Tópicos do dia – 29/062012

09:09:27
Salários: Professores X Vereadores. Brasil: da série “A vida como não deveria ser”.

1. A Universidade Regional do Cariri publica edital para contratação de professores. Salários: Professor Graduado – 40 horas -R$1.404,77; Especialista – 40h-R$1.906,50; Mestre – 40h- R$3.010,24 e Doutor – 40h- R$ 4.013,63. Está no site da Urca.
2. Vereadores de Fortaleza querem aumento de 61,8%. Sua ex-celências pasarão a receber R$15.031,76.

09:24:41
Spam de etiquetas de endereçamento?

“Nuncridito”!
Ainda estou recebendo “spam” com proposta de venda de etiquetas de enderaçamento. Nessa marcha à ré para o paleolítico da tecnologia, temo receber oferta de vendas de disquetes e toca fitas TDK “Cara Preta”.

09:27:15
Internautas planejam ‘sopaço’ em frente a casa do prefeito Kassab

Internautas planejam para o dia 06 de julho um “sopaço”, na frente da casa do prefeito Gilberto Kassab, como forma de protesto contra a proibição de distribuição de sopa a moradores de rua nas vias da capital paulista. A ideia surgiu após a publicação da notícia ‘Prefeitura quer proibir sopão grátis no centro’. Em menos de 15 horas, a notícia se espalhou pelas redes sociais. Um post publicado no perfil do ‘Estado de S.Paulo’ com o texto foi compartilhado por quase 11 mil pessoas no Facebook, rendendo mais de 1,5 mil comentários.
coluna Claudio Humberto 

12:07:12
Mensalão, Zé Dirceu e a presunção de inocência.

O grande avanço da sociedade foi a instituição do primado da presunção da inocência. Todos nós somos inocentes até prova em contrário, exercidas a ampla defesa, e o contraditório, em suas plenitudes. Qualquer pré-julgamento não passa de pré-julgamento. Qualquer um de nós pode vir a ser vítima de condenação pública antes de ser julgado. Aprendi no curso de Direito a importância de somente se considerar as provas dos autos. Pessoalmente, contudo, independente de culpa, seja decidida pela opinião pública, seja de sentença transitada em julgado, esse cidadão, Zé Dirceu, não goza do meu respeito, quer pelo viés ideológico, quer pelo comportamento aético, ao qual todo servidor público deveria ter como primado maior.


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

Senado aprova lei que cria mais 7 mil vereadores

Brasil: da série “O tamanho do buraco”!

Senado aprova PEC dos Vereadores

O Senado Federal aprovou hoje (17), em dois turnos, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) dos vereadores, que reduz os gastos das Câmaras Municipais do país.

No primeiro turno, a PEC foi aprovada por 62 a 2. No segundo turno de votação, foram 56 a 6. A matéria aumenta o número de vereadores de 51.748 para 59.302 em todo o país.

A PEC também estabelece cinco faixas com percentuais máximos de gastos das câmaras municipais tomando por base o número de habitantes da região.

Cidades com 101 a 300 mil pessoas terão que reduzir seus gastos de 8% para 6% do orçamento previsto. Já municípios com mais de oito milhões de habitantes deverão gastar, no máximo, 3,5% dos recursos orçamentários. Para entrar em vigor, a matéria ainda terá que ser apreciada pela Câmara dos Deputados.

coluna Claudio Humberto

Novos vereadores custarão 214 milhões

Brasil: da série “O tamanho buraco”!
A farra que suas (deles) ex-celências, os senadores, fizeram ao aprovar o aumento de mais 7.343 inúteis vereadores, custará aos nossos sofridos bolsos, a bagatela de 214 MILHÕES!

Cálculo do gasto anual com as novas vagas inclui só os salários.

A criação de mais 7.343 vagas de vereadores custaria, só com os salários, pelo menos R$ 214 milhões por ano. A emenda constitucional que cria essas vagas foi aprovada na Câmara e no Senado. A promulgação da emenda, para que entrasse em vigor, foi vetada pela Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, que não concordou com a alteração feita pelos senadores, que excluíram a redução das verbas destinadas às câmaras municipais. A questão está em análise no Supremo Tribunal Federal (STF).

