Pablo Neruda – Literatura

Tango do Viúvo Tive dificuldades na minha vida privada. A doce Josie Bliss foi-se convencendo e apaixonando até adoecer de ciúmes. Se não fosse isso, talvez tivesse continuado indefinidamente ao lado dela. Enterneciam-me os seus pés nus, as brancas flores que lhe brilhavam na cabeleira negra. Mas o seu temperamento levava-a até paroxismos selvagens. Tinha … Continued

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: ,

Pablo Neruda – Literatura

A Minha Mulher, Matilde Urrutia A minha mulher é provinciana como eu. Nasceu numa cidade do Sul, em Chillán, famosa pela sorte de possuir uma bela cerâmica camponesa e pela infelicidade de sofrer frequentemente terríveis terramotos. Falando para ela, disse-lhe tudo nos meus Cem Sonetos de Amor. Talvez estes versos definam o que ela significa … Continued

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , ,

Pablo Neruda – Versos na tarde – 06/09/2016

Poema Pablo Neruda¹ Se sou amado, quanto mais amado Mais correspondo ao amor. Se sou esquecido, devo esquecer também, Pois o amor é feito espelho: – tem que ter reflexo ¹Neftalí Ricardo Reyes Basoalto *Parral, Chile – 12 de julho de 1904 d.C + Santiago, Chile – 23 de setembro de 1973 d.C [ad name=”Retangulo – Anuncios – Duplo”]

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , ,

Pablo Neruda – Versos na tarde – 10/06/2016

Mulher Remota Pablo Neruda¹ Esta mulher cabe em minhas mãos. É branca e ruiva e em minhas mãos a levaria como uma cesta de magnólias. Esta mulher cabe em meus olhos. Envolvem-na os meus olhares, meus olhares que nada vêem quando a envolvem. Esta mulher cabe em meus desejos. Desnuda está sob a anelante labareda … Continued

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , , ,

Pablo Neruda – Versos na tarde

Amor, quantos caminhos Pablo Neruda¹ Amor, quantos caminhos até chegar a um beijo, que solidão errante até tua companhia! Seguem os trens sozinhos rodando com a chuva. Em Taltal não amanhece ainda a primavera. Mas tu e eu, amor meu, estamos juntos, juntos desde a roupa as raízes, juntos de outono, de água, de quadris, … Continued

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , , , , ,