Temer tem 30 dias para pagar multa na justiça eleitoral

Temer foi condenado pelo TRE por doação acima do permitido na legislação

Michel Temer,Eleições,TSE,Multa,Blog do Mesquita

O presidente em exercício, Michel Temer (PMDB/SP), tem 30 dias contados a partir desta terça-feira, 19, para pagar a multa no valor de R$ 80 mil referente ao processo no qual foi condenado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) por doação acima do permitido na legislação.[ad name=”Retangulo – Anuncios – Direita”]

Por esta condenação, Temer pode ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa caso tente se candidatar a um cargo eletivo nos próximos oito anos.

O peemedebista deverá retirar uma Guia de Recolhimento da União (GRU) na 5ª Zona Eleitoral, no bairro de Jardim Paulista, e retornar ao local para informar o pagamento. Se perder o prazo, o presidente em exercício entra no cadastro da Dívida Ativa da União. O pagamento da multa não anula os efeitos da condenação, segundo a Justiça Eleitoral.

Temer foi condenado no início de maio por unanimidade no plenário do TRE-SP por ter feito doações acima do limite imposto pela legislação eleitoral na campanha de 2014, na qual o peemedebista concorreu na chapa da então candidata Dilma Rousseff (PT).

Segundo a representação ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral, o então candidato a vice doou ao todo R$ 100 mil para dois candidatos do PMDB do Rio Grande do Sul a deputado federal, Alceu Moreira e Darcísio Perondi, que receberam R$ 50 mil, cada um.

O valor é 11,9% do rendimento declarado pelo vice em 2013. Naquele ano, Temer declarou ter tido rendimentos de R$ 839.924,46. O peemedebista não poderia, portanto, doar quantia superior a R$ 83.992,44, uma vez que a lei eleitoral impõe teto de 10% do rendimento declarado pelo doador no ano anterior.

A lei da Ficha Limpa estabelece, na alínea “p” do inciso 1º, que fica inelegível ‘a pessoa física e os dirigentes de pessoas jurídicas responsáveis por doações eleitorais tidas por ilegais por decisão transitada em julgado ou proferida por órgão colegiado da Justiça Eleitoral, pelo prazo de 8 (oito) anos após a decisão’.

Defesa de Temer

Responsável pela defesa do presidente em exercício Michel Temer no caso, o advogado Gustavo Mendes afirmou que vai entrar em contato com a Justiça eleitoral para negociar a forma de pagamento.

A assessoria da Presidência informou apenas que Temer vai pagar a multa e não vai comentar o assunto. (AE)

Tópicos do dia – 11/10/2012

08:20:43
Eleições 2012: Serra é multado por propaganda eleitoral durante culto religioso

O candidato a prefeito de São Paulo, José Serra (PSDB), foi multado no valor de R$ 5 mil por fazer propaganda eleitoral em um templo religioso. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), o ato ocorreu durante um culto realizado no final de agosto quando pastor Jorge Alexandre, da Igreja Apostólica Maravilha de Cristo, se referiu a Serra como “futuro prefeito de São Paulo” e também pediu votos de maneira expressa para o candidato.

“Além da propaganda irregular feita pelo pastor, o próprio candidato subiu ao púlpito e fez propaganda eleitoral em benefício próprio, mencionando sua candidatura, com pedido de voto”, afirmou o juiz Manoel Luiz Ribeiro. Serra pode recorrer da decisão proposta pelo Ministério Público Eleitoral.
coluna Claudio Humberto

08:22:02
Corregedoria Geral instaura processo administrativo e suspende Demóstenes Torres

A Corregedoria Geral do Ministério Público do Estado de Goiás (CGMP-GO) instaurou nesta quarta-feira (10), Processo Administrativo Disciplinar contra o ex-senador e Procurador de Justiça, Demóstenes Torres, com o objetivo de apurar violação de deveres funcionais em razão de condutas reveladas pela Operação Monte Carlo, que teve como alvo a organização criminosa liderada por Carlinhos Cachoeira. Segundo a Corregedoria, após obter provas junto ao Senado Federal, foi revelada a necessidade de instauração do processo e a suspensão de Demóstenes até definitivo julgamento.

08:56:12
Comandante do Exército adverte para desnacionalização da indústria da defesa

A desnacionalização da chamada indústria da defesa é preocupante. As multinacionais estão entrando com força no mercado nacional, para ocupar um setor altamente estratégico. Em recente evento da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (Adesg) , aqui no Rio, tive a oportunidade de assistir a um importante discurso do Comandante do Exército, general Enzo Peri, em que demonstrou preocupação com o assunto.

