Tópicos do dia – 25/11/2011

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

08:37:44
Brasil: da série “o tamanho do buraco”!
Muitos me criticam quando escrevo aqui e no blog que no Brasil o fundo do poço é somente um estágio. Mas, vejam só:
1. Um ‘ilustre’ deputado federal — esqueci o nome da figurita. Busquem o nomezinho dele no site da câmara federal — apresentou um projeto de lei criando, pasmem!!!, o Dia Nacional da Cachaça. E mais, tão importante projeto já foi aprovado na Comissão de Educação e Cultura da Câmara Federal.Isso mesmo: Cultura!

2. Loja de conveniência em postos de combustíveis da Petrobras, BR Mania, vende bebida alcoólica. A Petrobras é empresa governamental.
O governo, dono da Petrobras, gasta um ‘grana braba’ na campanha da Lei Seca!

3. Loja de conveniência da Petrobras em postos de combustíveis, BR Mania, vende cigarro. A Petrobras é empresa governamental.
O governo, dono da Petrobras, gasta um ‘grana braba’ em campanhas antitabagismo!

4. Loja de conveniência da Petrobras em postos de combustíveis, BR Mania, vende papel de seda – Dona Leda – próprio pra fazer enrolar cigarro de maconha.
A Petrobras é empresa governamental.
O governo, dono da Petrobras, gasta um ‘grana braba’ em campanhas contra o consumo de drogas!

09:56:15
Relatório sigiloso mostra o que todo mundo já sabe: o total sucateamento das Forças Armadas
.
Paulo Peres/Tribuna da Imprensa

Reportagem de Tania Ferreira, do Estadão, revelou que um documento sigiloso produzido pelos comandos militares sobre a situação da defesa nacional, repassado ao Palácio do Planalto, nos últimos dias, mostra um sucateamento dos equipamentos das três Forças com consequencias para os militares, porque estes dados esvaziam as pretensões brasileiras de obter uma cadeira permanente no Conselho de Segurança das Nações Unidas, além de inibir a participação do País em missões especiais da ONU.

De acordo com uma planilha, “a Marinha, que em março mantinha em operação apenas dois de seus 23 jatos A-4, não tem hoje condições de fazer decolar um avião sequer do porta-aviões São Paulo. Com boa parte do material nas mãos de mecânicos, a situação da Marinha se distancia do discurso oficial, cuja missão seria zelar pela área do pré-sal, apelidada de Amazônia Azul”.

Segundo o balanço, que mostrou uma piora em relação ao último levantamento, realizado em março, a situação da flotilha também não é confortável. Apenas metade dos navios chamados de guerra está em operação.

Das 100 embarcações, incluídas corvetas, fragatas e patrulhas, apenas 53 estão navegando. Dos cinco submarinos, apenas dois ainda operam. Das viaturas sobre lagartas (com esteiras), como as usadas pelos Fuzileiros Navais para subir os morros do Rio de Janeiro, apenas 28 das 74 estão em operação.

A presidente Dilma Rousseff já foi informada das dificuldade que as Forças estão enfrentando e a expectativa, pelo menos da Aeronáutica, é de que a partir do ano que vem o governo retome as discussões em relação à compra dos novos 36 caças brasileiros já que os atuais deixam de voar em 2014.

17:35:01
Lampião gay? O Virgulino?
“A família de Lampião conseguiu na Justiça sergipana impedir, ontem à noite, o lançamento do livro “Lampião, o mata sete”, de Pedro de Morais, que sustenta que o cangaceiro era gay.
Em Aracaju, vivem uma filha de Lampião, Expedita, e netos.”
O Globo


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

José Mesquita

José Mesquita

Nasceu em Fortaleza,Ce. Pintor, escultor, gravador e "designer". Bacharel em Administração, Ciências da Computação e bacharel em Direito. Pós-graduado em Direito Constitucional. É consultor em Direito Digital. Participou de mais de 250 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior. Design Gráfico, já criou mais de 35 marcas, logotipos, logomarcas, e de livrosa de arte para empresas no Brasil e Exterior Criador e primeiro curador do Prêmio CDL de Artes Plásticas da Câmara de Dirigentes Lojista de Fortaleza e do Parque das Esculturas em Fortaleza. Foi membro da comissão de seleção e premiação do Salão Norman Rockwell de Desenho e Gravura do Ibeu Art Gallery em Fortaleza, membro da comissão de seleção e premiação do Salão Zé Pinto de Esculturas da Fundação Cultural de Fortaleza, membro da comissão e seleção do Salão de Abril em Fortaleza. É verbete no Dicionário Brasileiro de Artes Plásticas e no Dicionário Oboé de Artes Plásticas do Ceará. Possui obras em coleções particulares e espaços públicos no Brasil e no exterior. Foi diretor de criação da Creativemida, empresa cearense desenvolvedora de portais para a internet e computação gráfica multimídia. Foi piloto comercial, diretor técnico e instrutor de vôo da Ecola de Aviação Civil do Ceará. É membro da National American Photoshop Professional Association - NAPP, Usa. É membro da Academia Fortalezense de Letras e Membro Honorário da Academia Cearense de Letras. Autor de três livros de poesias - e outros quatro ainda inéditos; uma peça de teatro; contos e artigos diversos para jornais; apresentações e prefácios de publicações institucionais; catálogos e textos publicitários. Ministra cursos gratuítos de Arte e de Computação Básica para crianças e adolescentes em centros comunitários de comunidades carentes na periferia das cidades.

Gostou? Deixe um comentário

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e “designer”.

Bacharel em administração e bacharelando em Direito.

Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior.

Mais artigos

Siga-me