O cálculo do custo foi feito com base no subsídio médio mensal de R$ 2.240 que os vereadores recebem na atual legislatura, segundo estimativa da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

Se entrasse em vigor em janeiro, os valores poderiam ser ainda maiores, porque a cada início de legislatura os subsídios são redefinidos. A estimativa de R$ 214 milhões leva em conta apenas os 13 salários que os vereadores receberiam durante um ano. A inclusão de outros benefícios dados a eles, além da contratação de servidores comissionados, elevaria as despesas para mais de R$ 250 milhões.

A expectativa de 7.343 candidatos a vereador que não se elegeram em outubro, e ficaram com suplentes, era a de que, com a aprovação da emenda constitucional eles tomariam posse em fevereiro. Mas a polêmica se instalou depois que o Senado derrubou justamente o artigo que reduzia o limite de gastos com as câmaras municipais: a Câmara aprovara redução de 8% para 4,5% do orçamento municipal – o teto para os gastos com o legislativo municipal.

do O Globo – por Cristiane Jungblut

Garilbadi Alves e o aumento de vereadores

A indecência promulgada por suas (deles) ex-celências os senadores, provocou tamanha reação popular, que o presidente do senado, o lerdo Garibaldi Alves — imaginem um debate entre o potiguar câmara lenta e o sonífero paulista Suplicy (este também conhecido como internet discada) está pedindo arrego.

Garibaldi recua e diz que reação da opinião pública pede reflexão sobre PEC dos Vereadores.

O presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), admitiu nesta segunda-feira que a promulgação da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que aumentou em 7.343 o número de vereadores em todo o país deve ficar para 2009. Garibaldi reconheceu ainda que, diante da pressão popular, o Congresso pode resgatar as discussões sobre o limite dos gastos das Câmaras Municipais e que os efeitos do texto só devem valer para as eleições de 2012.

A mudança no tom de discurso de Garibaldi, que vinha defendendo com toda força a validação da parte da PEC aprovada na semana passada pelo Senado, indicam interlocutores, representa que o presidente da Casa não tem mais tanta certeza no aval do STF (Supremo Tribunal Federal) ao mandado de segurança apresentado na última sexta-feira para obrigar a Câmara a promulgar o texto.

O novo entendimento é de que o argumento do Senado de que outras PEC já foram promulgadas parcialmente, neste caso, pode ser derrubado, uma vez que a mudança feita pelo Senado muda o mérito do texto.

Quando as PEC que promoveram a reforma da Previdência e reforma Trabalhista, por exemplo, foram promulgadas com o texto alterado, não havia nenhuma mudança que alterasse o mérito de um mesmo artigo do texto. Quando senadores alteraram acabaram suprimindo todo o artigo modificado. No caso da PEC dos Vereadores, os dois artigos estavam condicionados.

“Essa questão vai ficar para fevereiro quando o Judiciário vai dar seu veredicto sobre uma prerrogativa que eu achei que foi violada, apenas isso. Eu achei que o processo de votação como estava concluído teria que ser promulgado”, afirmou Garibaldi.

Garibaldi disse que a repercussão negativa e as críticas por ter suprimido o artigo 2 da PEC, que diminuía em 0,5% os percentuais das receitas municipais que se podem destinar às Câmaras de Vereadores  – uma economia de R$ 1,5 bilhão -, poderão retomar as discussões sobre a limitação dos gastos da Câmara.

“Mas eu entendo que a reação da opinião pública nos leva a refletir sobre o que foi decidido. A opinião pública tem que ser ouvida de tal modo que a PEC poderá até só entrar em vigor em 2012”, disse Garibaldi.

A PEC aprovada pelo Senado tratou apenas da ampliação das cadeiras das Câmaras. O senador Cesar Borges (PR-BA), que relatou o texto, colocou em uma PEC paralela a questão dos gastos das Câmaras, que seria debatida ao longo do próximo ano. Para Borges, não há problema jurídico em dividir as duas questões.

Polêmica
A polêmica em torno da PEC começou na semana passada quando a Mesa Diretora barrou o aumento no número de vereadores aprovado Senado. Na reunião da Mesa, a cúpula da Câmara resolveu, por unanimidade, não assinar a proposta. A matéria, que já tinha passado pela Câmara, só precisava da assinatura dos deputados para passar a valer.

