: Os impactos da liberação da cana na Amazônia e no Pantanal


Uma simplificação dessa nova ordem atribuiria aos Estados Unidos, à Europa e ao Japão as novas tecnologias, as mais aperfeiçoadas instituições políticas e as melhores práticas corporativas; a Rússia, a América Latina e a África contribuiriam com os recursos naturais; e o restante da Eurásia, com a mão-de-obra abundante e o excesso de poupança financeira.

Essa divisão de trabalho, uma fotografia da situação atual, não constitui uma perspectiva brilhante de nosso futuro. São portanto legítimas as aspirações de transformar a riqueza potencial em uma oportunidade histórica de reduzir a pobreza por meio de investimentos maciços em educação.

[ad#Retangulo – Anuncios – Direita]Trata-se de uma alquimia não apenas politicamente desejável mas também economicamente viável. Faz sentido a conversão de recursos naturais exauríveis, parcialmente responsáveis pela riqueza das nações no presente, em recursos humanos mais produtivos, fator crítico de sucesso na futura sociedade do conhecimento.

Mas é importante não colocar a carroça diante dos bois. Em economia, a ordem dos fatores altera o produto. O primeiro passo é obter novos investimentos para transformar a riqueza potencial em aumento de renda efetivo. Serão necessárias centenas de bilhões de dólares para extrair e transportar o óleo recém-descoberto.

Um marco regulatório hostil, o excesso de impostos, uma discriminação a favor de uma nova estatal e contra a Petrobras, que se preparou ao longo de toda a sua história para o desafio tecnológico das águas profundas – ou mesmo contra as petrolíferas estrangeiras -, desestimulariam os investimentos, reduzindo o ritmo de criação de riqueza.

A erradicação da miséria ficaria ainda mais distante.

Com um marco regulatório adequado e uma calibragem razoável de impostos, aí sim se dará o segundo passo. O expressivo aumento de renda nas atividades petrolíferas converte-se então em recursos públicos, por meio dos impostos, o que ocorre em proporção substancial nesse setor em todo o mundo.

Acelera-se a arrecadação de royalties, da contribuição social sobre o lucro, da participação especial e do próprio imposto de renda.

Finalmente, o terceiro passo é a transformação desses recursos públicos em uma das prioridades que hoje é unânime: a educação.

Desapropriar áreas de exploração, quebrar contratos ou criar uma nova estatal em nenhum momento favorece a alquimia de converter óleo em educação.
Paulo Guedes/O Globo

Postado na categoria: Brasil, Economia, Educação - Palavras chave: , , , , , ,

Leia também:

Brasileiros nascidos hoje terão dificuldade para respirar no futuro, diz estudo climático
Brasileiros nascidos hoje terão dificuldade para respirar no futuro, diz estudo climático

No Brasil, a poluição do ar é um dos pontos que trará problemas para as crianças de hoje e de amanhã.

November 17, 2019, 2:04 pm
Com drones e laços com PCC, quadrilhas de ladrões de agrotóxicos aterrorizam fazendeiros
Com drones e laços com PCC, quadrilhas de ladrões de agrotóxicos aterrorizam fazendeiros

Roubos de agrotóxicos se tornaram um dos maiores problemas

November 16, 2019, 1:03 pm
“Ouro negro”, capital do mal!
“Ouro negro”, capital do mal!

Como é de praxe acontecer no Brasil, estudos, pesquisas...

October 27, 2019, 12:33 pm
Patanal em fogo - araras-azuis e outros animais sob risco de extinção
Patanal em fogo - araras-azuis e outros animais sob risco de extinção

O drama das araras-azuis e outros animais sob risco de extinção e acuados pelo fogo no Pantanal

November 12, 2019, 11:40 am
Governo tem que provar que pode lidar com o óleo nas praias do nordeste
Governo tem que provar que pode lidar com o óleo nas praias do nordeste

Esta falta de transparência é sentida

October 25, 2019, 11:30 am
O que se descobriu até agora sobre o óleo no Nordeste
O que se descobriu até agora sobre o óleo no Nordeste

Enquanto o petróleo avança pelo litoral brasileiro

November 2, 2019, 1:00 pm