Touro de mais, bolsa de menos e a vaca indo pro brejo

Touro de mais, bolsa de menos: mercado cai 12,9% no Brasil em 2021.
O Brasil passou dias demais falando de um touro exibido que chegou sem aviso prévio à calçada da Bolsa de Valores de São Paulo, a B3. Um touro dourado de gosto duvidoso, réplica do famoso touro cartão postal de Wall Street, em Nova York.

Se lá ele expressa o vigor e a força da Bolsa de Valores mais importante do mundo, no Brasil ele soou como ofensa quando pessoas estão fazendo fila para pegar um osso e não morrer de fome, escrevem Carla Jiménez e Regiane Oliveira. Assim, ele partiu carregado por um guindaste na noite de terça, com mais celebração que lamentos, a não ser o do artista plástico que o criou. Mas o emblemático touro desavisado tem mais do que um contraste estético e social com os moradores de rua que transitam pela rua da Bolsa. Tudo o que a B3 não mostrou este ano foi vigor e força nos negócios.

Ao contrário. O mercado acumula queda de 12,9% este ano, o que sugere um reflexo de uma malfadada economia pós-pandemia da covid-19. Uma crise autoinfligida com a alta da inflação e, a reboque, da taxa de juros, descolou o mercado acionário do Brasil do resto do mundo.

Mais artigos

Florbela Espanca – 29/11/2021

Boa noite. Florbela Espanca Vim para os Teus Braços Chicoteada pela Vida Então tu pensas que há muitos casais como nós por esse mundo? Os