Os deputados alegaram que os senadores modificaram substancialmente o texto. O advogado-geral do Senado, Luiz Fernando Bandeira de Mello Filho, ingressou na sexta-feira com um mandado de segurança pedindo que o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Gilmar Mendes, concedesse uma liminar obrigando a Câmara a assinar a PEC.

O documento, de dez páginas, sustenta que ao tomar esta decisão fere a Constituição porque a Câmara não tem o direito de vetar a promulgação de uma PEC, ainda mais tendo sido aprovada de acordo com os ritos tradicionais, em dois turnos pelas duas Casas Legislativas.

O advogado-geral do Senado alegou que existe entendimento jurídico de que é legal o fato de se promulgar uma parte da PEC e remanejar parte do texto para uma proposta paralela  – tal medida ocorreu na análise das reformas do Judiciário e da Previdência, que foram promulgadas parcialmente.

Segundo a Secretaria-geral da Mesa Diretora da Câmara, o pedido de explicações do STF ao presidente da Casa, Arlindo Chinaglia (PT-SP), ainda não foi oficializado.

por Márcio Falcão – Folha Online

Senado aumenta número de vereadores. Agora são 59.791

Brasil: da série “O tamanho do buraco”!

O espantoso número cinquenta e nove mil, setecentos e noventa e um , é verdadeiro.

Prepare o bolso. Enquanto você dormia, suas (deles) ex-celências, os Senadores, aproveitaram para tripudiar com o seu, o meu, o nosso, sofrido dinheirinho.

O relator da imoralidade, que foi aprovada pelo Senado, nesta madrugada, foi o Senador César Borges do DEM — continuo afirmando que o nome desse partido só pode ser gozação com a democracia da Bahia. Grave o nome desse indigitado parlamentar. Você poderá dar-lhe os “parabéns” e enviar outros “mimos” pelo e-mail cesarborges@senador.gov.br.

Aproveite e envie efusivos agradecimentos aos outros 80 cúmplices. Basta acessar a página do Senado que contém os e-mail de todos os Senadores.

Ilustrando a notícia do aumento de vereadores pelo Senado - Tampando o NarizCom a aprovação feita na calada da noite, o Senado criou mais 7.343 novas vagas de vereadores, que irão somar-se aos já inúteis 51.748 outros.
Agora sustentaremos 59.791 vereadores exercendo o ócio remunerado em todo o país.

A manobra, uma Emenda Constitucional, burlou uma decisão que o Tribunal Superior Eleitoral tinha tomado havia 4 anos, quando reduziu o número dos inefáveis edis Tupiniquins.

Considerando que a desfaçatez era pouca, os Senadores emendaram a emenda – a redundância é admissível e necessária para reforçar a indignação – com um artigo validando a mudança já para os vereadores que tomarão posse no próximo mês.

Argh! Argh!, e Argh!

Senado cria mais 7.554 cargos de vereadores

Brasil: da série “O tamanho do buraco”!

Suas (deles) ex-celências continuam tripudiando com o seu, o meu, o nosso sofrido dinheirinho. Acham pouco o o ócio dos inoperantes vereadores existentes e “lascam” no lombo dos Tupiniquins mais esta borduna.
Argh!

Comissão do Senado cria 7.554 novas vagas de vereadores

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado aprovou nesta quarta-feira a PEC (proposta de emenda constitucional) que aumenta em 7.554 o número de vereadores no país. Os senadores, no entanto, retiraram do texto o artigo que reduzia os percentuais de repasse das receitas dos municípios para as Câmaras.

Com a mudança, as Câmaras de Vereadores vão continuar a receber o montante previsto pela Constituição Federal, sem redução nos gastos. O senador César Borges (DEM-BA), relator da proposta na comissão, havia sugerido a redução dos repasses uma vez que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) reduziu em 2004 o número dos vereadores no país, mas manteve o mesmo percentual de repasses.

do blog do Noblat – Gabriela Guerreiro

Catador de papelão é eleito vereador em cidade baiana

Josafá Eloy Ribeiro recebeu 929 votos em Cruz das Almas.
Primeiro projeto será de cooperativa de reciclagem, disse ele.

