Valter Hugo Lemos – Versos na tarde-Poesia-literatura


Poema
Valter Hugo¹

vou buscar-te ao fim da tarde,
porque a noite só escurece contigo ao
meu lado, porque a noite aprende por ti
o caminho aberto das estrelas

vou buscar-te ao fim da tarde,
e verás como preparei a casa, como
escolhi a música, como, enfim, espalhei
os objectos mais impressionados contigo,
os que ganharam vida por se interporem
na espessura estreita que vai do meu
ao teu coração

e não mais te devolvo, correndo todos os
riscos de não amanhecer nunca
numa loucura propositada por ti

não mais te devolvo,
ocuparás o mundo debaixo e sobre mim,
e não haverá mais mundo sem que seja assim


Você leu?: Eugenio de Andrade – O sorriso – Poesia


¹Valter Hugo Lemos
*Saurimo, Angola – 25 de setembro de 1971

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , ,

Leia também:

Leonardo Boff - A ternura: a seiva da amor
Leonardo Boff - A ternura: a seiva da amor

Mesmo no coração da atual crise social não podemos esquecer da ternura que subjaz a todos os empreendimentos que envolvem valores e afetam o coração humano.

December 8, 2019, 10:30 pm
Myriam Fraga - A Casa - Poesia
Myriam Fraga - A Casa - Poesia

Pedra sobre pedra/Construí esta casa: Tijolo, sonho e argila.

November 28, 2019, 9:00 pm
Fernando Pessoa - Poesia
Fernando Pessoa - Poesia

Nesta quieta solidão sem fim

November 30, 2019, 8:15 pm
Francisco Carvalho - Discurso da Ira
Francisco Carvalho - Discurso da Ira

Os pobres estão se evaporando

November 13, 2019, 7:12 pm
Fernando Pessoa - E toda a noite a chuva veio - Poesia
Fernando Pessoa - E toda a noite a chuva veio - Poesia

No som da chuva triste e cheio

November 11, 2019, 7:50 pm
Cora Coralina - Poema de amor
Cora Coralina - Poema de amor

É uma oferenda aos teus momentos de luta e de brisa e de céu...

November 24, 2019, 4:00 pm