Seu celular mata mil pessoas por dia

Eis uma assunto que você dificilmente ouve falar e que os ambientalista de ribalta nunca denunciam

COLTAN: A palavra pode ate ser uma novidade pra você, mas o coltan está dentro do seu celular, do seu laptop, em pagers, gamedesks e outros equipamentos eletrônicos. “Coltan” é a combinação de duas palavras que correspondem aos respectivos minerais: a columbita e a tantalita, dos quais se extraem metais mais cobiçados do que o ouro.

Se tomarmos em conta que estes metais são considerados altamente estratégicos e se agregarmos que as suas maiores reservas encontram-se na República Democrática do Congo, começaremos a vislumbrar porque dois países africanos como Ruanda e Uganda ocupam militarmente parte do território congolês.

O coltan é essencial para o seu telefone celular tanto quanto para as estações espaciais, naves tripuladas e armas sofisticadas.Os principais produtores mundiais são a Austrália, o Brasil e essencialmente a República Democrática do Congo, que possui cerca de 80% das reservas mundiais, localizadas numa zona que faz fronteira com o Ruanda e o Uganda.

Estes dois países, não sendo produtores, são dois dos principais exportadores deste produto que é importado por empresas de países capitalistas como os Estados Unidos, Bélgica, Alemanha, Holanda, onde é refinado. Como é que Ruanda e Uganda entram neste negócio? Da maneira clássica: simplesmente invadiram o vizinho Congo, ocuparam amplas parcelas do seu território e provocaram uma guerra que dura desde 1996 e já provocou mais 5 milhões de mortos (o que dá a média macabra de mais ou menos 1000 pessoas por dia).

São violados os mais elementares direitos das populações, com a aplicação do trabalho forçado e da mão obra infantil, incluindo crianças de sete, oito anos, que são forçadas a deixar a escola para escavar as minas, chegando a juntar famílias inteiras na mineração. O que adiciona gravidade a esta pirataria é a passividade da comunidade internacional.

A receita é simples: as empresas de tecnologia eletrônica compram o coltan dos “mineral traders” que, por sua vez, negociam a compra do composto mineral dos bandos armados na África que dominam a exploração. E existem poucas opções, para obter o composto, pois a Austrália fechou recentemente as suas refinarias.

do blog do Maropna – por Guido Cavalcante

Confira mais aqui >> http://allafrica.com/stories/200905150866.html – senado dos EUA rastreando a exploração do Coltan http://www.willthomasonline.net/willthomasonline/Blood_Phones.html telefones sangrentos http://www.cellular-news.com/coltan/ – Gorillas, Celullares e Coltan http://www1.american.edu/TED/ice/congo-coltan.htm A guerra do Congo e o papel do Coltan http://www.grandslacs.net/doc/2343.pdf European Companies and the Coltan Trade http://www.wcs.org/353624/194657 Coltan e Gorillas http://www.smh.com.au/news/technology/out-of-africa-the-blood-tantalum-in-your-mobile-phone/2009/05/08/1241289162634.html The blood tantalum in your mobilie phone http://www.tanb.org/coltan.html – site da Tantalum-Niobium International Study Center www.dnpm.gov.br a Economia Mineral – Sumário Mineral Brasileiro

E finalmente um documentário de 2008 – Blood Coltan – http://video.google.com/videoplay?docid=4473700036349997790, que é muito interessante e no final mostra entrevistas com os comerciantes de Coltan e uma com um executivo da Nokia.