Mariana Oliveira Do G1

Clique na imagem para ampliar
O catador de papelão Josafá Eloy Ribeiro, eleito vereador em Cruz das Almas (BA)
Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal

O catador de papelão Josafá Eloy Ribeiro, de 49 anos, vai experimentar uma mudança radical em sua rotina a partir de janeiro de 2009. Ele foi um dos 15 vereadores eleitos neste ano para a Câmara de Cruz das Almas, a cerca de 150 quilômetros de Salvador (BA).

Conhecido como Josafá Benção de Deus – nome usado na urna pelo candidato -, o catador foi eleito pelo PRP com 929 votos.

Ele anunciou que o primeiro projeto que apresentará na Câmara visa atender a um de seus principais desejos: instalar uma cooperativa de reciclagem na cidade.

Josafá disse ao G1 que não gastou nada na campanha. Afirmou ter recebido os “santinhos” do partido e arrecadado entre amigos o dinheiro para o pagamento do jingle de campanha.

“O povo que pediu [minha candidatura]. A maioria dos comerciantes achou que a população gostava de mim. (…) A minha campanha foi de boca, não teve carro de som, essas coisas”, contou o catador, que estudou até a 7ª série do ensino fundamental.

Josafá Eloy Ribeiro nasceu em Cruz das Almas e afirmou que aos 17 anos saiu de sua cidade natal para trabalhar como cozinheiro em São Paulo, onde morou por nove anos. Acabou ficando desempregado e voltou. Virou catador de papelão para poder sustentar a família.

“Comecei a catar latinha e papelão. Com o tempo, as pessoas começaram a guardar as coisas para mim. Comecei a poder pagar as coisas e cato papelão até hoje”, narrou.

O catador disse que ficou conhecido na cidade por distribuir balinhas para os moradores que guardavam garrafas PET e latinhas para ele.

Evangélico, afirmou que usará os ternos que veste para ir à igreja na estréia como vereador na Câmara.

“Eu tenho três ternos. Dá para chegar lá.” Ele disse que mesmo após começar a trabalhar na Câmara, não pretende deixar de recolher material reciclável pelas ruas da cidade.

Eleições 2008 – Lista dos Vereadores Eleitos em Fortaleza

Saiu o resultado oficial com a lista dos vereadores eleitos, suplentes e não eleitos da cidade de Fortaleza, Ceará.