Na abertura da reunião, o presidente da Adesg, Pedro Berwanger, pronunciou um breve discurso, em que abordou a importância da chamada Força Terrestre em tempo de guerra e de paz, como parceira da sociedade brasileira em seu desenvolvimento socioeconômico.

EMPRESAS NACIONAIS

O dirigente da Adesg citou a atuação do Exército na fixação das fronteiras e na construção de vias no interior do país, além de sua presença permanente na garantia constitucional do cumprimento da lei e da ordem. Em seguida, falou sobre a campanha da FEB na Itália e se emocionou, por ser filho de um pracinha, o Tenente Berwanger.

Ao agradecer a homenagem, o comandante do Exército, general Enzo Peri, disse que as Forças Armadas precisam estar à altura da importância que o Brasil hoje tem no cenário internacional, como sexta maior economia do mundo. Nesse sentido, afirmou ser necessário um maior repasse de recursos para reequipar e manter as três Armas e defendeu que a indústria de defesa tenha a participação de mais empresas brasileiras, porque está havendo desnacionalização do setor. Fez então uma pausa e reforçou: “Eu me refiro a empresas genuinamente brasileiras”.

Ao final, o General Enzo lembrou que as pesquisas indicam que 72% dos brasileiros dão credibilidade às Forças Armadas, como principal instituição do país. “Os outros 28% ainda vão chegar lá; é que eles ainda não nos conhecem”, destacou, sorrindo.
Carlos Newton/Tribuna da Imprensa

09:07:37
Ministro Joaquim Barbosa:

“No Brasil, coisas absurdas são admitidas como as mais naturais. Por exemplo, filhos e mulheres de juízes advogarem nas cortes em que seus parentes atuam. Se você fizer uma interpretação rigorosa do devido processo legal, da igualdade de armas que o juiz deve conceder às partes, pode chegar à conclusão de que essa prática é ilegal.”


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

Eu, o TRE, e Jaqueline Roriz que se cuide

Brasil: da série “só doi quando eu rio!”
Prestação de contas

Na mesma semana em que Jaqueline Roriz passou ilesa pelo processo de cassação, um oficial de Justiça bateu na casa de Fabrício Rocha, videocolunista da TV Câmara. Foi notificá-lo porque ele, que concorreu a deputado distrital pelo PSOL no DF, não prestou contas de uma doação no valor de… R$ 100 reais.

Fabrício fez até um vídeo sobre o fato-piada pronta. Assista abaixo.


[ad#Retangulos – Normal]

Eleições 2010: é ligado ao PT o contador envolvido na quebra do sigilo fiscal de Verônica Serra

Mesmo se considerando a pouca em nenhuma credibilidade do Jornal Nacional da Globo – a descrença vem desde o célebre caso do Procosult e o então Governador Brizola, passando pela edição descaradamente parcial do debate envolvendo Collor X Lula na campanha eleitoral da época – não deve se considerar sem importância a denuncia feita pelo JN. Segundo o jornal da dupla Bonner/Fátima, tem raízes no PT o falso contador, da falsa procuração, que é acusado de ter violado o sigilo fiscal da filha de José Serra e outros emplumados dirigentes do PSDB.
A PF está apurando os fatos, o judiciário está trabalhando, a Receita e o MF, também estão no caso. Enquanto aguardamos o resultado dessas investigações, ficamos a estranhar que a grande mídia não investigue a possibilidade, circula na internet, que todo esse “imbroglio” tem cheiro de pão de queijo e foi temperado com sabor mineiro do PSDB mineiro na briga Serra X Aécio.
O Editor


Contador do caso da violação do fisco é ligado ao PT[ad#Retangulo – Anuncios – Direita]

Antonio Carlos Atella Ferreira, o falso procurador de Verônica Serra, filiou-se ao PT em 20 de outubro de 2003.

A informação foi repassada à TV Globo, por escrito, pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de São Paulo (assista lá no alto).

Antonio Carlos é aquele personagem que, manuseando um documento falso, obteve cópias do Imposto de Renda da filha de Serra, em Santo André (SP).

O malfeito ocorreu em 30 e setembro de 2009. Dali a menos de dois meses, em 21 de novembro, operou-se uma mudança nos arquivos do TRE-SP.

No espaço destinado à filiação partidária, anotou-se “excluído”. Segundo o TRE, não significa desfiliação. Havia algum dado divergente, que o partido não corrigiu.

