• mqt_for@hotmail.com
  • Brasil

O City Car para transporte individual

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
A sociedade moderna está em certa medida moldada pelas liberdades

O CITYCAR COMO PROPOSTA PARA O TRANSPORTE INDIVIDUAL URBANO

A sociedade moderna está em certa medida moldada pelas liberdades individuais e o automóvel é um símbolo dessas liberdades. Mas os espaços urbanos se mostram cada vez mais limitados e o CityCar, concebido pelo MIT, se apresenta como um avanço no sentido de ainda permitir o uso do automóvel como transporte individual.

O CityCar é um carro conceito elétrico desenvolvido no MIT Media Lab para ambientes urbanos com capacidade para até duas pessoas. O conceito foi desenvolvido a partir de 2003 com apoio da General Motors e foi selecionado como uma das melhores criações de 2007 pela Time Magazine. Entre as suas qualificações, ainda é possível dizer que é um automóvel compacto… dobrável!

mit-folding-future-car-concept-01.jpg

As imagens acima e abaixo são criações artísticas, para melhor visualizar o modelo. É um automóvel bastante compacto, com um habitáculo para apenas dois passageiros, que tem o eixo dianteiro em posição “fixa” e o eixo traseiro “móvel”, permitindo alterar a distância entre eixos. É um carro que se pode dizer “dobrável” na medida em que o eixo traseiro pode ser trazido para perto do eixo dianteiro.

citycar-04.jpg

Na posição “aberta” o carro apresenta maior estabilidade para enfrentar o trânsito moderno e para desenvolver maiores velocidades. Na posição “dobrada” o carro apresenta melhor manobrabilidade e ocupa menos espaço em estacionamentos. O amplo parabrisas dianteiro se abre para cima e dá acesso aos passageiros. Uma das versões também dá acesso por portas laterais.

citycar-05.jpg

As figuras acima e abaixo mostram um modelo produzido experimentalmente por um consórcio espanhol para testes desde 2012 em várias cidades europeias. A intenção é que sejam inseridos em programas para uso comunitário dos veículos com taxas atrativas. Em breve, será colocado a venda por valores em torno de US$ 20.000 para clientes como prefeituras municipais ou organizações não governamentais.

1024px-Hiriko_1.jpg

A figura abaixo compara dimensões e peso de um CityCar com o Toyota Prius e com o Ford Explorer. Em configuração estendida, o CityCar apresenta 100 polegadas de comprimento, aproximadamente 2,50 metros. Essa medida é quase a metade dos maiores automóveis disponíveis e menor que a maioria dos automóveis compactos. A figura seguinte indica o comprimento do carro “dobrado”: 60 polegadas ou aproximadamente 1,50 metro.

citycar-01.jpg

A figura abaixo compara dimensões e peso de um CityCar com o Smart. O CityCar tem 1.000 libras, ou pouco menos de meia tonelada, enquanto o Smart tem 1.609 libras, ou cerca de 730 kg. Na figura anterior aparecem ainda o Toyota Prius com 2.932 libras, ou cerca de 1300 quilos, e a Ford Explorer com 3.950 libras, equivalentes a quase 1.800 quilogramas. O CityCar portanto é bem menor que outros carros e mesmo que seu atual concorrente direto.

citycar-02.jpg

O CityCar, enfim, é uma proposta para um automóvel elétrico compacto que permitirá ainda que os automóveis sigam sendo amplamente utilizados em ambientes com cada vez mais automóveis e menos espaços disponíveis. Mais do que um carro que virá a ser produzido em breve, o CityCar é um conceito que servirá para que novos conceitos surjam nos próximos anos. O CityCar é parte de um processo evolutivo!

Obvius/Alexandre Belucco

José Mesquita

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e "designer". Bacharel em administração e bacharelando em Direito. Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior. Criador e primeiro curador do Prêmio CDL de Artes Plásticas da Câmara de Dirigentes Lojista de Fortaleza e do Parque das Esculturas em Fortaleza. Foi membro da comissão de seleção e premiação do Salão Norman Rockwell de Desenho e Gravura do Ibeu Art Gallery em Fortaleza, membro da comissão de seleção e premiação do Salão Zé Pinto de Esculturas da Fundação Cultural de Fortaleza, membro da comissão e seleção do Salão de Abril em Fortaleza. É verbete no Dicionário Brasileiro de Artes Plásticas e no Dicionário Oboé de Artes Plásticas do Ceará. Possui obras em coleções particulares e espaços públicos no Brasil e no exterior. É diretor de criação da Creativemida, empresa cearense desenvolvedora de portais para a internet e computação gráfica multimídia. Foi piloto comercial, diretor técnico e instrutor de vôo do Aero Clube do Ceará. É membro da National American Photoshop Professional Association, Usa. É membro honorário da Academia Fortalezense de Letras.

Gostou? Deixe um comentário

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e “designer”.

Bacharel em administração e bacharelando em Direito.

Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior.

Mais artigos

Siga-me