Segue abaixo os 100 mais votados…

NÚMERO NOME VOTOS SITUAÇÃO PARTIDO
50050 JOÃO ALFREDO TELLES MELO 14917 Eleito PSOL
31640 WALTER LIMA FROTA CAVALCANTE 11759 Eleito PHS
17123 JOSÉ DO CARMO GONDIM 11662 Eleito PSL
13234 GUILHERME DE FIGUEIREDO SAMPAIO 11282 Eleito PT
31190 VITOR PEREIRA VALIM 10996 Eleito PHS
40456 ELPIDIO NOGUEIRA MOREIRA 10520 Eleito PSB
40100 ELIANE NOVAES ELEUTERIO TEIXEIRA 10308 Eleito PSB
17618 MARIA LEDA MOREIRA E SILVA 10029 Eleito PSL
33133 MÁRIO HÉLIO PORTELA REINALDO 9843 Eleito PMN
15678 MARIA MAGALY MARQUES DANTAS 9813 Eleito PMDB
10000 GELSON FERRAZ DE MEDEIROS 9584 Eleito PRB
43789 ROBERTO MESQUITA DA SILVEIRA JÚNIOR 9223 Eleito PV
17333 LUCIRAM GIRÃO SALES 9198 Eleito por Média PSL
13132 JOSÉ ACRÍSIO DE SENA 9147 Eleito PT
13121 ANTONIO RONIVALDO DA SILVA MAIA 8818 Eleito PT
11696 CASIMIRO LEITE DE OLIVEIRA NETO 8766 Eleito PP
40624 FRANCISCO ANTONIO MARTINS NOGUEIRA 8372 Suplente PSB
17800 MARCÍLIO CATUNDA FERREIRA GOMES 8205 Suplente PSL
15555 PAULO GOMES CAMINHA MUNIZ 8154 Eleito PMDB
23680 GLAUBER LACERDA SINDEAUX 8102 Eleito PPS
12345 JOSÉ IRAGUASSÚ TEIXEIRA 8013 Eleito PDT
15610 CARLOS ALBERTO GOMES MESQUITA 8011 Eleito PMDB
33789 TOMAZ HOLANDA DE LIMA 7976 Suplente PMN
33000 JORGE VIEIRA 7890 Suplente PMN
17678 FRANCISCO MANGUEIRA SOBRINHO 7712 Suplente PSL
23667 JOSE CARLOS BESERRA DE CARVALHO 7586 Suplente PPS
22622 JOSÉ ADELMO MENDES MARTINS 7573 Eleito PR
13500 JOÃO SALMITO FILHO 7534 Eleito por Média PT
15615 MARCUS SÁVIUS TEIXEIRA SOUZA 7389 Eleito por Média PMDB
33666 ANTÔNIO HELDER COUTO BEZERRA 7357 Suplente PMN
25000 MAIRTON FÉLIX FERREIRA 7252 Eleito DEM
12333 PLACIDO SOBREIRA FILHO 6827 Eleito PDT
43123 CARLOS MAGNO BEZERRA SIDOU 6675 Eleito PV
13813 DEODATO JOSE RAMALHO JUNIOR 6626 Suplente PT
43321 JOAQUIM BESERRA DA ROCHA FILHO 6528 Eleito por Média PV
28193 JOAO BATISTA GOMES DA SILVA 6524 Eleito PRTB
45333 CARLOS ALBERTO DUTRA DA SILVA 6478 Eleito PSDB
15122 ANTÔNIO ELBANO CAMBRAIA 6271 Suplente PMDB
33333 ERENYLSON FAGATA FERREIRA SILVA 6205 Suplente PMN
65123 FRANCISCA ELIANA GOMES DOS SANTOS 6181 Eleito PC do B
70111 LEONEL ALENCAR JÚNIOR 6176 Eleito PT do B
31213 MARIA DE FATIMA SANTANA ARRAIS LEITE 6115 Suplente PHS
43999 FRANCISCO ERON MENDES MOREIRA 6072 Suplente PV
19999 ALIPIO RODRIGUES DE OLIVEIRA NETO 6064 Eleito PTN
45666 ANTÔNIO IDALMIR CARVALHO FEITOSA 6036 Suplente PSDB
40000 PAULO BARRETO RIBEIRO MINDELLO 6021 Suplente PSB
13613 JOSÉ MARIA ARRUDA PONTES 5930 Suplente PT
43456 LUIZ ADEMAR DIAS ARRUDA 5797 Suplente PV
15613 JOSE MAURILIO ASSÊNCIO DE ARAÚJO 5701 Suplente PMDB
43400 FRANCISCO CARLOS DE SANTANA FERNANDES 5658 Suplente PV
40140 ROGERIO DE ALENCAR ARARIPE PINHEIRO 5563 Suplente PSB
40123 JOSE ADAUTO ELOI DE ALMEIDA 5554 Suplente PSB
33500 FRANCISCO ADDLER PINHEIRO GOMES 5490 Suplente PMN
45000 AGEU DA COSTA RODRIGUES 5383 Suplente PSDB
40400 ANTONIO ALMIR DE SOUSA 5372 Suplente PSB
31369 TEREZINHA DE JESUS LIMA 5333 Suplente PHS
31620 LAVOISIER FÉRRER LIMA 5327 Suplente PHS
28678 FRANCISCO JOSE ALVES 5292 Suplente PRTB
36888 MARCELO DE OLIVEIRA MENDES 5172 Eleito PTC
12300 MARCIO EDUARDO E LIMA LOPES 5072 Suplente PDT
31555 JOSÉ CARLOS VASCONCELOS 5026 Suplente PHS
13123 VICENTE DE PAULO PINTO DA COSTA 5023 Suplente PT
44235 ADAIL FERNANDES VIEIRA JUNIOR 4991 Eleito PRP
31777 JOSE ELSON DAMASCENO 4988 Suplente PHS
43334 ELPIDIO LUÍZ PEREIRA NETO 4914 Suplente PV
40840 ROBERTO RIOS NOGUEIRA 4857 Suplente PSB
65789 FRANCISCO EVALDO FERREIRA LIMA 4809 Suplente PC do B
36111 CIRO ALBUQUERQUE MARQUES 4770 Eleito PTC
19111 ANTONIO HENRIQUE DA SILVA 4702 Eleito PTN
70234 PAULO DE TARSO FACÓ BEZERRA 4657 Eleito PT do B
50111 ANTONIA GUEDES CABRAL AGUIAR ROCHA 4637 Suplente PSOL
45617 JOSÉ ALRI RODRIGUES NOGUEIRA 4508 Suplente PSDB
25678 ANTÔNIO DA SILVEIRA MACHADO NETO 4474 Eleito por Média DEM
43777 GERMANA LIMA FONTENELE SOARES 4341 Suplente PV
19000 JOSE DA SILVA FREIRE 4321 Eleito por Média PTN
19190 AUDIZIO OLIVEIRA SILVA 4137 Suplente PTN
65656 MARIANO ARAUJO FREITAS 3960 Suplente PC do B
43000 LAERTE PINHEIRO JÚNIOR 3841 Suplente PV
13131 RAIMUNDO JOVANIL PEREIRA OLIVEIRA 3728 Suplente PT
65444 JOÃO RICARDO FRANCO VIEIRA 3658 Suplente PC do B
13031 MOACIR TAVARES MARTINS FILHO 3655 Suplente PT
15190 DELADIER FEITOSA MARIZ 3641 Suplente PMDB
19100 FRANCISCO WELLINGTON SABOIA VITORINO 3503 Suplente PTN
33777 FÁBIO RUBENS MARQUES RAMOS 3481 Suplente PMN
70190 GERONCIO DE SOUSA COELHO 3456 Suplente PT do B
44678 BENZALIEL CONSTANT DO NASCIMETO 3434 Eleito por Média PRP
11000 JAIME CAVALCANTE DE ALBUQUERQUE FILHO 3428 Suplente PP
14333 FRANCISCO VALDETE VASCONCELOS ARAÚJO 3419 Eleito PTB
19777 MARIA AMELIA BEZERRA DE MOURA NUNES 3402 Suplente PTN
19333 JADAS REIS 3385 Suplente PTN
36220 EDSON NOGUEIRA BERNARDINO 3327 Suplente PTC
70789 JONH SANTOS MONTEIRO 3277 Suplente PT do B
36636 LUIS ÁTILA DE HOLANDA BEZERRA 3276 Suplente PTC
27633 RAIMUNDO PONTES FILHO 3257 Não eleito PSDC
36555 ANTONIO MAURICIO BEZERRA 3043 Suplente PTC
43611 JOÃO DA CRUZ SILVA 3030 Suplente PV
44810 IBERNON DA PAZ MONTEIRO 2991 Suplente PRP
44623 LUCIMAR VIEIRA MARTINS 2960 Suplente PRP
36001 SILVIO SÉRGIO ARAÚJO HOLANDA 2931 Suplente PTC
31222 FRANCISCO CUNHA SALDANHA 2863 Suplente PHS