Outro detalhe: a ficha de filiação de Antonio Carlos ao PT foi assinada, segundo o TRE, no município de Mauá (SP).

A mesma cidade onde está assentado o escritório da Receita de cujos computadores foram extraídos dados fiscais de quatro pessoas ligadas ao PSDB e a Serra.

Instado a comentar as novidades, o presidente do PT, José Eduardo Dutra, pareceu surpreso:

“Eu acho essa história muito estranha. Não vou ficar fazendo ilações, mas ainda não estou entendendo o que aconteceu. Ninguém o conhece no partido”.

Dutra disse que o PT vai varejar os próprios registros. E questionará o TRE caso não encontre o registro do filiado incômodo:

“Até agora, dentro dos registros do PT, não houve nenhum sinal de que ele foi filiado. E nossos lançamentos são em função das informações do tribunal…”

“…Se foi filiado, foi filiado cartorial. Nós temos mais de 1 milhão de filiados e ele deveria aparecer porque fizemos no ano passado uma atualização”.

Seja como for, Dutra apressou-se em dizer que, mesmo que se confirme a passagem de Antonio Carlos pelo PT, isso “não muda nada” no caso sob investigação.

O mandachuva do PT reiterou que o comitê de campanha de Dilma Rousseff nada tem a ver com a violação de dados sigilosos do fisco.

Curiosamente, Antonio Carlos negara que tivesse filiação partidária. À Folha chegara mesmo a se apresentar como eleitor de José Serra.

Reinquirido na noite desta sexta, ele disse à Globo que não se lembra de ter sido filiado ao PT. Porém…

Porém, Antonio Carlos admitiu que, num momento de “empolgação” pode ter assinado uma ficha de filiação ao PT.

Outro personagem do caso, Ademir Estevan Cabral é filiado ao PV, informa o TRE.

Estevan foi mencionado por Antonio Carlos como a pessoa que lhe encomendou a retirada dos dados de Verônica Serra na Receita.

Marina Silva, a presidenciável do PV, disse que, confirmada a filiação, o PV deve expulsar Estevan de seus quadros.

blog Josias de souza

Eleições 2010: TRE tira do ar propaganda eleitoral do PSDB

A propaganda eleitoral enseja pecados pluripartidários. As legendas, mesmo quando separadas por feroz rivalidade, dançam de mãos dadas em torno do ilegal.

[ad#Retangulo – Anuncios – Esquerda]Depois de tirar do ar duas propagandas televisivas do PT, o TRE-SP arrancou da tela uma publicidade do PSDB.

A peça vetada exibe o grão-tucano José Serra tecendo loas a si mesmo. Jacta-se de ter sido autor do projeto que deu à luz o seguro desemprego.

“Eu batalhei, nós conseguimos”, diz Vangloria-se também de ter expandido as linhas do metrô de São Paulo:

“[…] É isso, planejamento, experiência de vida e o Brasil no coração”.

Corregedor regional eleitoral de São Paulo, o desembargador Alceu Penteado Navarro concluiu o óbvio:

O PSDB produziu não uma propaganda partidária institucional, mas uma peça de campanha eleitoral. Algo vedado pela lei.

O mesmo magistrado tirara do ar uma peça em que Lula levantava a bola de Dilma Rousseff, vinculando-a São Paulo.

Interrompera também a veiculação de inserção em que o petê Aloizio Mercadante, virtual candidato a governador, pedia ao eleitor “uma chance” para o PT.

Aos pouquinhos, a Justiça Eleitoral vai abrindo os olhos.

blog Josias de Souza

Partidos políticos. Todos chafurdam na mesma lama

Não adiantam furibundas atuações nas tribunas nem ante câmeras e microfones. A canalha é a mesma.

Toda a tralha, viciada em mamar nas têtas da nação brasileira, frequenta as mesmas ilicitudes e, somente quando a panela de pressão está prestes a estourar, suas (deles) ex-celências, deixam, a nós povinho da planície, contemplarmos um pouco da sujeira.

Argh!

Campanhas em SP ocultam R$ 42,7 milhões em doações

O eleitor paulistano jamais poderá identificar a origem de R$ 42.767.802,25 gastos nas principais campanhas à Prefeitura de São Paulo neste ano.

Essa é a soma de recursos repassados diretamente pelos partidos para os comitês municipais ou contas de campanha na eleição. Como na prestação apresentada ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral) são registrados como contribuição partidária, o verdadeiro doador não é revelado.

