CNJ quer apurar distribuição de brindes a juízes em festa de associação

A determinação partiu do ministro Francisco Falcão

O corregedor nacional de Justiça, ministro Francisco Falcão, determinou a instauração de pedido de providências para apurar se magistrados paulistas receberam brindes ofertados por empresas públicas e privadas, em festa para mais de mil pessoas, promovida pela Associação Paulista de Magistrados (Apamagis), no Clube Atlético Monte Líbano, no último dia 1º.

Na decisão, assinada nesta quinta-feira (13/12), o ministro Francisco Falcão determinou a expedição de ofícios ao presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) e ao corregedor-geral da Justiça etadual para que prestem informações à Corregedoria Nacional quanto ao teor da notícia divulgada por um jornal paulista.

O tribunal terá prazo de cinco dias, contados do recebimento dos ofícios, para enviar as explicações.

De acordo com a notícia, além de brindes distribuídos aos presentes, durante a festa houve sorteios de viagens e de um automóvel Volkswagen Fox.

Os ingressos para a festa custavam R$ 250 cada, e entre os patrocinadores do evento estavam a Caixa Econômica Federal e a operadora de planos de saúde Qualicorp.
Luiz Orlando Carneiro/Jornal do Brasil


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]