Tópicos do dia – 12/06/2012

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

10:26:49
Algo anda muitíssimo mal na Suprema Corte

Quanto à fala do deputado petista Pepe Vargas sobre o Supremo, o idioma continua indo de mal a pior. Vale realmente considerar que a presença dos ministros do STF sob os holofotes da mídia anda exagerada. E que a eles mesmos caberia impedir a inadequada exposição, mantendo a compostura mínima que o cargo impõe.

Em certa cidade do Sul de Minas tem juiz que depois do expediente diariamente come churrasquinho de praça e toma cerveja no meio da rua com seus amiguinhos, provando que conduta reservada não é mais uma preocupação de suas excelências. E há advogados que eufemizam isso como sendo “não ter preconceito”. Quanto ao resto da fala do deputado, que se tomem as devidas providências.

Mesmo assim, vale ressaltar que algo anda muitíssimo mal na suprema corte, desde o fato de ministros que vão julgar a grande tramóia criminosa petista terem sido indicados por Lula, seja o Toffoli ou o Barbosa.

Como conta o livro do Frei Betto: o presidente teria pedido a seu assessor que arranjasse um ministro “preto” ou “negro” para o STF. Num aeroporto, parece que no Nordeste, Frei Betto conheceu Joaquim Barbosa e o convidou para ocupar o cargo. Barbosa esbravejou – parece ser até um estilo… – até que o assessor se identificou e provou ser consistente a proposta. E assim Barbosa entrou no olimpo.

O fato de indicar ministros do STF estabelece obrigatoriamente um vínculo, claro, e muita gente lúcida poderá associar a demora inacreditável para julgar o mensalão a essa ligação tácita ou oculta entre os dois poderes.

Mas algo começa a se desenhar: a derrocada geral dessa estrutura de poder que teve nos anos Lula sua maior fase de agravamento. O Judiciário, por sua vez, não está em crise: ele já se desagregou e deteriorou de há muito, e sabe-se lá como se poderá reverter isso. Se é que se poderá reverter.

E ainda se soma ao quadro nada alentador para a Justiça o fato de Márcio Thomaz Bastos defender o bicheiro por 15 milhões, jogando mais tinta negra na já manchada imagem dos que abraçam a tarefa da Justiça.
Frederico Mendonça de Oliveira/Tribuna da Imprensa

10:40:23
CPMI do cachoeira. Começou o “enrolation”.

Perillo em vez de explicar as relações perigosas com Cachoeira esta no blá blá blá de fazer uma apologia do desenvoilvimento de Goiás, inclusive a paternidade da tão criticada, pelos tucanos, bolsa família. Deve ser um ato falho, abrigando um “apesar de mim”!

19:20:23
E agora ‘Josés’? Desembargador considera ilegais grampos da operação Monte Carlo.

Provas são consideradas nulas; Cachoeira só não foi libertado ainda porque um dos ministros pediu vista do processo. O desembargador Tourinho Neto, do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF1), do Distrito Federal, reconheceu como ilegais as interceptações telefônicas da operação Monte Carlo, da Polícia Federal, que desmontou o grupo de Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, e consequentemente considera nulas as provas decorrentes desses grampos.
Ag. Estado
<hr/> [ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

José Mesquita

José Mesquita

Nasceu em Fortaleza,Ce. Pintor, escultor, gravador e "designer". Bacharel em Administração, Ciências da Computação e bacharel em Direito. Pós-graduado em Direito Constitucional. É consultor em Direito Digital. Participou de mais de 250 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior. Design Gráfico, já criou mais de 35 marcas, logotipos, logomarcas, e de livrosa de arte para empresas no Brasil e Exterior Criador e primeiro curador do Prêmio CDL de Artes Plásticas da Câmara de Dirigentes Lojista de Fortaleza e do Parque das Esculturas em Fortaleza. Foi membro da comissão de seleção e premiação do Salão Norman Rockwell de Desenho e Gravura do Ibeu Art Gallery em Fortaleza, membro da comissão de seleção e premiação do Salão Zé Pinto de Esculturas da Fundação Cultural de Fortaleza, membro da comissão e seleção do Salão de Abril em Fortaleza. É verbete no Dicionário Brasileiro de Artes Plásticas e no Dicionário Oboé de Artes Plásticas do Ceará. Possui obras em coleções particulares e espaços públicos no Brasil e no exterior. Foi diretor de criação da Creativemida, empresa cearense desenvolvedora de portais para a internet e computação gráfica multimídia. Foi piloto comercial, diretor técnico e instrutor de vôo da Ecola de Aviação Civil do Ceará. É membro da National American Photoshop Professional Association - NAPP, Usa. É membro da Academia Fortalezense de Letras e Membro Honorário da Academia Cearense de Letras. Autor de três livros de poesias - e outros quatro ainda inéditos; uma peça de teatro; contos e artigos diversos para jornais; apresentações e prefácios de publicações institucionais; catálogos e textos publicitários. Ministra cursos gratuítos de Arte e de Computação Básica para crianças e adolescentes em centros comunitários de comunidades carentes na periferia das cidades.

Gostou? Deixe um comentário

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e “designer”.

Bacharel em administração e bacharelando em Direito.

Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior.

Mais artigos

Siga-me