Na eleição, os comitês financeiros municipais do DEM, PT, PSDB, PPS e PP arrecadaram, juntos, R$ 71.226.669,87. Desses, R$ 37.110.204,51 – 52,10% – foram registrados como doações partidárias. Com isso, a origem de pelo menos metade dos gastos de campanhas à Prefeitura está oculta.

Além de R$ 8.739.936,66 enviados para o comitê, o PT doou outros R$ 5,7 milhões diretamente para a campanha de Marta Suplicy. Daí, a soma de R$ 42,7 milhões.

Para omitir seus colaborares, os partidos recorrem a uma intrincada engenharia. Os doadores dão dinheiro ao comando nacional dos partidos, que repassam para os comitês financeiros, que, por sua vez, abastecem as contas dos candidatos.

Pela lei, os partidos políticos têm até o último dia de abril para prestar contas ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Mas nelas só será possível saber quem contribuiu para determinada sigla. Não o beneficiário final do dinheiro.

da Folha de São PauloCatia Seabra

Eleições 2008 – Lista dos Vereadores Eleitos em Fortaleza

Saiu o resultado oficial com a lista dos vereadores eleitos, suplentes e não eleitos da cidade de Fortaleza, Ceará.

Segue abaixo os 100 mais votados…

NÚMERO NOME VOTOS SITUAÇÃO PARTIDO
50050 JOÃO ALFREDO TELLES MELO 14917 Eleito PSOL
31640 WALTER LIMA FROTA CAVALCANTE 11759 Eleito PHS
17123 JOSÉ DO CARMO GONDIM 11662 Eleito PSL
13234 GUILHERME DE FIGUEIREDO SAMPAIO 11282 Eleito PT
31190 VITOR PEREIRA VALIM 10996 Eleito PHS
40456 ELPIDIO NOGUEIRA MOREIRA 10520 Eleito PSB
40100 ELIANE NOVAES ELEUTERIO TEIXEIRA 10308 Eleito PSB
17618 MARIA LEDA MOREIRA E SILVA 10029 Eleito PSL
33133 MÁRIO HÉLIO PORTELA REINALDO 9843 Eleito PMN
15678 MARIA MAGALY MARQUES DANTAS 9813 Eleito PMDB
10000 GELSON FERRAZ DE MEDEIROS 9584 Eleito PRB
43789 ROBERTO MESQUITA DA SILVEIRA JÚNIOR 9223 Eleito PV
17333 LUCIRAM GIRÃO SALES 9198 Eleito por Média PSL
13132 JOSÉ ACRÍSIO DE SENA 9147 Eleito PT
13121 ANTONIO RONIVALDO DA SILVA MAIA 8818 Eleito PT
11696 CASIMIRO LEITE DE OLIVEIRA NETO 8766 Eleito PP
40624 FRANCISCO ANTONIO MARTINS NOGUEIRA 8372 Suplente PSB
17800 MARCÍLIO CATUNDA FERREIRA GOMES 8205 Suplente PSL
15555 PAULO GOMES CAMINHA MUNIZ 8154 Eleito PMDB
23680 GLAUBER LACERDA SINDEAUX 8102 Eleito PPS
12345 JOSÉ IRAGUASSÚ TEIXEIRA 8013 Eleito PDT
15610 CARLOS ALBERTO GOMES MESQUITA 8011 Eleito PMDB
33789 TOMAZ HOLANDA DE LIMA 7976 Suplente PMN
33000 JORGE VIEIRA 7890 Suplente PMN
17678 FRANCISCO MANGUEIRA SOBRINHO 7712 Suplente PSL
23667 JOSE CARLOS BESERRA DE CARVALHO 7586 Suplente PPS
22622 JOSÉ ADELMO MENDES MARTINS 7573 Eleito PR
13500 JOÃO SALMITO FILHO 7534 Eleito por Média PT
15615 MARCUS SÁVIUS TEIXEIRA SOUZA 7389 Eleito por Média PMDB
33666 ANTÔNIO HELDER COUTO BEZERRA 7357 Suplente PMN
25000 MAIRTON FÉLIX FERREIRA 7252 Eleito DEM
12333 PLACIDO SOBREIRA FILHO 6827 Eleito PDT
43123 CARLOS MAGNO BEZERRA SIDOU 6675 Eleito PV
13813 DEODATO JOSE RAMALHO JUNIOR 6626 Suplente PT
43321 JOAQUIM BESERRA DA ROCHA FILHO 6528 Eleito por Média PV
28193 JOAO BATISTA GOMES DA SILVA 6524 Eleito PRTB
45333 CARLOS ALBERTO DUTRA DA SILVA 6478 Eleito PSDB
15122 ANTÔNIO ELBANO CAMBRAIA 6271 Suplente PMDB
33333 ERENYLSON FAGATA FERREIRA SILVA 6205 Suplente PMN
