Yeats – Versos na tarde – 12/08/2017

O prazer do difícil Yeats ¹ O prazer do difícil tem secado A seiva em minhas veias. A alegria Espontânea se foi. O fogo esfria No coração. Algo mantém cerceado Meu potro, como se o divino passo Já não lembrasse o Olimpo, a asa, o espaço, Sob o chicote, trêmulo, prostrado, E carregasse pedras. Diabos … Continued

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , , ,

Yeats – Versos na tarde – 12/08/2015

O prazer do difícil Yeats ¹ O prazer do difícil tem secado A seiva em minhas veias. A alegria Espontânea se foi. O fogo esfria No coração. Algo mantém cerceado Meu potro, como se o divino passo Já não lembrasse o Olimpo, a asa, o espaço, Sob o chicote, trêmulo, prostrado, E carregasse pedras. Diabos … Continued

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , ,

Yeats – Versos na tarde – 08/04/2015

Tudo pode tentar-me William Butler Yeats ¹ Tudo pode tentar-me a que me afaste deste ofício do verso: Outrora foi o rosto de uma mulher, ou pior — As aparentes exigências do meu país regido por tolos; Agora nada melhor vem à minha mão Do que este trabalho habitual. Quando jovem, Não daria um centavo … Continued

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , ,

Yeats – Versos na tarde – 31/03/2013

O Prazer difícil Yeats¹ O prazer do difícil tem secado A seiva em minhas veias. A alegria Espontânea se foi. O fogo esfria No coração. Algo mantém cerceado Meu potro, como se o divino passo Já não lembrasse o Olimpo, a asa, o espaço, Sob o chicote, trêmulo, prostrado, E carregasse pedras. Diabos levem As … Continued

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , ,

Yeats – Versos na tarde

Quando fores velha Yeats ¹ Quando fores velha, grisalha, vencida pelo sono, Dormitando junto à lareira, toma este livro, Lê-o devagar, e sonha com o doce olhar Que outrora tiveram teus olhos, e com as suas sombras profundas; Muitos amaram os momentos de teu alegre encanto, Muitos amaram essa beleza com falso ou sincero amor, … Continued

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , ,

Yeats – Versos na tarde

E daí? Yeats¹ Seus melhores amigos na escola Achavam que ele iria ser famoso; Ele também achava e assim se preparou, Dedicou seus vinte anos ao labor; “E daí?” cantou o fantasma de Platão, “e daí?” Tudo o que escreveu, tudo foi lido, Depois de algum tempo tinha ganho Dinheiro para o que pudesse precisar, … Continued

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , , , , ,