Tópicos do dia – 10/11/2011

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

11:05:21
Ele pensa que tem a força?
Declaração de Paulo Pereira da Silva, presidente de uma tal de força sindical:
“Não dá para aceitar que a imprensa fique derrubando ministro de 15 em 15 dias.”
Quem “não dá para aceitar” cara pálida?
Se for corrupto, ou agasalhar corrupção, eu aceito até que seja de hora em hora!

11:12:51
Urubú Rei.
Renata Lo Prete, Folha de S. Paulo:
“De Brasília, José Dirceu tem orientado os pedetistas que se mobilizam na defesa da permanência de Carlos Lupi no Ministério do Trabalho a resistir “contra a mídia”. De lá também saíram petardos contra petistas com assento no Planalto. E elogios ao vice, Michel Temer.”

11:25:08
Traficante Nem vale hum milhão para advogado.
Um dos policiais militares envolvidos na ação que resultou na prisão do traficante Antônio Bonfim Lopes, conhecido como Nem, diz que os homens que ajudavam na fuga do criminoso chegaram a oferecer R$ 1 milhão de suborno para que eles fossem liberados. Nem foi preso na madrugada de quinta-feira (10). Ele é apontado como o chefe do tráfico de drogas da Favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

“Primeiro, eles ofereceram R$ 20 mil, depois, R$ 1 milhão para liberarmos eles”, contou o soldado Heitor, um dos agentes do Batalhão de Choque que abordou o veículo usado na tentativa de fuga do traficante. Nem foi encontrado no porta-malas do carro de luxo e preso com apoio da Polícia Federal.
–>> mais aqui

12:23:20
Segurem os bolsos!
Ouço agora na TV Senado entrevista com o, com licença da palavra, senador Romero Jucá:
“… precisamos avançar…” perora o senador.
Quando ouço sua ex-celência usar o verbo avançar coloco logo as mãos no bolso.

12:35:25
O ouro de Moscou e os revolucionários de Ipanema
Fidel Castro está entre os homens mais ricos do mundo, segundo a Revista Forbes.
De onde veio esse dinheiro?
Claro que do miserável povo cubano! E também do celébre “ouro de Moscou” que financiou essa porcaria de ditadura. Contudo du-vi-dê-ó-dó que o Chico Buarque e outros ‘revolucionários de Ipanema’ tenham destinado alguma renda de bilheteria de seus shows para a caixinha do genocida barbudo.

14:03:03
Milésimo jogo da seleção brasileira de futebol no Gabão???
Olha não entendo nada, ou quase nada de futebol, mas sei algumas coisas de ‘marketing’. A mais importante e famosa seleção de futebol, completando mil jogos, fosse de outro país, e o jogo seria transformado num evento mundial. Teriam que juntar dinheiro com auxílio de pá mecânica. Aqui os ‘çabios’ da CBF fazem um joguninho, com anônimos, nas profundas dum ‘paiseco’ dominado há 40 anos por uma família de ditadores. PUTZ!

14:15:42
Seleção Brasileira; Galvão Bueno faz escola e o FêBêApá ¹ faz falta.
Ouço o técnico da selecinha de futebol na TV:
“… o resultado do jogo depende do desempenho da seleção.”
Jura? ‘Nuncridito!’ É um gênio da obviedade.

¹ Aos mais novos que não sabem o que é o FêBêApá, façam uma busca no Google.


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

José Mesquita

José Mesquita

Nasceu em Fortaleza,Ce. Pintor, escultor, gravador e "designer". Bacharel em Administração, Ciências da Computação e bacharel em Direito. Pós-graduado em Direito Constitucional. É consultor em Direito Digital. Participou de mais de 250 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior. Design Gráfico, já criou mais de 35 marcas, logotipos, logomarcas, e de livrosa de arte para empresas no Brasil e Exterior Criador e primeiro curador do Prêmio CDL de Artes Plásticas da Câmara de Dirigentes Lojista de Fortaleza e do Parque das Esculturas em Fortaleza. Foi membro da comissão de seleção e premiação do Salão Norman Rockwell de Desenho e Gravura do Ibeu Art Gallery em Fortaleza, membro da comissão de seleção e premiação do Salão Zé Pinto de Esculturas da Fundação Cultural de Fortaleza, membro da comissão e seleção do Salão de Abril em Fortaleza. É verbete no Dicionário Brasileiro de Artes Plásticas e no Dicionário Oboé de Artes Plásticas do Ceará. Possui obras em coleções particulares e espaços públicos no Brasil e no exterior. Foi diretor de criação da Creativemida, empresa cearense desenvolvedora de portais para a internet e computação gráfica multimídia. Foi piloto comercial, diretor técnico e instrutor de vôo da Ecola de Aviação Civil do Ceará. É membro da National American Photoshop Professional Association - NAPP, Usa. É membro da Academia Fortalezense de Letras e Membro Honorário da Academia Cearense de Letras. Autor de três livros de poesias - e outros quatro ainda inéditos; uma peça de teatro; contos e artigos diversos para jornais; apresentações e prefácios de publicações institucionais; catálogos e textos publicitários. Ministra cursos gratuítos de Arte e de Computação Básica para crianças e adolescentes em centros comunitários de comunidades carentes na periferia das cidades.

Gostou? Deixe um comentário

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e “designer”.

Bacharel em administração e bacharelando em Direito.

Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior.

Mais artigos

Siga-me