65123 FRANCISCA ELIANA GOMES DOS SANTOS 6181 Eleito PC do B
70111 LEONEL ALENCAR JÚNIOR 6176 Eleito PT do B
31213 MARIA DE FATIMA SANTANA ARRAIS LEITE 6115 Suplente PHS
43999 FRANCISCO ERON MENDES MOREIRA 6072 Suplente PV
19999 ALIPIO RODRIGUES DE OLIVEIRA NETO 6064 Eleito PTN
45666 ANTÔNIO IDALMIR CARVALHO FEITOSA 6036 Suplente PSDB
40000 PAULO BARRETO RIBEIRO MINDELLO 6021 Suplente PSB
13613 JOSÉ MARIA ARRUDA PONTES 5930 Suplente PT
43456 LUIZ ADEMAR DIAS ARRUDA 5797 Suplente PV
15613 JOSE MAURILIO ASSÊNCIO DE ARAÚJO 5701 Suplente PMDB
43400 FRANCISCO CARLOS DE SANTANA FERNANDES 5658 Suplente PV
40140 ROGERIO DE ALENCAR ARARIPE PINHEIRO 5563 Suplente PSB
40123 JOSE ADAUTO ELOI DE ALMEIDA 5554 Suplente PSB
33500 FRANCISCO ADDLER PINHEIRO GOMES 5490 Suplente PMN
45000 AGEU DA COSTA RODRIGUES 5383 Suplente PSDB
40400 ANTONIO ALMIR DE SOUSA 5372 Suplente PSB
31369 TEREZINHA DE JESUS LIMA 5333 Suplente PHS
31620 LAVOISIER FÉRRER LIMA 5327 Suplente PHS
28678 FRANCISCO JOSE ALVES 5292 Suplente PRTB
36888 MARCELO DE OLIVEIRA MENDES 5172 Eleito PTC
12300 MARCIO EDUARDO E LIMA LOPES 5072 Suplente PDT
31555 JOSÉ CARLOS VASCONCELOS 5026 Suplente PHS
13123 VICENTE DE PAULO PINTO DA COSTA 5023 Suplente PT
44235 ADAIL FERNANDES VIEIRA JUNIOR 4991 Eleito PRP
31777 JOSE ELSON DAMASCENO 4988 Suplente PHS
43334 ELPIDIO LUÍZ PEREIRA NETO 4914 Suplente PV
40840 ROBERTO RIOS NOGUEIRA 4857 Suplente PSB
65789 FRANCISCO EVALDO FERREIRA LIMA 4809 Suplente PC do B
36111 CIRO ALBUQUERQUE MARQUES 4770 Eleito PTC
19111 ANTONIO HENRIQUE DA SILVA 4702 Eleito PTN
70234 PAULO DE TARSO FACÓ BEZERRA 4657 Eleito PT do B
50111 ANTONIA GUEDES CABRAL AGUIAR ROCHA 4637 Suplente PSOL
45617 JOSÉ ALRI RODRIGUES NOGUEIRA 4508 Suplente PSDB
25678 ANTÔNIO DA SILVEIRA MACHADO NETO 4474 Eleito por Média DEM
43777 GERMANA LIMA FONTENELE SOARES 4341 Suplente PV
19000 JOSE DA SILVA FREIRE 4321 Eleito por Média PTN
19190 AUDIZIO OLIVEIRA SILVA 4137 Suplente PTN
65656 MARIANO ARAUJO FREITAS 3960 Suplente PC do B
43000 LAERTE PINHEIRO JÚNIOR 3841 Suplente PV
13131 RAIMUNDO JOVANIL PEREIRA OLIVEIRA 3728 Suplente PT
65444 JOÃO RICARDO FRANCO VIEIRA 3658 Suplente PC do B
13031 MOACIR TAVARES MARTINS FILHO 3655 Suplente PT
15190 DELADIER FEITOSA MARIZ 3641 Suplente PMDB
19100 FRANCISCO WELLINGTON SABOIA VITORINO 3503 Suplente PTN
33777 FÁBIO RUBENS MARQUES RAMOS 3481 Suplente PMN
70190 GERONCIO DE SOUSA COELHO 3456 Suplente PT do B
44678 BENZALIEL CONSTANT DO NASCIMETO 3434 Eleito por Média PRP
11000 JAIME CAVALCANTE DE ALBUQUERQUE FILHO 3428 Suplente PP
14333 FRANCISCO VALDETE VASCONCELOS ARAÚJO 3419 Eleito PTB
19777 MARIA AMELIA BEZERRA DE MOURA NUNES 3402 Suplente PTN
19333 JADAS REIS 3385 Suplente PTN
36220 EDSON NOGUEIRA BERNARDINO 3327 Suplente PTC
70789 JONH SANTOS MONTEIRO 3277 Suplente PT do B
36636 LUIS ÁTILA DE HOLANDA BEZERRA 3276 Suplente PTC
27633 RAIMUNDO PONTES FILHO 3257 Não eleito PSDC
36555 ANTONIO MAURICIO BEZERRA 3043 Suplente PTC
43611 JOÃO DA CRUZ SILVA 3030 Suplente PV
44810 IBERNON DA PAZ MONTEIRO 2991 Suplente PRP
44623 LUCIMAR VIEIRA MARTINS 2960 Suplente PRP
36001 SILVIO SÉRGIO ARAÚJO HOLANDA 2931 Suplente PTC
31222 FRANCISCO CUNHA SALDANHA 2863 Suplente PHS

