W.H.Auden – Versos na tarde

Blues Fúnebres W.H. Auden ¹ Que parem os relógios, cale o telefone, jogue-se ao cão um osso e que não ladre mais, que emudeça o piano e que o tambor sancione a vinda do caixão com seu cortejo atrás. Que os aviões, gemendo acima em alvoroço, escrevam contra o céu o anúncio: ele morreu. Que […]

Leia mais… from W.H.Auden – Versos na tarde