Versos na tarde – Fernando Pessoa


Perante esta realidade
Fernando Pessoa¹

Ah, perante esta única realidade, que é o mistério,
Perante esta única realidade terrível – a de haver uma realidade.
Perante este horrível ser que é haver ser.
Perante este abismo de existir um abismo,
Este abismo de a existência de tudo ser um abismo,
Ser um abismo por simplesmente ser,
Por poder ser,
Por haver ser!

– Perante isto tudo como tudo o que os homens fazem,
Tudo o que os homens dizem,
Tudo quanto constroem, desfazem ou se constrói ou desfaz através deles,
Se empequena!
Não, não se empequena… se transforma em outra coisa –
Numa só coisa tremenda e negra e impossível.
Uma coisa que está para além dos deuses, de Deus, do Destino –
Aquilo que faz que haja deuses e Deus e Destino,
Aquilo que faz que haja ser para que possa haver seres,
Aquilo que subsiste através de todas as formas,
De todas as vidas, abstratas ou concretas,
Eternas ou contingentes,
Verdadeiras ou falsas!

Aquilo que, quando se abrangeu tudo, ainda ficou fora,
Porque quando se abrangeu tudo não se abrangeu explicar por que é um tudo,
Por que há qualquer coisa,
por que há qualquer coisa,
por que há qualquer coisa!

¹Fernando Antonio Nogueira Pessoa
* Lisboa, Portugal – 13 de Junho de 1888 d.C
+ Lisboa, Portugal – 30 de Novembro de 1935 d.C


Você leu?: Pablo Neruda – Para não deixar de te amar nunca


Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , ,

Leia também:

Martha Medeiros - Versos de amor
Martha Medeiros - Versos de amor

Versos de amor Martha Medeiros De todos os versos de amor as rimas e frases reinventadas as jogadas de efeito os subterfúgios e os hai-kais anotações de diário de todos...

October 13, 2019, 6:57 pm
Carlos Drummond de Andrade - Eu, etiqueta - Poesia
Carlos Drummond de Andrade - Eu, etiqueta - Poesia

...de ser não eu, mas artigo industrial.Coisa!

October 12, 2019, 6:57 pm
Socialismo e Natureza Humana
Socialismo e Natureza Humana

Quem se propõe a defender o socialismo nas primeiras décadas

October 5, 2019, 11:00 am
Pablo Neruda - Para não deixar de te amar nunca
Pablo Neruda - Para não deixar de te amar nunca

O fogo tem uma metade de frio

October 10, 2019, 8:15 pm
Fernando Pessoa - Arte e Sensibilidade
Fernando Pessoa - Arte e Sensibilidade

A sensibilidade é pessoal e intransmissível

September 29, 2019, 7:02 pm
Yeats - E daí? - Poesia
Yeats - E daí? - Poesia

"Tudo está feito", disse ele quando velho

September 23, 2019, 6:18 pm