(Obs.: Dados gerados em 06/10/08 sujeitos a alteração)

Resultado Final das Eleições 2008 de Fortaleza

Veja aqui o resultado oficial das eleições 2008 para prefeito da cidade de Fortaleza, Ceará.

NÚMERO NOME VOTOS SITUAÇÃO %VÁLIDOS PARTIDO
13 LUIZIANNE DE OLIVEIRA LINS 593.778 Eleito 50,160 PT
25 MORONI BING TORGAN 295.921 Não eleito 25,000 DEM
12 PATRICIA LUCIA SABOYA FERREIRA GOMES 183.136 Não eleito 15,470 PDT
50 RENATO ROSENO DE OLIVEIRA 67.080 Não eleito 5,670 PSOL
20 FLORENCIO NUNES NETO 22.874 Não eleito 1,930 PSC
36 JOSÉ RIBAMAR AGUIAR JÚNIOR 8.232 Não eleito 0,700 PTC
23 SERGIO BRAGA BARBOSA 6.235 Não eleito 0,530 PPS
22 ADAHIL BARRETO CAVALCANTE SOBRINHO 4.828 Não eleito 0,410 PR
21 JOSÉ CARLOS VASCONCELOS 1.636 Não eleito 0,140 PCB

Fonte: TRE-CE
(Obs.: Dados gerados em 06/10/08 sujeitos a alteração)

Acompanhe agora a apuração “ao vivo” em todo o país

Caso você não queira instalar o “DIVULGA 2008“, programa do TSE / TRE que possibilitar acompanhar, em tempo real, os resultados das eleições em todo o país, nossa dica é visitar a página especial do UOL, que possibilita acompanhar as apurações sem precisar instalar programas.

Clique no link abaixo para ver o
Painel dos resultados da apuração do 1º turno de todo o País

Baixe o Programa do TSE / TRE para acompanhar “ao vivo” os resultados das Eleições 2008

ATUALIZAÇÃO: Para quem deseja acompanhar “ao vivo” a apuração das Eleições 2010 pode baixar o programa do TSE Divulga2010

Para quem deseja ver e acompanhar em tempo real um de nossos maiores orgulhos na área de tecnologia da informação (apuração das eleições 2008 ao vivo), fica a nossa dica (ler mais abaixo) para o download do divulga 2008, software que permite o acompanhamento em tempo real os resultados da apuração das Eleições Municipais 2008.

A promessa, a exemplo das eleições anteriores, é termos computados até a meia-noite do domingo, ou seja, no mesmo dia, quase (senão todos) os votos.

Direto do Site do TSE

O Divulga 2008 é a aplicação desenvolvida pelo TSE, para acompanhamento dos resultados das Eleições 2008.

A aplicação permite o acompanhamento da votação dos municípios, estados e Brasil. Apresenta, ainda, dados estatísticos de candidatos e partidos.

As informações estarão disponíveis na manhã do dia da eleição.

Para maiores informações, baixe o instalador e acesse o help (ajuda) da aplicação.

Para baixar o programa, clique no link abaixo:

Instalador do Divulga 2008
(arquivo compactado em formato ZIP. 4,34 MB)

Ajuda (Help) do Divulga 2008
(arquivo compactado em formato ZIP. 381 KB)