(Obs.: Dados gerados em 06/10/08 sujeitos a alteração)

Resultado Final das Eleições 2008 de Fortaleza

Veja aqui o resultado oficial das eleições 2008 para prefeito da cidade de Fortaleza, Ceará.

NÚMERO NOME VOTOS SITUAÇÃO %VÁLIDOS PARTIDO
13 LUIZIANNE DE OLIVEIRA LINS 593.778 Eleito 50,160 PT
25 MORONI BING TORGAN 295.921 Não eleito 25,000 DEM
12 PATRICIA LUCIA SABOYA FERREIRA GOMES 183.136 Não eleito 15,470 PDT
50 RENATO ROSENO DE OLIVEIRA 67.080 Não eleito 5,670 PSOL
20 FLORENCIO NUNES NETO 22.874 Não eleito 1,930 PSC
36 JOSÉ RIBAMAR AGUIAR JÚNIOR 8.232 Não eleito 0,700 PTC
23 SERGIO BRAGA BARBOSA 6.235 Não eleito 0,530 PPS
22 ADAHIL BARRETO CAVALCANTE SOBRINHO 4.828 Não eleito 0,410 PR
21 JOSÉ CARLOS VASCONCELOS 1.636 Não eleito 0,140 PCB

Fonte: TRE-CE
(Obs.: Dados gerados em 06/10/08 sujeitos a alteração)