Walt Whitman – Poesia


Às vezes com a pessoa a quem amo
Walt Whitman ¹

Às vezes com a pessoa a quem amo
Fico cheio de raiva
Por medo de estar só eu dando amor
Sem ser retribuído;
Agora eu penso que não pode haver amor
Sem retribuição, que a paga é certa
De uma forma ou de outra.
(Amei certa pessoa ardentemente
e meu amor não foi correspondido,
mas foi daí que tirei estes cantos.)
As coisas mais importantes.

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , ,

Leia também:

Elza Fraga - Os quatro cantos da lua - Poesia
Elza Fraga - Os quatro cantos da lua - Poesia

Só faz exibir seus encantos, nunca vai ser tua presa

August 30, 2019, 6:00 pm
Mario Cesariny - Uma Certa Quantidade - Poesia
Mario Cesariny - Uma Certa Quantidade - Poesia

como se é uma nuvem um atelier um astro...

September 6, 2019, 8:06 pm
Carlos Drummond de Andrade - Viver
Carlos Drummond de Andrade - Viver

Isso, ou menos que isso...

September 4, 2019, 1:07 pm
Schopenhauer - Boa e má literatura
Schopenhauer - Boa e má literatura

O que acontece na literatura não é diferente do que acontece na vida

September 20, 2019, 7:24 pm
Sarah Westphal - Quase - Literatura
Sarah Westphal - Quase - Literatura

Ainda pior que a convicção do não e a incerteza do talvez

September 23, 2019, 6:00 pm
Rousseau - Entendimento Apaixonado
Rousseau - Entendimento Apaixonado

O entendimento humano deve muito às paixões...

September 8, 2019, 7:45 pm